O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

31 de out de 2012

O pulo do quatrilho

Daqui a 54 dias, assim que soar a meia-noite, você vai receber a visita do Papai Noel. É que você é daqueles que acreditam que ele existe. Você é tão crédulo que está absolutamente convencido de que Zé Dirceu, Delúbio Soares, Zé Genoíno, João Paulo Cunha e similares vão aceitar placidamente a condenação do Supremo e cumprir quietinhos e ordeiros as penas de cadeia que vão tomar por cima.

Você é daqueles que acreditam piamente que Roberto Gurgel é um procurador persecutório que só pensa em cassar os passaportes dos réus porque é um alucionado por manchetes de jornais e pela luminosidade dos holofotes... Isso, meu caro, não existe. Gurgel sabe do que se trata. Ele é atento e bem informado.

Cara, esse é um quatrilho de Mandrakes. Nisso você pode acreditar. Eles são mágicos. Vão fazer se desaparecerem. Uns aos outros. E você, um dia, passeando lá por Caracas, há de encontrá-los numa boa rede, ou remexendo-se ao som de um merengue, talvez batendo um papo assim folgado com alguém que não seja menos que Hugo Chávez, o que há de pior em matéria de destempero e desafinação no continente americano.

Já começou a rolar na rede a informação de que o quarteto já está com exílio concedido na Venezuela. O embaixador venezuelano inclusive já estaria pronto para executar a determinação de Huguito, O Lualalelé deles lá.

Acontece que a defesa dos corruptos e quadrilheiros condenados pelo Supremo já deu sinais de que vai acusar o STF de julgamento político e vai apelar e recorrer das sentenças para organismos internacionais de Justiça, sem medo de afrontar a soberania nacional que, para eles não vale nada; basta rememorar-se o caso Cesare Battisti.

Isso pode não dar em nada, mas serve como trampolim para o salto dos malfeitores rumo ao colo quente e aconchegante do velhaco Hugo Chávez. Nisso você não precisa acreditar. É só especulação jogada nas redes sociais, uma fonte de informação que não tem patrão. Esqueça o que a gente disse. Você não é crédulo coisa nenhuma!

CPI do Deboche

Nenhuma ala do Sanatório da Notícia jamais duvidou que a única salvação da pátria é o Poder Judiciário. O Executivo é logotipo do crime organizado de alto poder de destruição; o Legislativo é um reles cúmplice dos malfeitores de malfeitos dos governos que se sucedem.

Agora mesmo - como já diagnosticara antes mesmo que os sintomas se manifestassem - com medo, mais que medo, pavor da lista de pedidos de quebra de sigilo de pelo menos uma dúzia de empresas que apresentam risco para governos do PT e do PMDB, a base aliada impede a prorrogação da CPI do Cachoeira.

Não é que esse par de gangue política não tenham medo de ser feliz; é que já não existe o medo da indignação popular. Seu cinismo é mais forte que a repulsa das pessoas de bem. A certeza da impunidade redunda sempre num sistemático e organizado deboche com a cara da sociedade.
O PODER VIRTUAL
O Jornal da Tarde, um dos hábitos de leitura mais antigos e tradicionais dos paulistanos, para suas máquinas e fecha suas páginas, vencido pela Internet.

Jornal da Tarde deixa de circular a partir de hoje,  31 de outubro de 2012, encerrando assim uma história de 46 anos. O jornal pertencia ao grupo Estado que admitiu não ter resistido à concorrência da comunicação virtual. Atentai, escritores! Correi, editores! Apressai-vos, gráficas impressoras! O livro impresso está acabando. As bibliotecas logo serão adaptadas: boa parte - a melhor parte - será museu e o resto arquivo digital. Aquele cheiro bom de papel carregado de cultura e in/formação está sendo desodorizado pela memória USB, o popular Pen Drive.

ESQUEÇAM
Como o PT é bonzinho. Para socorrer o bolso furado e curar o estado de depressão de Zé Genoíno, o partido rasga o próprio estatuto e faz de tudo para que o ex-presidente da facção condenado por corrupção e formação de quadrilha, assuma a vaga de deputado que lhe restou depois que um correligionário virou prefeito no interior de São Paulo. Não é só o que dizem hoje que os caciques da tribo petista desdizem amanhã; o que escrevem também não vale. Na verdade, Rui Falcão e seu séquito partidário, inclusive, o honrado presidente da facção, ao ignorar o Art. 231 do partido que manda desfiliar integrantes com sentenças transitadas em julgado, está apenas repetindo seu ídolo FHC: "Esqueçam o que escrevi".

OUTRO PAPO
Companheiros próximos de Zé Genoíno dizem que ele hoje enfrenta sérias dificuldades financeiras. Ontem, nos tempos valerianos, era outro papo.

ELE VOLTARÁ?
Luiz Gushiken está voltando. Está por sair a decisão da Justiça Federal com relação ao sumiço daquelas famosas cartilhas editadas no governo Lula, por licitação com texto sem a devida exatidão, clareza e concisão, pela bagatela de R$ 12,5 milhões. Ao todo conta-se 20 réus e Gushiken é um deles. O Capeta de i tutti capi, não aparece. Comme d'habitude. A propósito, até hoje não foi bem explicado o sumiço de milhares de kit-gays e de cartilhas que ensinavam errado, editadas pelo MEC de HaHahaddad sem concorrência por uma questão pura e simples de notória especialização.

30 de out de 2012

O Mensalão foi só despiste

Há figuras do PT, como Marco Maia - o 2° metalúrgico a sentar na cadeira de presidente da República do Brasil - que ainda se queixam do julgamento do Mensalão.

Reprodução
Contrariando a direção nacional do partido que se vangloria de não ter sido atingido nas urnas pela condenação de seus corruptos e quadrilheiros, o ainda presidente da Câmara diz que "se não fosse o Mensalão o PT teria saído melhor ainda nesta eleição".

Ele que diga o que lhe der na telha, mas na realidade o julgamento do mensalão serviu apenas como despiste - afora pela condenação de uns que outros malfeitores - valeu para desviar toda a atenção do povo brasileiro para o STF, como se o esquema de propina chefiado por Zé Dirceu dentro da Casa Civil fosse a principal fonte de renda do crime organizado que se infiltrou no Estado a partir de 2002 e que corre livre, leve e solto por todos os cantos da máquina governamental.

O Mensalão é uma titica de galinha nessa enorme galinhagem nacional que está estabelecida no seio dos Poderes constituídos pela eficácia da "estratégia de coalizão pela governabilidade". Tradução: qual é o seu preço para ser meu aliado? E o passo seguinte é a terceirização de fieis companheiros de última hora. A moeda é pública e notória.

Às vezes, o perdão de uma dívida de R$ 21 milhões vem em troca de dois minutos de TV; outras tantas, troca-se a sola de sapato de uma musa que levou um pé no traseiro, por um ministério qualquer; há ocasiões em que se abandona esporadicamente a cadeira presidencial para exercer com toda honra e glória um reles , no caso, ultrajante cargo de cabo eleitoral... Ou caba, caba eleitoral, para seguir as ordens palacianas.

Foto/ABr
Entrementes, enquanto os olhos da nação estão voltados para o Supremo acompanhando o espalhafatoso Mensalão, ninguém percebe que a CPI do Cachoeira foi esvaziada e até parece que o bicheiro ficou rico sozinho; que as terceirizações estão quebrando a Petrobrás; que o Pré-Sal foi pras cucuias; que os PACs de todos os tamnhos e feitios são escândalos sufocados; que os apagões se sucedem por incompetência e descaso; que há roubalheira da grossa no Minha Casa, Minha Vida, desvios no Bolsa Família, licitações folgadas, concorrências fraudadas; desmatamento criminoso; grilagem na Amazônia e tráfico de madeira no Pará; roubo de minerais e pedras precisosas; que as maracutaias ministeriais ficaram pra trás e que a luta continua, companheiros - em cada canto da Esplanada dos Ministérios, maior lixeira nacional a céu aberto...

Todo santo dia tem manchetes de um novo rombo, uma outra grande fraude, estampada nos jornais que viram rodapé na edição de amanhã. O TCU já não sabe mais o que fazer para ser levado a sério. A bola da vez de hoje é apenas um repeteco dessa série interminável de filmes que a gente já viu:

TCU vê risco de prejuízo de R$ 2,48 bi e recomenda parar 22 obras federais. O Tribunal apresentou o relatório de 2012 do trabalho de fiscalização de obras públicas. Foram identificadas irregularidades graves em 124 empreendimentos.

Imagem/Coturnonoturno
O que é mesmo que isso quer dizer? Nada, vezes nada, igual a nada. Absolutamente nada. Puro exibimento do TCU que quer mostrar serviço diante de um país que extasiado e anestesiado descobriu, pela boca de Zé Dirceu, um dos seus mais ilustres malfeitores de malfeitos continuados que "este é um governo que não rouba e não deixa roubar". E o Capeta ainda vem dizer que "nunca antes nesse país um governo perseguiu tanto a corrupção quanto o nosso"...

Como assim "perseguiu"? Perseguiu pra quê, cara pálida?... Para mostrar que eram todos estrelas da mesma pandilha, ou para bancar o cachorro fiasquento que corre latindo atrás da bicicleta e quando o ciclista para, ele também deixa de ladrar?!? Talvez nenhuma das alternativas seja verdadeira, provavelmente, "perseguiu" apenas para poder continuar ladrando. Sem latir.

Virgílio lança o casamento de Pomba com Tucano

DUPLA CAMPOS/AÉCIO PARA 2014

O clube dos blogueiros domesticados está encanzinado com a possibilidade de que o governo não conte na campanha presidencial de 2014, com a aliança do PSB de Eduardo Campos, dublê de governador dos pernambucanos e donatário da capitania de inclinação socialista democrática.

Para a rede de amestrados virtuais, o único novo prefeito até agora é o poste iluminado por Lula, o hilário Fernando HaHaHaddad; os demais foram só eleitos e têm que esperar pelo 1° de janeiro para serem consagrados nas prefeituras de suas respectivas cidades.
 
Reprodução
Antes mesmo de assumir a sesmaria de Manaus, Arthur Virgílio que deu um banho de urna em Geraldo Alckmin, Lula, Dilma Vana ensaboadores da barriga-verde Vanessa Grazziotin, já começou sua doce vingança: lançou a dupla Eduardo Campos/Aécio Neves, necessariamente nessa ordem, para disputar a Presidência do País nesses próximos dois anos.

Virgílo arquitetou um ninho forte abrigando o tucano, símbolo do PSDB e a pomba de folha na boca, logomarca do PSB. Com isso, alvoroçou as hostes mensaleiras e botou para escanteio o pindamonhangabão Geraldo Zé Alckmin que anda louquinho para perder de novo uma eleição para o PT e seus partidos terceirizados.

Só esse primeiro pontapé já espalhou a defesa dos blogueiros de encomenda por tudo que é canto. Já acham que para vencer a dupla de mocinhos bonitos têm que sair da retranca e partir para o ataque. E o primeiro tiro a gol é botar Dilma Vana para escanteio e escalar o matador profissional, atacante de ofício, Lula da Silva, em seu lugar.

