O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

28 de ago de 2016

E O BRADO RETUMBANTE?!?
Tá bom, a gente sabe, todo mundo sabe que Dilma Vana já não manda nada. Mas porque hoje é domingo, há a perspectiva de segunda. E ela até agora não soltou o seu brado de guerra mais retumbante: - Não vai ter baderna!
CANTA CHICO, CANTA

Além de Lula, na comitiva da claque de Dilma Vana, estará pelas galerias do Senado Federal, outro grande pé frio dessa Democracia de Gaveta, o Chico Buarque. Mais um deprimente torcendo pela deprimente numa deprimente jornada da História do Brasil. Eu gostaria que ele cantasse, com aquela sua voz de cana rachada, o "Acorda, Amor" só para ver a sua cara repetindo o refrão "Chama o ladrão! Chama o ladrão! Chama o ladrão!". Uma cantoria inútil e desnecessária, eu sei, pois bastaria olhar para o lado que logo pararia de cantar. Em todo caso, canta Chico, canta!
O OVO DE LEWANDOWSKI
No embalo deste sábado à noite, Lewandowski botou um tremendo ovo. Chamou o senador Cristóvam Buarque de Cristóvão Colombo. Mais pelo cansaço do que pela intenção, Lewandowski apenas deixou claro que nesse Brasil da Silva "navegar é preciso"...

FISCALIZAÇÃO
Das 17 mil barragens existentes no país, apenas um pouco mais de 4% foram vistoriadas. Coisa de 700 ou 800 apenas. Quer dizer, a fiscalização tem coisas mais urgentes e interessantes para fazer. Quando as barragens forem desfazendo a vida em lama, eles chamam a Defesa Civil que, comme d'habitude, chegará depois da tragédia com a mochila dos profetas do acontecido.

PRECISÃO E SUPERSTIÇÃO

Nas minhas caminhadas matinais, gosto de observar a precisão dos lançamentos do motoqueiro que faz a entrega dos jornais e revistas para os assinantes aqui no condomínio. Hoje fiquei assistindo-o a distanciar-se de mim, atirando os pacotes sem errar nada. 

Pensei de mim para mim mesmo: - Pô, que precisão. Não erra uma. Esse cara deveria trabalhar no TCU... 

Mal pensei e logo me dei mal: o cara errou. O jornal dentro de um envólucro plástico, bateu na grade do portão e caiu no meio da rua. Então me repreendi: - Pô, sequei o cara! 

Inda que mal pergunte: vocês acreditam em olho gordo? Acham que torcendo pro Neymar errar aquele último pênalti olímpico, ele botaria fora a nossa cobiçada medalha de ouro?

Então, desde já, eu lhes imploro: não confiem apenas no poder do seu olho gordo o impeachment da Dilma nesta segunda-feira. Superstição é bom, todo mundo gosta, mas eu mesmo não sou supersticioso: acho que superstição dá azar.
A SAÍDA HONROSA

Cresce a expectativa e há até quem aposte que Dilma Vana vai anunciar sua renúncia, no meio do tiroteio que vai provocar nesta segunda-feira, lá no plenário do Senado Federal. Ela dará ares de saída honrosa e mais, será candidata ao Senado. É o jeito que ela vai ter de escapar dos grilhões que a coleção de crimes comuns lhe promete por não ter foro privilegiado. Para candidatar-se ela abandonará o PT que nunca a engoliu de verdade e que hoje é uma estrela cadente, e voltará a mentir sobre seus grande laços de gênio e amizade com o caudilho Leonel Brizola. O PDT e os gaúchos que se lasquem.

27 de ago de 2016

O GARANHÃO DE PELOTAS PERGUNTA...

Está lá no depoimento de Léo Pinheiro, dono da OAS: "O triplex do Lula era propina". Lula diz que não. Então, inda que mal pergunte: você acredita na palavra de quem não pode mentir para escapar da cadeia; ou na palavra de Lula que só pode mentir para não acabar preso?

O BISCOITO

O procurador-geral da República dos Calamares, Rodrigo Janot agora nega ter mandado destruir provas da delação de Léo Pinheiro, dono da OAS e grande parceiro das obras e projetos dos des/governos Lula e Dilma. 

Ah, grande coisa, ele não é nenhum delator premiado para ficar se achando o último biscoito do pacote. Quando for promovido à nobre classe da delação, talvez se possa levar em consideração o que diz num dia e o que faz no outro. Por enquanto e até palavra de honra em contrário, sou mais Léo Pinheiro.

MAIS QUE PÃO E MORTADELA

É de cair o queixo no chão, ou na melhor das hipóteses, ficar de boca aberta: como é que um professor de Direito,  um advogado como esse Ricardo Lodi, constituído como causídico da ré, se presta ao vexame de como "informante" bancar o "colaborador"  no julgamento de impeachment da sua própria cliente. 

Só mesmo sendo um militante da facção-caviar; só mesmo sendo um guerreiro urbano daquela pandilha que não milita apenas por pão e mortadela. 