Essa competição vai ter de tudo: gol com a mão, impedimento, protesto em súmula, drible em todo mundo, jogo de cintura, bola fora, carrinho por trás e muito árbitro na gaveta.
FIM DA COTA
Circula na rede o boato de que o governo, por inspiração de Lula, vai acabar com as cotas raciais na universidade. É que hoje, sozinho, Joaquim Barbosa fez esse estrago todo no esquema do mensalão, imagina o que não farão amanhã ou depois, uns vinte ou trinta iguais a ele?!?
MANCHETE
Tempestade Sandy mata mais de 15 e deixa quase 3 milhões sem energia. Transporte público de NY sofre seu pior desastre. Como assim "mata mais de 15"? Serão quantos, quinze e meio? Quanto ao transporte público, deve estar quase igual ao de São Paulo.

ACERTO DE CONTAS
Gilberto Kassab: "Vou contribuir com Haddad". Deve ser doação de campanha ou coisa parecida. Já que no Brasil, devassa em administrações anteriores é pura lenda. O que entra encobre o que sai.

JOGO DE DUPLAS
Enquanto Dilma Vana faz jogo de corpo contra o jogo de cintura de Lula que quer voltar ao Planalto depois desses quatro anos de quarentena, conforme combinado quando a criou como primeira-presidenta, Alckmin e Aécio disputam um lugar ao sol com Eduardo Campos, que pode ficar sozinho e sem força para desfazer a dupla sangue-puro de tucanos. pena que este seja o quadro que o brasileiro tem pela frente até 2014. Há quem, em forte delírio, cogite Eduardo Campos com Joaquim Barbosa. Já que, depois de ter pela vez primeira uma mulher na presidência, esta seria a ocasião de eleger o primeiro presidente negro do Brasil. Em quaisquer dessas duplas, o que pega é a vaidade pessoal: Lula jamais seria vice de Dilma que pega no seu pé e não larga o Palácio de mão; Alckmin quer ser cabeça de chapa e Aécio também; Eduardo Campos vai ter que se conformar como carona, pois Barbosa só aceitaria ser candidato sob a garantia de que seria eleito por unanimidade.

JURADO DE MORTE
Cão labrador que fareja drogas é jurado de morte pelo tráfico do Rio de Janeiro. O cachorro localizou 400 kg de maconha em Manguinhos e é o maior tormento para bandidos. Como os traficantes estão acostumados a latir só para as pessoas, o animal não pôde ser coalizado para ser aliado da bandidagem que agora pratica tiro ao alvo por onde quer que ele apareça.

POUCO TEMPO PRA CIDADE
Fernando HaHaHaddad já se acomodou com o melífluo Gilberto Kassab, falta agora combinar com Marta Suplicy, Paulo Maluf, Erundina e companheirada em geral como é que vai se coalizar com eles pela governabilidade. Em 1° de janeiro HaHaHaddad começa a trabalhar pela campanha "Volta PT" ao governo de São Paulo em 2014. Vai sobrar pouco tempo para cuidar da cidade.

CENSURA
Agora que o STF democratizou os malfeitores da "estratégia de coalizão pela governabiliudade" implantada por Lula assim que subiu a rampa do Palácio em 2002, Rui Falcão, presidente do PT, volta com a cantilena de "democratização dos meios de comunicação". O PT não vai descansar enquanto não reduzir o jornalismo a uma grande assessoria de imprensa amestrada do partido.

CPI DA FARSA
Agora que só falta saber o tempo de cadeia dos mensaleiros condenados por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, o noticiário das eleições se volta, como que por encanto, para a CPI do Cachoeira. Morta e sepultada pelo relator e pelo revisor, uma notável dupla de governistas, a comissão concluiu até agora que Carlinhos Cachoeira roubava milhões dele mesmo e era roubado em milhões também por ele próprio. É o primeiro caso no mundo de quadrilha de um homem só. Os negócios que eram feitos, fundamentalmente, com os organismos públicos não passam de delírios da imprensa persecutória. É por isso que o PT insiste no "marco regulatório das comunicações". om a mídia calada, o Brasil não precisaria gastar os tubos com a montagem de CPI nenhuma.

FORMANDO GOVERNOS
Tá combinado: segunda-feira da semana que vem, HaHaHaddad se reúne em tempo integral com Lula para montagem do seu governo. E assim começa a campanha do PT para fazer o governador paulista em 2014. Um bom início para o plano "Volta Lula" rumo ao Palácio onde Dilma Vana está morando desde janeiro de 2011.

29 de out de 2012

PÁ DE CAL
O PT diz em nota oficial que "urnas abafam julgamento no STF". Quer dizer, para o PT o mensalão está acabado. É uma farsa e pronto. As urnas foram a pá de cal que o PT sempre usa quando desenterram as suas mazelas e os seus malfeitos. É o partido do abafa. Acabou a eleição; acabou o Mensalão. E não se fala mais nisso.

NOTA OFICIAL MOSTRA O QUE É O PT

Eufórico porque o julgamento do mensalão não teve nenhuma influência nas urnas - para o bem da democracia e não dele - o PT emitiu nesta alegre segunda-feira, dia 29 de outubro, nota oficial raivosa baixando a lenha nos tucanos, nos que não são aliados e nos jornalistas sem dono e com opinião própria que repercutiram as condenações dos mensaleiros por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Falando em projeto político e outros sonhos dourados, exaltando é claro os seus principais cabos eleitorais, Lula e Dilma Vana, o PT da História Oficial não perdeu tempo e lascou:

"As urnas falaram alto abafando as vozes que tentaram fazer do julgamento do Supremo Tribunal Federal um instrumento de desgaste e até, como muitos alardearam, de destruição do PT. Os setores da imprensa que partidarizaram a leitura dos fatos também saíram derrotados com o resultado das eleições".

E foi aí então que o PT se revelou bem como é. Verdade é apenas e tão somente a sua. Nem o Supremo Tribunal Federal é mais importante ou verdadeiro do que o Estatuto do PT que o próprio PT agora está rasgando e jogando no lixo, por ignorar o Artigo 231 que manda expulsar seus afiliados que tenham sentença transitada em julgado, como Zé Dirceu, Delúbio Soares, Zé Genoíno, genéricos e similares - todos condenados pela democracia que fraudaram usaram e abusaram.

O PT se confessa publicamente e sem medo de ser feliz que é o dono da verdade. O PT - para usar o machado de Abraham Lincoln - enganou alguns por algum tempo; a muitos por muito tempo; mas não vai conseguir enganar a todos o tempo todo.  Nesta nota se declara dono do Estado que comprou, alimentou e fez engordar de tal sorte que possa valer-se de sua obesidade.

Verdade para o PT é sempre aquela falsidade que está encostada na realidade de tal maneira que a dissimulação e a mentira possam ser transformadas em juramentos em vão. Assim é que pouco importa ao PT da História Oficial que seus mensaleiros sejam corruptos, lavadores de dinheiro e quadrilheiros. Sua condenação é uma ato de lesa pátria, um ultraje, uma conspiração contra o seu poder, os seus governos.

A verdade do PT tanto parece melhor quanto a mentira é capaz de se mostrar com feições parecidas com a verdade; a mentira do PT tanto mais agrada quanto ela mais provoca dúvida naqueles a quem tenta atingir... O pior do PT do Mal é quando ele simula ser do Bem.
VASSOURA NOVA
Ainda nem entrou no gabinete da Prefeitura de São Paulo e Fernando HaHaHaddad já começou a faxina: disse que quer "enxugar as secretarias paulistanas". Credo, esse cara até nem parece discípulo de Lula. Antes de enxugar as secretarias vai ter que enxugar o verdadeiro vale de lágrimas que a sua medida vai causar. Tá ssim ó de cabinho-eleitoral querendo ser terceirizado para uma dessas boquinhas ricas que fazem do PT a facção política mais rica do Brasil.

A melhor defesa

Feliz da vida porque Zé Serra elegeu um poste de Lula em São Paulo, o PT do Mal volta agora todas as suas baterias - públicas e privadas, porque elas se confundem no estatuto da seita - contra o Supremo Tribunal Federal.

Engasgados e inconformados os companheiros e legionários fanáticos dos mensaleiros, entoam hinos de guerra contra os ministros que condenaram Zé Dirceu, Delúbio, Genoíno e similares, como se os julgadores fossem cabos eleitorais vencidos na sua luta contra uma facção limpa e sem jaça.
 
Reprodução
Todo o esforço do PT do Mal agora é travestir-se de vestal, como se o seu conglomerado de siglas não fosse a própria essência do crime organizado que se instalou na máquina pública que se apropriou do País. Os ministros do Supremo e a mídia independente que se cuidem.

A pandilha de sevandijas, de fidelidade canina ao Capeta, chefe dos maiores larápios disfarçados de políticos que a história desse país já viu, se dedica com unhas e dentes à tarefa de inventar na biografia daqueles que deixaram o rei nu, malfeitos iguais e até maiores do que os cometidos pela quadrilha de malfeitores desmascarada pela maior corte de Justiça do País.

Tanto no Supremo quanto no jornalismo sem patrão, os vingadores a soldo do gênio da "estratégia de coalizão" que rifou o in/consciente coletivo brasileiro encontrarão pela frente, em cada um dos alvos sob sua perniciosa alça de mira, a melhor forma de escudo contra a calúnia, injúria e difamação: não ter nenhuma semelhança, nem qualquer parecença moral com esses perigosos caçadores de recompensa. A melhor armadura, a mais eficaz defesa contra a urdidura dos perniciosos e não ser igual a eles.

RODAPÉ - Até os falangistas do PT do Bem precisam prevenir-se contra os legionários do Mal, já a contar deste final de outubro até outubro de 2014. Não é que tudo possa acontecer...Tudo vai acontecer.
RENOVAÇÃO
Sabe esses prefeituráveis petistas que perderam a eleição no segundo turno? Todos são candidatos de novo. O terceiro turno começa agora em São Paulo. Todos concorrem a uma boa terceirização no secretariado que vai bailar na curva. Nessa banda larga quem corre menos, voa. A isso é que se chama renovação política. É o tal admirável jeito novo de ajeitar os casacos nos cabides pra todo mundo ser feliz. Companheiros vencidos, logo estarão unidos.
FAXINA
Pensando bem, a faxineira Dilma Vana vai se sentir muito bem hoje no seu primeiro encontro com o recém-eleito Fernando HaHaHaddad, no Palácio do Planalto. É vassoura nova para São Paulo.

BARBADINHA
Preste atenção, sô! O Lula não é tudo isso que estão dizendo por aí, em termos de cabo-eleitorança. Veja bem que, tanto o poste Dilma Vana quanto o poste Fernando HaHaHaddad, só foram eleitos porque Lula pegou o Zé Serra pela frente. Bolas, ganhar do Serra é barbadinha, qualquer um ganha; queria ver ganhar do Tiririca.

RIO-SÃO PAULO
Quinta noite seguida de violência na Grande SP termina com 9 mortos. Desde a última quarta-feira, ao menos 40 pessoas foram assassinadas na região metropolitana da capital. Desse jeito, aquelas "tomadas" de morro pela Polícia de Pacificação do Rio de Janeiro, jamais chegarão aos pés da violêrncia urbana de São Paulo. Isso não vai ficar assim. Sérgio Cabral já está tomando providências.

DOIS TUCANOS
A derrota de Zé Serra para ele mesmo, significa na verdade, a volta da polarização entre São Paulo e Minas Gerais para a guerra de 2014. O tropeção na capital dos paulistas tem o efeito de uma catapulta que, por exclusão, projeta Geraldo Alckmin como maior liderança do tucanato paulista. Ele agora pensa que divide prestígio e influência com Aécio Neves. Como seu curral eleitoral é maior que o mineiro, vai querer tirar par ou ímpar para ver quem se mete a concorrer com Lula que, faz tempo, já demitiu Dilma Vana da campanha pela permanência no Palácio. Se é verdade que dois bicudos não se beijam; também está na cara que dois tucanos não se bicam.

CIUMEIRA
Uma semana depois daquela roda quebrada do cargueiro, em Viracopos, agora o degelo causado pelo aquecimento global impede pousos na Antártida. Pura ciumeira de Campinas.

EXTRA, EXTRA!
O maior fracasso dos marqueteiros do PSDB é que até agora os coordenadores da campanha de Zé Serra não descobriram de quem partiu a ordem para aquelas duas mulheres beijarem o tucano na boca. Aquilo, mal comparando, foi um par de coices em qualquer curral eleitoral. Pura avacalhação. Extra! Extra! Já tem agentes de Hugh Hefner à cata de qualquer uma delas para ser capa da próxima edição brasileira da revista Playboy.

Fisiologia, a grande vencedora! O Brasil não está cheirando bem.

Enquanto a chamada oposição brasileira não tiver a humildade de reconhecer a eficácia da "estratégia de coalizão pela governabilidade" posta em prática por Lula ao longo desses últimos dez anos, não chegará a lugar nenhum e muito menos há de demonstrar que o grande ídolo da politicalha brasileira tem os pés de barro.

Enquanto ela própria não adotar a mesma tática e sair pelo Brasil afora e partidos adentro comprando siglas, caciques e tribos, vai amargar derrotas amargas e trilhar inexoráveis caminhos que margeiam precipícios. E, muito pior que isso, engolir aquilo que, no tempo em que Brizola falava, chamava de sapo barbudo.

O que são os partidos políticos, nesse Brasil sem ideologia pra viver, mas de pura fisiologia pra sobreviver, todo mundo sabe. O resto é só uma questão de preço para satisfazer as necessidades fisiológicas nacionais. Com o lulismo e o antagonismo obrando no balcão de compra e venda de corpos e almas, o Brasil então será o ponto referencial do PAC para o qual está sendo lançado: o grande canteiro sanitário de uma inevitável América Latrina.

Por ora ninguém pode afirmar que Lula é o grande vencedor desse campeonato de eleições municipais no Brasil. É que Lula se diluiu, se desmanchou fazendo as necessidades fisiológicas do país inteiro. Quando descobriu que se o PT fosse uma ilha afundaria, Lula repartiu sua fisiologia generosamente numa correria geral sem precedentes.

Veja o quadro desintérico que a "estratégia de coalizão" produziu neste glorioso outubro de 2012 em forma de prefeituras conquistadas e quantidade de eleitores que se aliviaram, sigla por sigla, tribo por tribo. Ficamos com as 12 primeiras facções, o resto é o resto; tipo assim descarga e que só serve para ser coalizado mais adiante:

1°) PMDB, 1025 prefeituras e 22,8 milhões de eleitores; 2°) PSDB, 702 prefeituras e 18,3 milhões de tucanos; 3°) PT, 635 paços municipais e 27,6 milhões de lulistas; 4°) PSD, 497 prefeituras e 8,6 milhões de kassabistas; 5°) PP, com 468 cidades e 7,3 milhões de seguidores; 6°) PSB, 440 intendências e 15,3 milhões de fãs; 7°) PDT, 314 prefeituras e 8,7 milhões de saudosos brizolistas; 8°) PTB, presente em 295 cidades com 4,1 milhões de tietes de Roberto Jefferson; 9°) DEM com 278 palácios municipais e 6,4 milhões de descrentes; 10°) PR, com 276 prefeituras e 4,6 milhões de munícipes; 11º) PPS, aconchegado em 123 cidades e com 2,9 milhões de votantes; 12º) PV, inserido em 96 gabinetes de prefeitos seguidos por 2,3 milhões de verdoengos fanáticos.

Resumo dessa ópera bufa: O PMDB encolheu, tinha 1201 e perdeu 176 cidades; os tucanos perderam mais ainda, 89 prefeituras; o PT de Lula ganhou 77 prefeituras, mas ficou longe do PSD que inaugurou só nesta eleição nada menos de 497 palácios de governos citadinos. O DEM foi o lanterna nesse certame de cachorros grandes(?): jogou fora 119 municípios e coisa assim em torno de 3 milhões de eleitores, como se fosse um PPS inteiro de votos postos fora.

O que é mesmo que tudo isso significa em termos de Brasil? Nada, absoluta e profundamente nada. Esse rebuliço todo foi só para satisfazer as necessidades fisiológicas dos políticos que habitam esta nação povoada, no que lhe resta de espaço, por 190 milhões de pessoas. Nada de novo no ar. É apenas o Brasil que não está cheirando bem.
PORRE PERMANENTE
Que ressaca. Ano de eleição é um porre. Assim que o pileque estiver passando, já vem outra farra por aí. Eduardo Campos, Aécio Neves, Dilma Vana, Lula e ninguém do PMDB outra vez estarão em palanques cheios de uma boa ideia para 2014.

MENSALÃO, SEMPRE
O mais importante nesta eleição é que o julgamento do Mensalão não teve nenhum efeito direto na escolha dos prefeitos, tanto no primeiro quanto no segundo turno. Isso quer dizer que, mesmo à maneira dos governos que temos, a democracia está mantida. O Supremo Tribunal Federal poderá julgar tantos outros escândalos e muitos corruptos, lavadores de dinheiro e formadores de quadrilha em plena eleição de 2014.

UM NOVO ZÉ
O PT está gostando da ideia do Mensalão, afinal a eleição dos HaHaHaddads que espalhou por aí, se deve justamente ao fato alardeado pelo próprio Partido dos Trabalhadores de que "o povo não gosta de baixarias". E não gosta mesmo. Tanto é que se alimenta de escândalos para votar do jeito que bem entende. Já está doidinho de curiosidade para saber quem é o próximo Zé Dirceu que Lula vai inventar para a campanha à Presidência da República daqui a dois anos.

IMPORTÂNCIA
Paulo Maluf, em fim de carreira: "Fui importante para a eleição de Haddad". O diabo é que ninguém mais se anima a dizer isto. A importância do repasse de dois minutos para a programação do PT na TV vai se refletir agora no cumprimento daquela dívida de R$ 21 milhões que precisa ser devolvida aos cofres de São Paulo. A propósito, a ação na Justiça contra Maluf foi proposta pelo PT.

NULIDADES
O Palmeiras quer anular o jogo em que foi derrotado por 2 a 1 pelo Internacional. Besteira, vai acabar tomando cinco ou seis a zero. Talvez a um, o Barcos pode fazer um gol com a mão outra vez. Uma coisa é certa, quem nasceu para Barcos jamais será Maradona. O caso do Palmeiras é uma questão de nulidades, jamais de anulação.

O POSTE
HaHaHaddad: "São Paulo precisa voltar a ser holofote e antena". Quanto à antena, é só uma questão de colocá-la na devida posição; no caso de uma cidade que "precisa ser holofote", São Paulo começa bem, já tem o poste.

PREFEITURA DESVAIRADA
Faça a sua devida leitura do quanto é desvairada a pauliceia em matéria de prefeitura municipal:
De 1986 a 1989 - Jânio Quadros (PTB); de 89 a 93, Luiza Erundina (PT); de 93 a 97, Paulo Maluf (PDS); de 97 a 2001, Celso Pitta (PPB); de 2001 a 2005, Marta Suplicy (PT); de 2005 a 2006, Zé Serra (PSDB); de 2006 a 2013, Gilberto Kassab (DEM/PSD) e agora, a partir de janeiro de 2013, Fernando Haddad (Lula).

JULGANDO O STF
E agora que passou a eleição, os mensaleiros condenados vão se dedicar a sua mais nova modalidade esportiva: julgar o Supremo Tribunal Federal. É o velho e surrado jus sperniandi. O Choro é livre. Melhor - e nem tem outra saída - é aguardar quietinho a sentenças e ir, desde já, preparando bacia, sabonete e toalhinha para passar as noites na cadeia. Se todos se comportarem direitinho, talvez possam até levar jornal e celular para o dormitório.

28 de out de 2012

Zé Serra não desiste.

Pronto, os tucanos não ouviram de Zé Serra aquilo que mais queriam ouvir: o adeus. Cumprindo o carnê dos derrotados numa competição, Zé Serra ameaçou uma vez mais: "Chego ao final desta campanha com essa energia, essas ideias e essa disposição, maior do que quando entrei na campanha. Me sinto revigorado”. Quer dizer, o homem é brasileiro, não desiste nunca.

Maluf e Marta fora da Pauta de Haddad

Eleito por Zé Serra prefeito de São Paulo, o hilário Fernando HaHahaddad fez o discurso da vitória agradecendo, pela ordem, à família, a seu inventor Lula da Silva, à primeira-presidenta e caba eleitoral Dilma Vana, à sua vice Nádia Campeão, ao aliado Gabriel Chalita, ao vice da República Michel Temer, ao Partido dos Trabalhadores e ao coordenador da campanha Antônio Donato.
 
Reprodução/CartaCapital
 
Não fez qualquer menção a Paulo Maluf e muito menos á ministra dos saltos dourados, Marta Suplicy. E nem precisava, eis que Marta já se antecipara dizendo à imprensa ávida e colosso que ela foi a principal razão da vitória do novo poste que iluminará São Paulo.

As siglas pelas capitais

Sabe o que vai acontecer com o Brasil depois deste domingo de 50 novos grandes e honoráveis prefeitos? Nada, absolutamente nada. O mapa do Brasil não muda; a desigualdade social não muda. Prefeito não é deputado, não conta nada para formação de bancada na Câmara Federal. Quer dizer que sigla de facção aliada é fogo amigo que queima, mata e come frito. O País continua povoado por duas espécies de habitantes: as pessoas e os políticos.
O bom do julgamento do Mensalão não ter tido efeito nenhum nas eleições, significa que em 2014 o Supremo Tribunal Federal pode continuar mandando corruptos, lavadores de dinheiro e quadrilheiros para a cadeia. Faça a leitura do resultados das capitais e veja qual foi a sigla vencedora.

BELÉM
Lá na capital do Pará, ganhasse quem ganhasse quem perdeu foi o PT desde o primeiro turno. Ganhou o imigrante Clenio Vilar, do PMN.

CAMPO GRANDE
Alcides Bernal do PP matou a pau o candidato Giroto do PMDB.

CUIABÁ
Mauro Mendes do PSB mandou às favas o Lúdio do PT.

CURITIBA
Gustavo Fruet saiu do ninho tucano e virou pedetista histórico de uma hora pra outra, o suficiente para provalecer-se do filho do Ratinho. Sua grande vitória foi contra o PT, a quem aplicou a estratégia da coalizão pra cima de Lula. Assim que assumir a prefeitura, vai terceirizar só quem é do PDT. Os petistas serão queimados pelo fogo amigo.

FLORIANÓPOLIS
Cesar Souza Júnior do PSB ganhou de braçada de Gean Loureiro do PMDB. Ninguém perguntou nada para Ideli Salvatti.

FORTALEZA
Roberto Cláudio do PSB foi eleito passando por cima de Elmano do PT

JOÃO PESSOA
O PT ganhou uma! Luciano Cartaxo é o prefeito de São Luís.

MACAPÁ
Clécio do PSOL mandou Roberto do PDT chorar na sombra que é lugar fresco.

MACAPÁ
Zenaldo do PSDB atucanou o Amapá, terra tomada emprestada por Sarney.

MANAUS
Arthur Virgílio, itamarateca e carateca deu um ippon na prtensiosa Grazziottin. Ganhou de Lula, da Dilma, de Kassab, Serra e Alckmin. E se pintasse mais alguém, derrubava também. É o cara que vai atucanar com Aécio Neves a eleição de 2014.

NATAL 
Carlos Eduardo do PDT mandou pras cucuias o candidato Hermano do PMDB

PORTO VELHO
Mauro Nazif do PSB deu capote no Garçon do Partido Verde.

RIO BRANCO
Marcos Alexandre do PT bicou o tucano Tião Bocalom.

SÃO PAULO
Zé Serra perdeu, mas não foi Lula quem ganhou.O hilário HaHaHaddad ganhou de Gilberto Kassab, o mala sem alça da candidatura tucana. A rejeição de Serra no 1° turnose chamava Russomanno Quem mais perdeu nessa corrida maluca em São Paulo foram Lula que ganhou Maluf e Dilma Vana que se premiou com Marta Suplicy. Na verdade, Zé Serra perdeu mesmo quando deu até logo ao invés de dar adeus quando tomou uma surra em 2010.

SALVADOR
O palanque da dupla Lula/Dilma Vana não mexeu com os terreiros e nem com o sincronismo baianao. ACM Neto cresceu pra acima e DEMoliu o Pelegrino do PT. O velho babalorixá vô de ACMezinho está tendo frouxos de riso.

SÃO LUÍS
Edivaldo Holando Junior do PTC mandou Castelo do PSDB para as masmorras.

TERESINA
Firmino Filho do PSDB deu os doces para Elmano Férrer PTB

VITÓRIA
Luciano Rezende do PPS atucanou o candidato do PSDB, Luiz Paulo, em nome do Espírito Santo, amém.

MISSÃO IMPOSSÍVEL
O subprocurador-Geral da República, João Pedro de Saboia Bandeira de Mello, subprocurador-Geral da República quer que o Ministério das Relações Exteriores, investigue a venda do hímen complascente da barriga-verde Catarina Miglioni, por R$ 1,5 milhão, para um japonês talado. Ele acha que pode se tratar de “tráfico de pessoas”. Dizem que há itamaratecas morrendo de oóódio e não querem nem ouvir falar em serem escalados para essa missão.

APROVEITE A OCASIÃO
A legislação eleitoral determina que ninguém pode ser preso durante a realização de eleições. Só há eleição em 50 cidades do país. O movimento nas estações rodoviárias e alguns aeroportos é enorme. Os malfeitores que assaltam à mão armada estão se deslocando para as cidades onde os que cometem malfeitos estão sendo votados. É o típico movimento do velho apelo "aproveite a ocasião".

SEM GRAÇA
Esta semana que vem não vai ter graça nenhuma. Nem discussão do Joaquim Barbosa com o Lewandowski a gente vai ter. E duvido que alguém goste do prefeito que elegeu.

DURA LEX
Com estímulo da nova Classe C cresce 20% o consumo de produto erótico no mercado. É a dura lei do troco: dadakus vira papakus. Quem sempre era comido, agora quer comer.

ATRAÇÃO
Se você pensa que Zé Serra está perdendo mais uma eleição por causa da rejeição, está redondamente enganado. Ele perdeu justamente pela enorme força de atração. Aqueles dois beijos na boca, as eleitoras ciumentas não esquecem. É o que se pode chamar de atração fatal. Quem não gostaria de beijar Serra na boca?!? Pior que isso, só comer cru um fruto do mar. Mas há quem goste.






EFEITO MENSALÃO
Não poderia acontecer nada melhor para a democracia do que o julgamento do mensalão não causar nenhum efeito nas eleições deste fausto domingão. Isso quer dizer que o Supremo Tribunal Federal não só pode, como deve julgar os processos seja lá contra quem for, em todo e qualquer momento desta democrática República. Até mesmo na semana em que se realizar a eleição para o Palácio do Planalto, em 2014. E adivinha quem serão até lá os réus acusados de corrupção, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha? Não, não precisa responder, você não se importa mesmo.

27 de out de 2012

Não vou às urnas; vou aos pés!

Domingo de decisão em 50 cidades. As ruas vão estar cheias de duas espécies de caminhantes: as pessoas e os políticos. O brasileiro vai escolher o que sobrou entre o ruim e o pior. E o mais grave de tudo é que, mais do que exercer um direito vai cumprir uma obrigação. E ai dele que não vote. Não conseguirá nem sequer ser mais do que o joão ninguém que é hoje para os políticos que se apropriaram do País. No Brasil, o voto é só o amém dos mamelucos e cafuzos à escolha feita pelos caciques e morubixabas das tribos partidárias. O voto aqui no Brasil é uma arma apontada para os pés da democracia. É um instrumento usado para satisfazer nas urnas as necessidades fisiológicas da camarilha que emporcalha a nação.

Como para os que estão entre um átimo de segundo depois dos 16 e outro pinguinho de nada de vida antes dos18 anos de idade e, porque sou usado e abusado nesse Brasil da Silva, o meu voto é facultativo. Grande coisa. Moro há mais de 35 anos em Brasília e jamais transferi meu título de eleitor de Pelotas para o Distrito Federal. Passei 35 anos entrando em fila só para justificar. Não elejo um político há quase 40 anos por pura convicção. É que eu gosto de pessoas. Hoje, em nome da lei satisfaço minhas necessidades sem ir às urnas. Prefiro ir aos pés por uma questão de saudável fanatismo pela liberdade de escolha. Quem é da minha terra e do meu tempo, sabe do que estou falando.
BRASIL E VASCO
Torcer pelo Vasco da Gama hoje é mais ou menos como torcer para o governo Dilma Vana dar certo. Nem um nem outra fazem qualquer coisa para merecer aplauso. A história do Vasco foi estragada por um timoneiro da malandragem, Eurico Miranda; a História do Brasil, ser perdeu com um semideus da esperteza, Lula da Silva. O Brasil é o Vasco e o resto é o resto.

OS MAIS IGUAIS
Enquanto o Brasil sofre um apagão atrás do outro, o ministro das Minas e Energia, político maranhense da velha guarda do bloco Marimbondos de Fogo de Zé Sarney, está de quarentena no hospital Sírio Libanês. O que é mesmo que Lobão está fazendo por lá? É político há tanto tempo lá pelas barrancas do Maranhão, por que não se interna nos hospitais de São Luiz?!? Não conseguiu nesse tempo todo de mandato proporcionar a seu curral eleitoral um hospital à altura do que existe em São Paulo? Ou então é só porque Lobão não merece o mesmo tratamento que o povo que o elege recebe. Cada político desses, tipo Lula, Mendes Ribeiro, Dilma Vana, Michel Temer que se "hospedam" nos hospitais de São Paulo, tiram o leito e a vez dos paulistanos. Lula vive e mora em São Bernardo, então que vá se tratar em São Bernardo. Ou que diga por que São Bernardo não tem um hospital que preste para ele; que Dilma Vana escolha um hospital de Brasília, onde mora; que Temer se trate em Santos, onde tem bons negócios; Sérgio Guerra, dos tucanos, é pernambucano que troque São Paulo por Recife na hora do reparo médico; que Mendes Ribeiro, procure o Moínhos de Vento, se é gaúcho de verdade... Depois não sabem por que o Brasil é um dos campeões mundiais em desigualdade social.

GUERRA SEM FIM
Os governos de São Paulo e Rio de Janeiro resolveram mostrar que são machos e decidiram enfrentar a bandidagem de rua, aquela que anda solta e não foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro só por formação de quadrilha. E trocam bala com bala.a se queixam de que andam matando policiais a torto e a torto - que o direito já tá morto - pelas ruas paulistanas e passeios cariocas. O equívoco dos donos do poder no Rio e São Paulo inventou uma guerra que agora não sabe como vai terminar. O cidadão de bem que inclusive vota nesses pulhas é quem vive atrás das grades. E ai de quem sair, depois das sete da noite para comprar pão na padaria da esquina.

FEUDORENTOS
Estopim do escândalo do mensalão, a Empresa de Correios vira feudo do PT. Após comando do PTB e do PMDB, desalojados após denúncias de corrupção, petistas dominam a estatal. Pronto, agora você já sabe porque o Sedex atrasa e a sua carta não chega. E tem quem diga que até o selo anda meio desparecido do mercado. E se interessa saber, o mal dos Correios é o mesmo da Petrobras e qualquer outro ninho de terceirização desses que, desde o tempo de Lula, não devem ser privatizados. Você entende, né não?!?


HISTÓRIA DE DIRCEU
Os advogados José Luís de Oliveira Lima e Rodrigo Dall'aqua que defendem Zé Dirceu entregaram ao STF um memorial sobre o processo do Mensalão pedindo que no cálculo da pena os ministros levem leve em consideração a história de Dirceu. E defendem assim o seu cliente como se biografia fosse álibi para a delinquência. O Mussolini era bonzinho até que virou quem virou; o Stálin era um amor de criancinha, ficou pior quando cresceu; Hitler era bom, só não gostava de ser contrariado; Judas era amigo de Cristo, até se vender por 30 dinheiros... História tem começo, meio e fim.

VAI!
Aquele militante do PT nunca roubou, não corrompeu, não foi corrompido, não prevaricou, não coalizou nem foi coalizado, não terceirizou nem foi terceirizado, tudo que prometeu ele cumpriu... Até agora não entende porque foi expulso do partido.

RELATÓRIO EM BRANCO
Mais um ano de governo Dilma Vana está chegando ao fim e, uma vez mais, nenhum ministério apresentará o relatório anual de atividades. Ninguém sentirá falta. Quem está acostumado não estranha. Até porque, quem nada fez, nada tem para mostrar.

ENTÃO TÁ
Lula é mesmo impagável. Quer dizer, é pagável sim. O que Lula é, mesmo, é um tremendo cara de pau. Num comício em Salvador, espinafrando ACM Neto para ver se ganha a prefeitura de lá, vituperou no palanque tipo trio elétrico: "O povo não merece político mentiroso!". Ah, bom.

Brasil, uma comédia de Beaumarchais

Cansado de uma semana corrida fui cedo ontem para a cama. Antes passei pelas estantes do meu pequeno depósito de livros. Fui me deitar com o Le Marriage de Figaro, uma comédia de costumes em cinco atos, escrita por Beaumarchais. Fiquei na "orelha" da obra que adormeceu a meu lado:

"Fingir não saber o que se sabe e fingir que sabe o que não se sabe; fingir entender o que não se compreende, não ouvir o que se escuta e poder mais do que está nas próprias forças; manter como segredo o que já não é segredo;parecer profundo quando não se é outra coisa do que pura vaidade; representar melhor o pior papel de um personagem; semear espiões e pôr traidores e mercadores a soldo; enobrecer a pobreza dos meios com a importância dos fins: eis aí a política."

O parisiense Pierre Augustin Caron de Beaumarchais escreveu o Casamento de Fígaro, em 1778. Não vou seguir hoje com a leitura. Já sei do que se trata: Beaumarchais vai tratar como comédia o que 234 anos depois é só uma sequência banal de escândalos no meu país.

26 de out de 2012

Gurgel quer os passaportes dos mensaleiros


Já não é mais só conjetura nem apenas especulação. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que determine a apreensão dos passaportes dos condenados no Mensalão. A medida, preventiva, tem o objetivo de evitar que os réus fujam do País para escapar da prisão.

Os brados  retumbantes de inocência e os anúncios de Zé Dirceu e Zé Genoíno de que não fugirão da raia, não comoveram o procurador que não quer nem de longe correr o risco de sair procurando os mensaleiros por aí afora. Tanto como o Supremo considerou que eles mentiram ao se defenderem das acusações de corrupção e formação de quadrilha, Gurgel acha agora que eles podem estar repetindo a dose, ao dizer que estão preparados para cumprir cadeia.
BRASIL, APAGÃO SEMPRE MAIS
E Dilma Vana tripudiou às vésperas de subir a rampa: "Brasil, Apagão nunca mais!". Com este que escureceu Tocantins e mais oito estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste são quatro em 36 dias. Isso quer dizer, nada mais, nada menos de um apagão a cada nove dias. É pouco ou quer mais para chamar esse governo de mentiroso?!? E sabe qual foi a desculpa do Ministério das Minas e Energia? A culpa foi de um raio. É a revolta da natureza outra vez. Então, faz o seguinte: chama a Defesa Civil que sempre chega depois de tudo; bem na hora que o governo gosta.

PASSA O PASSAPORTE
Salvatore Cacciola, o banqueiro fura-bolo-mata-piolho e o médico garanhão, Roger Abdelmassih, assim que deu no jeito deram no pé. Se escafederam do País. Os corruptos e quadrilheiros condenados, Zé Dirceu e Zé Genoíno já disseram que vão permanecer no Brasil. Como sua palavra vale quanto pesa, o STF está dando um jeito de confiscar desde já seus passaportes.

PEGA O DELE
Lá por início de janeiro, o Supremo já pode ir pensando em botar a mão no passaporte diplomático do Capeta de i tutti cappi. Assim que apertar o cerco ao seu redor, ele dá no pé, coo sempre faz em horas de aperto.

E O PAC CONTINUA
Essa banda bandalha não tem mesmo medo de ser feliz. O TCU acaba de embargar ponte do Dnit por superfaturamento de R$ 77 milhões. O tribunal mandou anular a licitação da obra sobre o rio Araguaia, incluída no PAC.

PREFEITO RESERVA
Justiça Eleitoral decreta petista Jorge Lapas como prefeito eleito de Osasco. A impugnação da candidatura do tucano Celso Giglio foi confirmada e não haverá segundo turno na cidade. Bem feito para o tucano, mas Osasco também não merecia isso. Vai ser governada pelos próximos quatro anos por um prefeito reserva. É como entrar em campo com o segundo time.

PERSEGUIÇÃO
Os traficantes de armas estão mais possessos com os ministros do Supremo que os advogados de defesa dos mensaleiros. Agora eles deram para dizer que formação de quadrilha não precisa de arma. Se fosse no setor automotivo, certamente, reduziriam o IPI. Isso já é perseguição.

ANOS DE LULA
Lula faz aniversário neste sábado. Faz 67 anos que nasceu nu e analfabeto. Se tivesse nascido com roupa e letrado, jamais teria sido presideus da República.
Dia desses, os administradores do blogger fizeram algumas atualizações e, como toda mudança, mesmo que seja para melhor, piora. Perdi uma das ferramentas de inserção de gadgets na face do Sanatório da Notícia. Por isso não tenho inserido, pelo menos semanalmente como o vinha fazendo, o Blog do José Cruz. Bateu saudade e eis aí a edição de hoje. Não perca. Leia num sorvo só, o Cruz vai no rim, uma vez mais. E a pandilha tá nem aí...


O mensalão, os políticos e as emoções do esporte

José Cruz

Volto ao Mensalão, o fato histórico do Superior Tribunal de Justiça (STJ), e repercuto no nosso ambiente de discussão, como fiz há alguns meses: há mensalão no esporte?

Por “mensalão” entenda-se não só o dinheiro pago a parlamentares para que se curvassem diante das vontades do Palácio do Planalto, mas a roubalheira de grana pública por “quadrilhas”, como concluíram os ministros do Supremo Tribunal Federal.

Por exemplo:

A Controladoria Geral da União determinou a devolução de R$ 50 milhões do programa Segundo Tempo porque o dinheiro não chegou ao seu destino. Então, quem ficou com a grana? Quem pagou o quê com o dinheiro que não lhe pertencia?

E se a Polícia Federal de Juiz de Fora constatou que R$ 2 milhões do programa Pintando a Cidadania foram desviados, quem se beneficiou dessa quantia?

O cara da “quadrilha” de lá foi encontrado? Quem é ele? Quando conheceremos o sujeito que embolsava a grana que não era sua, mas do poder público?

E os R$ 2 milhões da Federação Paulista de Xadrez, para o Segundo Tempo, que não foram aplicados como previa o programa, já voltaram ao Ministério do Esporte? E quando o Tribunal de Contas da União concluirá o relatório sobre falcatruas no Pan 2007?

Relembrando, aquele derrame de R$ 3,4 bilhões, há cinco anos, levou o ex-relator, Marcos Vilaça, a declarar que “faltou planejamento motivando improvisos e desperdícios”. Mas até agora tá tudo limpo, e a discussão principal, hoje, é sobre a proximidade do título do Fluminense e a queda iminente do Palmeiras. As emoções estão aí, no esporte.

O Brasil, lamentavelmente, é farto em corrupção e não há tempo para se acompanhar caso a caso, porque outro, maior, estrondoso, surge em seguida. É o que os ministros do STF chamam de “trama criminosa”. Sem fim, como se vê.

E tudo isso que narrei ocorreu apesar de o ex-ministro do Esporte, Orlando Silva, ter afirmado que não havia provas de corrupção em sua gestão. Como se as constatações e determinações da CGU e TCU não fossem provas oficiais.

O crime está, também, em ser frouxo na fiscalização, facilitando a ação dos gatunos.

Se o ex-ministro tivesse tempo, suas explicações sobre esses casos seriam oportunas.
Mas não! Orlando Silva, derrotado nas urnas para a Câmara de Vereadores de São Paulo, está em campanha para eleger o prefeito do PT.

Com isso, ele poderá se candidatar a um espaço na Secretaria de Esportes e, lá, fazer campanha para a próxima eleição à Câmara dos Deputados, atrás de bom salário e imunidade parlamentar.
Política é assim, dinâmica. Depois, o STF que se vire.

Ano ruim de Thomaz Bastos

Márcio Thomaz Bastos esteve para os governos Lula, assim como Golbery do Couto e Silva esteve para os governos militares. Não chegou a tanto; foi um aprendiz de feiticeiro. Assim mesmo elucubrou o primeiro esboço da volta da censura à imprensa que agora é perseguido insistentemente pelo PT sob o codinome de Marco Regulatório das Comunicações.

Reprodução/Coluna Radar 
Thomaz Bastos, posando de intelectual das letras jurídicas. Tomara que passe logo este aziago 2012. E que 2013 seja igualzinho.

Como ministro da Justiça de Lula, ganhou fama e projeção e seu maior feito foi ter convencido Fernando Henrique Cardoso a não provocar uma "crise institucional" que pudesse trazer de volta a ditadura, caso saísse o impeachment de Lula em 2005, quando estourou o Mensalão.

Este ano de 2012 é o ano do cão para Thomaz Bastos, guru de boca cheia de dentes dos advogados que defendem os mensaleiros. Não deu uma dentro.

Reprodução/iG
Abandonou Carlinhos Cachoeira na Papuda, de onde não conseguiu tirá-lo nem mesmo depois de impetrar 200 habeas corpus; foi derrubado e levou com ele os mensaleiros que defendeu no Supremo e agora mesmo deu com os burros n'água com Thor, o super filho de Eike Batista, o mais rico dos brasileiros amigos da Receita.

Não colaram os argumentos para reaver a carteira de habilitação do garotão que foi atropelado em alta velocidade pelo piloto de uma possante e veloz máquina mortífera que é conhecida pelo nome de bicicleta. O ciclista morreu. O bólido de Thor, infelizmente, saiu avariado.

A Justiça determinou que Thor não tem habilitação e não pode dirigir nem aqui, nem em Cachaprego. Pelo menos até o próximo habeas corpus de Thomaz Bastos.
NUNCA MAIS?!?
Mal passaram 30 dias do último apagão e lá está o Nordeste de novo às escuras. Desta vez não está sozinho, a escuridão se espalha pelo Norte e Centro-Oeste. Sobrou até para boa parte do Distrito Federal. O decaído ministro Lobão e sua alcateia, não sabem ainda que desculpa vão dar agora. Da primeira-presidenta-caba-eleitoral, depois de seu brado retumbante de "Brasil, apagão nunca mais!", só se espera que não levante a voz para gritar na nossa cara "Brasil, Mensalão nunca mais!". Já se sabe o que isso quer dizer.

ZÉ EM CUBA
Baixou ao corpo de Zé Dirceu, o espírito de guerrilheiro de bala perdida: "Serei prisioneiro político de um julgamento de exceção". O corrupto e quadrilheiro condenado pela democracia - e que ainda nem sabe o tamanho da cadeia que vai pegar - pensa que ainda está em Cuba, ilha refúgio de suas temporadas de férias.

RIVALIDADE
Em São Paulo, ao correr deste ano, já fuzilaram 86 policiais. Isso quer dizer um policial morto a cada quatro dias. No Rio de Janeiro, além da troca permanente de balas perdias que acertam traficantes, policiais e a população inocente, agora começaram a matar políticos. Ontem foi a vez de um vereador, em Niterói. Cá pra nós, estava na cara que essa rivalidade entre Rio e São Paulo não poderia mesmo acabar bem.

QUE PENA
O Mensalão será retomado somente no dia 7 de novembro, mas já se sabe que a pena  do ex-sócio de Marcos Valério pode chegar a 14 anos de prisão. Que pena. Deveria ser muito mais.

É ELE
O velho parceiro de tantas jornadas, Eduardo Campos, é tido e havido, até pela revista inglesa The Economist desta semana como o mais forte concorrente de Dilma à Presidência da República em 2014. Notícia de ontem. Até Dilma Vana já sabe que o seu mais forte adversário é o seu próprio criador e atende pelo codinome de Lula.

Profissional

Reprodução/iG
 
Catarina que vendeu a virgindade por R$ 1,5 milhão: "Fazer sexo é normal, Não?"... É. E vender o aparelho para uso externo é a mais antiga profissão do mundo.
 

CADÊ A FAXINEIRA?
Antonio Palocci voltou a ser um dos conselheiros do governo Lula/Dilma Vana. Não demora nada, dependendo do grau se simpatia, os outros varridos - que de loucos não têm nada - podem voltar à ativa. Você ainda lembra deles? Alfredo Nascimento, dos Transportes; Wagner Rossi, da Agricultura e Negócios Agropeculiares; Pedro Novaes, do Tunguismo e Lençóis; Orlando Silva, do Segundo Tempo; Carlos Luppi, o da banca que só sairia à bala. E, além de Erenice Guerra, a amiga do peito e de Jobim que saiu porque forçou a barra antes que um caça Rafale caísse sobre sua cabeça,  tem também os que Dilma Vana apenas espanou, ao invés de varrer: Gleisi Hoffmann, a que desenFurnou; Negromonte, o Mário detrás do armário; Ideli Salvatti, a pagadora de lanchas-patrulha... E os de terceiro escalão, tipo Felipe Denucci, afilhado de Mantega, que se surpreendeu com R$ 25 milhões no nome de seu protegido em contas offshores em paraísos fiscais... Cadê a faxineira, cadê? E cadê a punição para essa ratatulha?!? Se revirar direitinho essa rede de crime organizado, o Mensalão vira - como diria o condenado Delúbio - piada de salão.

CARA NO CHÃO
Arthur Virgílio deixou o cabo Lula e a caba Dilma Vana, com a cara no chão. Foram ao Amazonas mostrar prestígio e estão tomando capote nas intenções de votos, levantadas por institutos em pesquisas científicas. É que de tanto usarem esse tipo de dados para mexer com a opinião pública, eles acabam acreditando em tudo que dizem. Já se convenceram, inclusive, que no domingo HaHaHaddad vai livrar quase 30% de diferença sobre Zé Serra, o Teimoso. A propósito, no Rio Grande do Sul, Fortunatti não tomou conhecimento até agora da visita da dupla dinâmica Lula/ Dilma Vana por lá. Outro capote.

POVO FELIZ
Ainda bem que o julgamento do Mensalão não afetou em nada as eleições deste faustoso domingão. Isso prova que a estratégia de coalizão empregada por Lula para comprar partidos e aliados deu certo. A cultura da esperteza tomou conta do povo brasileiro. Com isso, Lula consolida sua posição de 1° lugar no ranking dos governantes mais perniciosos que o Brasil já teve. Vida de gado; povo feliz.

25 de out de 2012

BABA
Como se não bastasse a seleção da CBF ter Mano Menezes como treinador, o brasileiro ainda tem que aguentar os resultados dos times brasileiros naquela baba de Copa Sul-Americana, porta dos fundos para a Libertadores da América... É assim que dá para entender porque o Fluminense é lider isolado, nove pontos à frente do segundo colocado no Brasileirão.

FOGARÉU AMIGO
O PT nunca mais deixou Zé Dirceu repetir a frase-conceito que ele cunhou assim que assumiu a chefia da Casa Civil e da quadrilha dos mensaleiros "Este é um governo que não rouba e não deixa roubar". Por que será?!? Afinal, Luiz Erário da Silva sempre disse, depois que já não dava mais para negar as falcatruas continuadas dos seus anos como proprietário do Brasil, que "nunca antes nesse país" algum governo mandou investigar tanto a corrupção... O diabo é que os corruptos, lavadores de dinheiro, quadrilheiros e mensaleiros eram todos do seu próprio partido e das facções aliadas.

INDULTO
Apesar do esperneio e do chororô de Zé Dirceu, Dilma Vana não deu um pio até agora sobre a sua condenação. Não se espantem se pintar no pedaço o tal de indulto presidencial. Afinal, uma biografia como essa que Dirceu alardeia, não pode simplesmente de um dia pro outro ver o sol nascer quadrado. Dilma Vana pode até nem querer, mas Lula manda muito mais que um poste iluminado no Palácio do Planalto.

LULA, O CHACRINHA
Assim que o julgamento do Mensalão acabar, a oposição pedirá sua continuidade. O alvo é Luiz Erário Lula da Silva. Os partidos da oposição estão concluindo um requerimento que será levado ao Ministério Público (MP) pedindo a retomada de investigações contra esquema do mensalão. Os opositores acordarm sete anos depois e acham que, assim como Zé Dirceu foi condenado porque, mesmo se fazendo de tonto tinha o "domínio dos fatos" e era o capataz da chacrinha, Lula não é nem nunca foi o pateta que quer parecer agora e, mais do que sabia de tudo, comandava a massa e balançava a pança.
JUS SPERNIANDI
Condenado como corrupto e "chefe da quadrilha", Zé Dirceu insiste em se dizer "preso de um julgamento de exceção". Exceção era o que ele queria e pensava que iria levar. Agora é tarde, Inês é morta. O choro é livre e o "jus sperniandi" também. Zé Dirceu usa o mesmo argumento de todos os presidiários: é inocente.Imagine se fosse culpado.
ELA VOLTOU
Aleluia! Depois de duas noites e dois dias sem ligação com o mundo, a OI! me devolveu a linha telefônica e a internet. Numa emergência de 48 horas eles conseguiram refazer um "cabo" que havia - sei lá! - despencado, rebentado, se revoltado ou coisa parecida. O mundo sem internet é outra coisa. A gente fica bem mais nervoso.

PREGUIÇA
Penas a Valério devem virar parâmetro. Celso de Mello é um dos ministros do STF que defende esse critério para acelerar a fase final do julgamento. Que foi que a gente falou? Bateu preguiça.

REPENTINA BONDADE
Tomado de repentina bondade, o Supremo Tribunal Fedefral decidiu que empate favorece o réu. Essa preguicite aguda simplesmente livra três réus no julgamento do mensalão, além de atenuar as condenações de Costa Neto e outros similares em tudo e por tudo.

IGUAL A SEMPRE
Barbosa e Lewandowski embarracaram o Supremo uma vez mais: bateram boca na hora de fixar penas a Marcos Valério. Não há nada como um dia depois para um dia ser igual ao outro.

LARGO CONFINAMENTO
Vem recesso por aí no STF. Sabe quando essa pandilha de corruptos, lavadores de dinheiro e quadrilheiros vai dormir no presídio? Só para lá da metade do ano que vem com um pé no 2014. O úncio tipoo de confinamento que eles podem sofrer agora é o confisco dos passaportes desses condenados. Só assim eles ficam presos dentro do Brasil que, de pequeno, não tem nada.

REFORÇO
Bonzinho esse ditador da Síria. Decretou anistia geral para os presos no país. Menos para os dissidentes . Quer dizer, mandou soltar a bandidagem. Um reforço para as suas tropas.

O MANDO
Ney Franco que já era um mau reserva de Mano Menezes, o que não entende bulhufas bateu de frente com Rogério Ceni. O goleiro queria Cícero em campo para ganhar o jogo de um timinho de Lojas e o suplente de Mano botou Wiliamm José que não joga nada. Resultado, zero a zero. Para a imprensa Ney foi franco: "o treinador sou eu; quem manda sou eu". Então, tá. Logo a gente vai saber.

QUE PENAS
Marcos Valério já tem 40 anos de cadeia nas costas. E, para ficar em regime fechado, ainda vai ter que devolver quase R$ 3 milhões para as burras públicas. O Supremo define hoje o tempo final da sua pena. Zé Genoíno deve pegar bem menos que isso, mas Zé Dirceu pega bem mais que Genoíno. O resto é o resto.

TEMPORADAS
Joaquim Barbosa vai para a Alemanha reforçar a coluna que dói pra burro mas não se dobra. É só uma temporada médica para voltar firma e forte para a temporada de caça ao Capeta de i tutti capi, quando voltar. Lula deve estar rezando para que dê tudo certo para o ministro por lá.

A TEMPORADA
Na volta de Joaquim Barbosa, ele assume os trabalhos de presidente do Supremo Tribunal Federal. A temporada promete. Seu vice é, ninguém mais nem menos, do que Ricardo Lewandowski.

SEM MANDATO
As condenações que já têm por cima, são o bastante para tirar o eventual mandato de Zé Genoíno. Como segundo suplente, ele poderia assumir o cargo de deputado que um prefeito do interior paulista lhe deixaria no ano que vem. Nesse ritmo, Genoíno vai acabar vivendo apenas da bolsa-anistia e uma que outra aposentadoriazinha.
 
TANTO FAZ
O PSB entrou com tudo na briga pela presidência da Câmara. O presidente do partido, Julio Derlgado quer que a sua facção assuma o cargo assim que acabe o 2º turno das eleições. Seja lá quem for, tanto faz, não será melhor nem pior do que o gaúcho Marco Maia, "segundo metalúrgico presidente do Brasil", ainda que por um ou dois dias. 

JOBIM NA ITÁLIA
Tá o maior auê na Itália o escândalo da venda de armamento ao Brasil e Panamá com uma “taxa de sucesso” paga a parlamentares e a Claudio Scajola, ex-ministro de Desenvolvimento do governo Silvio Berlusconi. Paolo Pozzessereal, ex-diretor do grupo Finmeccanica, que vendeu 11 fragatas à Marinha do Brasil, está preso. Suspeitos andaram citando o nome de Nelson Jobim, que foi ministro da Defesa de Lula. É só o que falta agora Jobim entrar no time dos que tinham "domínio do fato". No negócio de compra e venda dos caças Rafale, transado por Lula e Sarkozy, Jobim tirou o corpo fora. Depois, como a coisa continuou pelo governo Dilma Vana adentro, Jobim deu um jeito de enquadrar duas ministras do time da primeira-presidenta e conseguiu ser defenestrado.Saiu assim à francesa, pela fenétre da frente.

ONG?
Há por aí uma ONG dos Sem-Mídia. ONG, como se sabe, é uma organização não-governamental. Do que sobrevive a organização? Se recebe dinheiro público, não vale; de facção partidária, também não. Se não se enquadra em nenhum desses dois casos, então não é ONG. No Brasil, ONG que se preze tem grana governamental, ou morre por baixa-estima.

CONTEXTO
Toda vez que se levanta da poltrona que conseguiu sem qualquer notório saber, Dias Toffoli mais se parece com o lendário "cavaleiro de triste figura". Os mopínhos não se movem com o vento que ele bafeja. Seu melhor discurso, desde que chegou ao Supremo pelas mãos do semideus, foi no outro dia durante este julgamento do Mensalão: "Acompanho o revisor". Não errou nada no texto; só no teor.

PRAGA
Estava tão xarope a sessão de ontem no Supremo que passei a assistir pedaços do jogo Real Madrid x Borússia Dortmund. Aquele Lewandowski deles lá é tão ineficaz no ataque quanto o Lewandowski daqui é na defesa. Ambos, no entanto, são muito esforçados. De qualquer maneira, Lewandowski aqui e Lewandoswski lá é demais. Até parece praga.

24 de out de 2012

IPI REDUZIDO POR ACASO
Não, não foi por nada; foi pura bondade. Dilma Vana estava, por acaso, na feira do automóvel em São Paulo e lhe deu na telha assim de repente, não mais que de repente: prorrogou o IPI reduzido para o setor automotivo até 31 de dezembro. O estimulante que anima as compras venceria no fim deste mês. As eleições, por coincidência, são neste domingo que vem. Ah, o seu carro usado... É um trambolho.

ADIVINHOU
Bem que você me disse que o Lewandowski voltaria a irritar Joaquim Barbosa na barra do Supremo. Você é pitonisa, tem bola de cristal, é adivinhão, ou o quê?!?

FOI BOM
Cutucado por Lewandowski que conseguiu o amém da maioria para aplicar penas mais reduzidas a Marcos Valério, Joaquim Barbosa mostrou irônica curiosidade: "Vossa Excelência advoga para ele?". E justificou sua sentença: "Na prática, Valério não cumprirá seis meses dessa pena (de três anos, um mês e 10 dias)". Condoído e magnânimo Lewandowski rebateu: "Nas minhas contas, a pena já passa de duas décadas. Vossa Excelência acha pouco?". Pena que ficou só nisso. A pena não, a discussão entre os ministros. Marcos Valério por enquanto pegou mais de 20 anos e uma multa de R$ 1,6 milhão.


BONDINHOS
O Bondinho do Pão de Açúcar faz 100 anos. E o Ziraldo 80. Não, isso não quer dizer que
faz 80 anos que Ziraldo anda de Bondinho. Nesse meio tempo ele criou o Menino Maluquinho e pegou uma boa bolsa-anistia, porque o Pasquim quebrou durante a ditadura militar. Agora tem coisas que intrigam, né não? Quem diria que os bondinhos de Santa Tereza cairiam e o do Pão de Açúcar ficaria na dele?!?

CATARINA
Muito chateada, a mãe da catarinense que vendeu a virgindade por R$ 1,5 milhão a um japa de grandes dotes diz que a filha não vendeu a coisa por dinheiro. Que nada, foi por amor. Ela vai ficar com a barriga verde de rolar de paixão pela grama do jardim da felicidade.

A OPOSIÇÃO QUER LULA
A oposição acordou sete anos depois e agora quer investigação contra Lula logo após o fim do julgamento do Mensalão. Os inertes partidos de oposição parece até que caíram da cama, já estão preparando um requerimento para enviar ao Ministério Público pedindo a retomada de investigações contra o esquema do mensalão que Lula prometeu mostrar que era uma farsa e não cumpriu. Tendo como porta-voz o senador Álvaro Dias, a oposição quer que as denúncias de envolvimento do então presidente Lula sejam devidamente observadas pelo Ministério Público. E diante dos holofotes, Dias empostou a voz falou e disse: "Todos sabem que o mensalão não é só o que foi julgado, é muito mais e precisamos alargar o processo para alcançar a totalidade dos responsáveis pelo esquema".

SEM NOÇÃO
Vanucci, o abridor de armários, ex-ministro da Secretaria Nacional de Direitos Humanos está chamando o Mensalão de julgamento de exceção. Ele diz que Zé Dirceu e Zé Genoíno serão considerados presos políticos. O cara é sem noção. Uma coisa é guerrilha contra a ditadura, outra é corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha contra a democracia.
QUEDA PARA O ALTO
O Ministério Público aprovou abertura de inquérito contra o ex-senador Demóstones Torres. Quando tudo acabar ele será um reles serventuário da Justiça aposentado. Mas continuará amigo de Carlinhos Cachoeira. Isso não tem preço.

LIDERANÇA
Ah sim, não coloquem Fernandinho Beira-Mar e Carlinhos Cachoeira juntos no mesmo presídio. Não haverá "estratégia de coalizão" que os torne aliados. Cada qual quer mandar mais na cadeia.

MAL COMPARANDO
O colunista Guilherme Fiuza, da revista Época compara na edição desta semana o hilário Fernando HaHaHaddad com o palhaço Tiririca. Ele lamenta que a cidade de São Paulo, que já elegeu Clodovil e o palhaço Tiririca, esteja prestes a colocar na prefeitura Fernando Haddad. Isso já é perseguição. O Tiririca não merece esse desaforo. HaHaHaddad não consegue ser  o político que Tiririrca vem sendo e muito menos ter a graça que o palhaço sempre teve.

O 13
O Supremo descobriu que "a quadrilha tinha 13 membros". Tirando Zagallo fora da política, esse número quer dizer alguma coisa?!?
CATARINA SAIU GANHANDO
Terminou nesta manhã de quarta-feira(24) o leilão pela virgindade da brasileira Catarina Migliorini. O lance mais alto foi de US$ 780 mil, mais de R$ 1,5 milhão. Seis pessoas disputavam a virgindade da garota no site 'Virgins Wanted': três americanos, um australiano, um indiano e um japonês. O japonês deu o lance mais alto. A virgem catarinenses saiu ganhando de tudo que é jeito. Vai levar uma grana alta e nem vai doer nada. Zaponês pequeninino, né?!?

ELENCO POBRE
Os reservas do Palmeiras levaram uma trigina na Colômbia. Perderam por 3 x 0 do Milionários. O jogo serviu apenas para o Palmeiras mostrar que além de não ter time, seu elenco é pobre.

CANA MESMO
As penas de Marcos Valério chegam a 11 anos. Dentre aspunições, ele pegou 2 anos e 11 meses por formação de quadrilha, e 4 anos e 1 mês por corrupção. Isso quer dizer o seguinte: vai pra regime fechado.

URNA NÃO ABSOLVE
O PT, sem medo de ser feliz e sem vergonha de ser o partido do Mensalão, aposta todas as fichas na eleição de São Paulo. É a tábua de salvação num mar de lama. Quem matou a pau essa vergonheira foi o ministro Celso de Mello, decanono  do STF: "Urna não absolve deliquentes".






O INDULTO VEM AÍ
Deu pane na conexão com a internet na minha região. Fico de carona e bem devagar até pelos menos seis horas da tarde, conforme a moça de voz bonita e burra da gravação que me atendeu ao telefone. Em todo caso, fica no ar o alerta: preste atenção para os desfecho do Mensalão. Os corruptos, lavadores de dinheiro e quadrilheiros condenados estão à beira de um belo indulto presidenmcial. Quem viver verá.

23 de out de 2012

IIndulto presidencial, o 1° passo da grande caminhada

MAO COMO UM PICA-PAO

Há coisas que ficam atrás da moita nessa mixórdia geral em que o Brasil se transformou nesta última década. Por exemplo, a condenação por formação e chefia de quadrilha que o Supremo aplicou em Zé Dirceu, lhe tirou a chance de dar o golpe do indulto presidencial.

Foto/STF/Div
Ele já está até "preparado para ser preso", porque sabe muito bem que Dilma Vana pode ser a melhor corretora de Lula para efeito de terceirizar ministras e coalizar partidos, mas não é doida  e nem tem instinto suicida.

Indultar Zé Dirceu e seus comparsas, mais que um tiro no pé, seria a sua morte súbita eleitoral para 2014. Não duvidem, no entanto, que Luiz Erário Lula da Silva - só por isso e até por isso mesmo - pressione por baixo dos panos o Juca, advogado de  Dirceu, o ex-chefe da Casa Covil e hoje condenado por corrupção e formação de quadrilha; Não aposte uma caixa de fósforo vazia que, na moita, Lula não seja capaz de induzir o ilustre causídico a encaminhar pedido de indulto à primeira-mulher-presidenta-caba eleitoral Dilma Vana. Não é nada, não é nada, este seria um bom empurrão para o primeiro passo da grande caminhada rumo à rampa do Palácio outra vez. E assim se saberá que o Capeta é Mao que nem um pica-pao!
IN DUBIO UMA OVA!
Se o STF decidir hoje pelo conceito in dubio pro reo como critério para absolver os réus em caso de dúvida, é porque deu preguiça. Essa história de in dubio pro reo vale para ações penais e criminais. O Supremo não é Vara criminal. E nem se trata de dúvida nenhuma no STF. O que acontece é que cinco ministros condenaram e cinco absolveram. Quem absolveu, o fez com absoluta convicção; quem condenou, também. Qual é a dúvida? Isso é um empate em 5 x 5. In dubio pro reo é preguiça!

Vem aí o PAC da Maledicência

Não se iluda. Lula não é de engolir sapo e ficar sem coaxar. O troco vem aí. Até porque nem chega a ser tão troco assim; é mais uma novo artifício de autodefesa, já que - uma vez engaiolada ou não a quadrilha de corruptos que ele não sabia e não via - será chegada a sua hora de refutar a teoria do "domínio do fato".

Bolas, a conta - mesmo pela matemática do MEC de HaHaHaddad - é simples: se Dirceu, seu subalterno e cão fiel foi condenado por ilações que o apontavam como chefe da quadrilha, é evidente que o chefe do chefete também tem tudo para chegar ao mesmo triste fim.

Tem tudo para ter o mesmo fim, pelo "domínio do fato", sem necessidade de prova provada - até porque esperto que é mais esperto que aqueles que lhe dedicam "fidelidade canina", não deixa pistas, não deixa rastros, não passa recibo, não deixa digitais por extenso em cartório.

Então, vem aí - fantasiado de defensor e paladino dos ricos oprimidos - um Lula indignado, brandindo a arma mais letal que ele pode usar muito além de sua língua ferina e desprendida: a desqualificação dos seus oponentes. É a sua arte marcial preferida.

Cada ministro que ele próprio indicou para a mais alta corte de Justiça do país, será o alvo perfeito para as suas estocadas. Eles pagarão caro a ousadia de não terem se juntado à máfia estatal e nem se ajoelhado em oblação agradecida e eterna ao seu grande padrino. 

Assim que termine a eleição e comece a campanha "Volta Lula" cada ministro do Supremo Tribunal Federal há de começar a sentir na própria pele a força do carvão de pedra; a chibata feroz da descontrução moral, prática habitual de quem não admite contestações, nem qualquer tipo de oposição.

Os supremos ministros do STF que se cuidem. Eles que tomem tento. Porque Lula, o bonachão, o repentista engraçado, o metalúrgico presideus é do tipo que não engole sapo sem coaxar. Não vai querer deixar nessa obra de demolição, nesse PAC da Maledicência, pedra sobre pedra.

Ele é bem como diria o meu mano Renato, O Gordo - filósofo intuitivo e mordaz que se foi cedo demais desta vida, quando falava de qualquer um metido a dono do mundo:

- Hitler era bom... Só não gostava de ser contrariado!

RODAPÉ - Os ministros de Adolf Hitler tinham orgulho de se apresentar dizendo: - O cão é o melhor amigo do homem. Eu sou o cão fiel do Füher! Ao que o vaidoso e enlouqecido fenômeno popular retrucava: - E eu sou o homem!

Bola fora

CAIXINHA DE SURPRESAS
No Brasileirão pintado de Brasileirinho pelas tintas de Mano Menezes que desfalca os clubes e deixa a reborreia para quem paga ingresso nos estádios, o Palmeiras está para escapar do rebaixamento, assim como o Atlético de Minas está para ser campeão nacional. Tudo pode acontecer, inclusive nada. Sabe como é, o Fluminense está para o título, assim como o Bahia está para o G-4. O futebol é uma caixinha de surpresas.

PENALIDADES
Luiz Fabiano, o tanque Fabuloso que sobrou depois das aposentadorias de Ronaldo Fenomenal e Adriano Imperador, acha que fez uma grande coisa perdendo dois pênaltis numa semana. Besteira, o Neymar fez isso mesmo bem antes dele.

PALMEIRAS
Hoje, pela Sul-Americana, atalho para a Libertadores, o Palmeiras enfrenta o Milionários na Colômbia. Vai desfalcado. Não se sabe bem de quem. No Palmeiras todo titular tem jeito e jogo de reserva. Enquanto isso, só pensa naquilo: escapar da segundona.

FABULOSO PODE JOGAR
Luiz Fabiano foi absolvido pelo Tribunal de Justiça Desportivo. Sua simulação foi tão ridícula quanto suas últimas atuações. Ao escapar da suspensão, Luiz Fabiano já pode entrar em campo e desfalcar mais uma vez o São Paulo no próximo compromisso pelo campeonato brasileiro.

DESFALQUES
Pensando bem, os mensaleiros do governo Lula acharam que política é igual a futebol, onde os desfalques nas escalações não merecem punição.

TÊNIS NA BASILEIA
No tênis, jogando em casa,m na Basileia, Suiça, Roger Federer estreoui com vitória. Ele já venceu cinco títulos na Basileia - 2006, 2007, 2008, 2010 e 2011. Agora espera o seu próximo adversário que pode ser o brasileiro Thomaz Bellucci, misto de Rubinho Barrichello, Felipe Massa e Bruno Senna no tênis mundial.
É BOM PREVENIR
A duras penas, agora vêm as penas. Marcos Valério vai pegar mais de uma década; Delúbio pega um monte; Os Zés Genoíno e Dirceu pegam coisa de três aninhos, em regime semiaberto, daqueles de passar o dia na rua e só dormir na cadeia. Assim mesmo é bom levar bacia e toalhinha.

ERA SÓ O CHEFE
Zé Dirceu: "Nunca fiz parte nem chefiei quadrilha". Que esperança! Ele era só o chefe da Casa Covil da Presidência da República dos Calamares. Então, era só um dono-de-casa. Tipo assim cabeça-de-casal dos que habitavam o Palácio do Planalto.

SERRA x HAHAHADDAD
À beira da derrota, Zé Serra perde para ele mesmo. Sua vaidade está entregando São Paulo para uma das mais bizarras e hilárias figuras da Era Lula: Fernando Hahahaddad, o pior ministro da Educação que o Brasil já teve até chegar Aloízio Mercadante. Serra mostra que não aprendeu nada com as últimas acachapantes derrotas que sofreu. Deve ter estudado pela cartilha do MEC que HaHaHaddad mandou distribuir ensinando que estava certo dizer "nós pega os peixe". Pelas contas do PT, HaHaHaddad está na frente de Zé Serra. Mas, a matemática do MEC nos tempos de HaHaHaddad ensinava que dez menos sete era igual a quatro...

A PIADA
Zé Genoíno, papagueando como sempre: "Supremo criminalizou a política. Sou inocente". Fernandinho Beira-Mar e todos os presos bradam a mesma inocência pelas cadeias do Brasil. Vai ver que esta é a tal piada de salão que Delúbio Soares prometeu.

13° DE LUXO
Há um desconsolo geral na galera dos advogados de defesa para este final de ano. Eles contavam com o "salário de êxito". Contavam. Vão ter que se contentar com a segunda parcela do 13° salário que está saindo já a partir de novembro.

CADA VEZ + LULA
Dilma Vana continua sendo mais Lula a cada dia. Depois de chamar ACM Neto de "baixinho", recebeu Nicolas Sarkozy como se o nanico presidente aposentado da França fosse um gigante. O que diz num dia, não vale no outro.

O INERTE
Para desfazer rumores de que estava com um pé na cova, Fidel Castro apareceu nas manchetes fabricadas pelo governo cubano, lendo um jornal do dia. Pena que não foi um vídeo. Fotografia não se mexe.

E AGORA MENINADA?
Pensando bem, Neymar só firmou namoro com a atriz global Bruna Marquezini depois que mudou o corte de cabelo. Tá bem, ele se arrumou na vida, mas e a garotada que bancava o moicano vai fazer o quê agora com a cabeça?!?

CADÊ A GRANA?
Tá bom, a pandilha dos mensaleiros pode até ir parar na cadeia; uns mais, outros menos, mas cadê a grana que rolou frouxa esse tempo todo, cadê?!? Isso nem é pena é temporada turística às vésperas de aposentadoria-relâmpago. Os caras vão em cana por uns tempos e saem "quites" com a sociedade. Podres de rico. Qualquer trabalhador do partido deles teria que trabalhar pelo menos dois séculos, oito horas por dia, para embolsar metade do que eles abocanharam. Quem sair do presídio com menos de 11 caminhões de bens adquiridos, pode até virar presidente da República.

PRA CASA, PADILHA
Lula continua ameaçando São Paulo. Agora pensa em lançar Padilha como seu poste preferido para o governo dos paulistas. Só falta dizer que ele foi o "melhor ministro da Saúde que o Brasil já teve". Vai ter que mostrar os corredores dos hospitais públicos. Filminho do Sírio-Libanês não vale.

NAS MESMAS
Pesquisas apontam vitória de Obama em último debate, dizem TVs. O placar foi de 53% x 23% para o presidente que quer ser bi. No bom sentido, é claro. Os outros 24% apostaram no empate. Isso quer dizer absolutamente nada. Os Estados Unidos, com um ou com outro, continuarão fabricando o mundo do jeito que eles querem e gostam.

O Supremo fez Big Dog morder a língua

Todo dia Big Dog se metia no meu dia. À frente de uma cainçalha fiel e prostrada pelo seu jugo, só ele rosnava, latia, incomodava. Parecia o dono do seu séquito de fidelidade canina e do meu caminho. Mostrava os dentes para mim; logo para mim que nunca lhe fiz nada.

Não me dava o direito de sequer ensaiar uma corridinha a mais a bem da vida saudável, vinha de boca aberta até que eu parasse e retomasse a monotonia conformada dos meus passos. Queria-me cachorro como ele, sempre achei.

Se eu ia de bicicleta corria atrás de mim, até que eu parasse e então, covardaço, ele parava também. Tá certo, nunca lhe fiz afagos também. Mas, pô, ele era um cachorro e eu um pobre brasileiro que não sabe ladrar. Eu tinha certeza que, mesmo sem me conhecer, ele não gostava de mim.
Não gostava de ninguém que passasse pelos seus domínios, a via pública, da qual se apropriara assim com quem não queria e nem tirasse nada de ninguém. Não gostava nem mesmo da chusma que o seguia silente, ladrando bem menos do que ele. Big Dog era o próprio eco do latido rouco das ruas. Se pudesse, ele botava coleira na gente

Confesso que esperei o tempo todo ouvir, um dia, ao invés de seus ladrares, o seu ganido. Não cheguei a tanto. Eu e todo mundo que exercia o direito de ir e vir, não tínhamos e não temos a sua têmpera canina. Alarmados, nunca latimos para ele; temerosos, sempre contivemos o chute.

Hoje, minha andança cotiana não teve sobressalto. O Supremo nos concedeu a paz: ele estava ali, inerte, abandonado, mortinho da Silva. Nem a sua canzoada cordata estava a sua volta. A rua estava calma, livre e desempedida. A Justiça Suprema deve fez Big Dog morder a própria língua.

Sei, sei, não se chuta cachorro morto. Mas que me deu vontade, deu. Não por maldade. Por pura e simples felicidade.

22 de out de 2012

Teoria do Domínio do Fato pode pegar Lula

Agora falta o Supremo Tribunal Federal definir as penas de cada corrupto e quadrilheiro do esquema do crime organizado que se instalou no governo Lula. Zé Dirceu era mesmo chefe de quadrilha e tinha como cúmplices na cabeça das malfeitorias os malfeitores Zé Genoíno, Delúbio Soares e Marcos Valério.

Reprodução/HQ
Mas não é só o que falta. Logo depois de prolatadas as sentenças e de se saber o que vai sobrar de cadeia em regime fechado ou aberto para cada um, falta pegar o Capeta de i tutti capi.

Joaquim Barbosa e Roberto Gurgel não vão deixar por menos e até a amorfa e inepta oposição também já está querendo que alguém explique como é que Zé Dirceu foi condenado como chefe da gangue com base na teoria do "domínio do fato" - sem as tais provas provadas que Dilma Vana sempre pediu antes de ser forçada a varrer seus ministros malfeitores da Esplanada - e não estende a mesma boa, eficiente e justa tese para cima de quem era chefe do chefe dos mensaleiros.
 
Reprodução/HQ
A teoria do "domínio do fato" só não será aplicada também a Luiz Erário Lula da Silva, se ele logo depois da eleição engolir o sapo e, a bem de mais uma escapulida da lei, confirmar a versão de que foi o presidente mais pateta da História do Brasil.

Nesse meio tempo, alguém por favor pergunte a Lula se o Mensalão foi uma farsa, ou se era uma conspiração contra o seu governo. E que deixe claro se o golpe foi tentado em 2005 ou perpetrado hoje, neste saudável e democrático 22 de outubro de 2012.

RODAPÉ - Zé Dirceu e Zé Genoíno - para ficar só com esses dois - alardeiam em seus currículos que chamam de biografia que foram presos pela ditadura. Agora, como exaltaria Marta Suplicy "o jeito PT que Lula lhes ensinou" farão o possível e o impossível para esconder que foram presos pela democracia.
CARTILHA
Tá bom, Dias Toffoli não tem nenhum notório saber jurídico. Mas você aí, estudante de Direito, compraria uma apostila do professor Lewandowski?

IN DUBIO
Pelo andar da carruagem, a decisão sobre a quadrilha vai estar sob a toga de Marco Aurélio Mello. Enfim, seu voto vai ter os holofotes que ele até agora não teve, pois só votou em galinha morta. Tudo que chegou a sua frente já estava decidido.

Do jeito que a coisa vai, os mensaleiros podem chegar diante do primo de Fernandinho Beira-Collor com um honroso placar de 4x5. Se o luminar Marco Aurélio apontar o polegar para cima, empata tudo. Mais que empata, empaca. Cara e coroa não vale. O presidente do Supremo ainda é Ayres e não Minerva; e aquela coisa de, em caso de dúvida, validar o gol em empedimento já caiu de moda há muito tempo. O PT e seus partidos terceirizados torcem para consagrar o velho e condescendente in dubio pro reo.

LÁ E CÁ
O que foi fazer Lula, um ex-presidente do Brasil na Argh!entina? O que veio fazer aqui no Brasil, Nicolas Sarkozy, um ex-presidente da França?

O que Lula foi fazer lá com Cristina Kirchner, não tem a menor importância para os brasileiros. Ele foi pra lá só para fingir que não sabia que o amigo, irmão e companheiro Nicolas Sarkozy está fazendo uma visitinha de médico ao Brasil.

O que Sarcozy veio fazer aqui com Dilma Vana interessa aos russos do Putin que os presidiu até agora, porque a Rússia pode acabar perdendo o altíssimo negócio dos caças Sukhoi, bem melhores do que os Rafale e bem piores que os aviões de combate da Boeing dos imperialistas norte-americanos.

Essas mulheres presidentas, daqui e dali, não se dão o desfrute e acabam perdendo o tempo precisoso de suas nações jogando conversa fora com dois antigos habitantes de gabinetes presidenciais. Só elas não sabem que nos dias atuais, muito mais do que nunca, está valendo o dito popular "rei morto; rei posto". A menos que se trate de dois muito vivos.