BADERNEIROS AMEAÇAM ATRAPALHAR
A TERÇA-FEIRA DOS PAULISTANOS

O MTST - Movimento dos Trabalhadores Sem Teto e movimentos (?) de esquerda planejam bloquear "grandes rodovias e avenidas" de São Paulo nesta terça-feira, dia 30 de agosto mês que me dá gosto, durante a etapa final do processo de impeachment contra a afastada Dilma Vana. 


Até parece grande coisa. Hoje, qualquer bando de 40 ou 50 baderneiros pode fazer isso com a maior facilidade. 

Qualquer dia útil desses que vêm por aí, vou reunir a minha turma da Avenida Bento Gonçalves, para jogar uma pelada no asfalto da Avenida Dom Joaquim. Duvido que não se interrompa o trânsito que entra e sai da cidade, até que chegue a polícia e nos tire dali. 

Esses caras estão pedindo é polícia mesmo. De trabalhadores não têm nada. Não têm teto e nunca quiseram ter emprego na vida. E sabe duma coisinha? Já estou com saudade de ver e ouvir a Dilma Vana vituperando: "Não vai ter baderna"!
ESCUDO HUMANO NA
GALERIA DO SENADO

Arautos informam em tom de ameaça que Dilma Vana vai ao Senado nesta segunda-feira, mas não vai sozinha. Leva uma comitiva que, em princípio seria de 35 seguidores de fidelidade canina, mas que por força das regras senatoriais, será composta de menos 13, digamos, membros. 

É que foram disponibilizados pela Câmara Alta do Parlamento apenas 22 lugares nas galerias do plenário. 

O maior perigo é que Lula vai estar no meio deles. Quer dizer, Lula estará rodeado por pelo menos 21 correligionários. Um escudo humano adequado aos riscos de que por lá apareça a força-tarefa da Polícia Federal, com uma ordem de condução coercitiva para o Metamorfose Ambulante.

Mas, tudo isso é mera conjetura, eis que todos sabem que Dilma e seus arautos estão todos contaminados pelo Mal de Lula: quando anunciam alguma coisa é outra completamente diferente.
MENSAGEM TELEPÁTICA DO GARANHÃO DE PELOTAS

O Garanhão de Pelotas, já observando a azáfama de sua secretária morena executando os preparativos das malas e bagagens para a viagem do Sri Lanka à ilha de Chipre, onde ficará no seu resort na praia de New Golden Bay, me manda sua patética mensagem telepática: 

"Que país é esse meu país?!? Minha assessoria descobriu e tem provas cabais e irrefutáveis de que, mesmo parecendo gêmeas, a alma de Maluf é mais honesta que a alma viva de Lula!". 
O CAUBÓI SUBIU NAS TAMANCAS
Eu não gosto desse caubói das Alagoas, mas na cena de baixaria deprimente que o Senado viveu e mostrou para o mundo ontem, ele foi encanzinado pela Narighetta de Luxo que, na surdina, não parava de ofendê-lo e provocá-lo baixinho, inclusive com palavrões e outras ofensas que caiam tão bem no alvo. O caubói da Fazenda Fantasma subiu nas tamancas e perdeu as estribeiras. É o tipo do Zé Mané que tem cavalo e anda a pé.
DILMA DEIXAR-SE-Á TORRAR
PARA SAIR DA VIDA PÚBLICA

Nesta segunda-feira, 29 de agosto, mês que está de bom gosto, dar-se-á no plenário do Senado, o ápice da patacoada com Dilma Vana. 

Deixando de lado a venerável oração à mandioca, ela vai ser a pamonha de sempre bancando a Mulher Sapiens. 

Nessa rocambolesca façanha, Dilma travestir-se-á de Joana D'Arc, a notável heroína da França que conquistou a admiração do mundo, principalmente, porque... morreu na fogueira. 

Dilma Vana já vai chegar chamuscada. Chegará a pé, eis que seus arautos anunciam ter emprestado o cavalo de Joana para a Helena de Troia que precisava levar um papo com o Parlamento grego. Chegar pedalando, como a ciclista convicta que é, convenhamos, pegaria mal. Dilma Vana deixar-se-á torrar por moto próprio numa das grandes fogueiras da vaidade nesse país. 

É ali, naquela grande casa de tolerância nacional que, no papel de vítima e defensora dos fracos que oprimiu, Dilma encontrar-se-á com o seu jeito enclítico, proclítico e mesóclino de sair da vida pública para entrar na privada. Pobre Dilma, está confundindo o Senado Federal com o Muro das Lamentações.


JOGO DE CENA

Tudo que se viu e se vê até agora no julgamento final desse impeachment da Dilma Vana é jogo de cena. Tudo, ao fim e ao cabo, se resumirá às respostas que serão dadas a uma única pergunta: Dilma cometeu crime de responsabilidade? E aí, segundo os maiores craques em estimativas desse país, Dilma não vai escapar de levar por cima umas 61 ou 62 afirmativas. Pelos mesmos premonitores, ela não consegue 1/3 do Senado a seu favor nem que vaca tussa.

METAMORFOSE AMBULANTE

Por que Lula é o que é hoje e já não consegue esconder?  É que com o discurso esquerdopático agudo que o fez ídolo das massa ignaras do ABCD paulistano ele perdeu as eleições para presidente duas vezes para FHC e não conseguiu ganhar nem mesmo do Fernandinho Beira-Collor. 

Mudou o conteúdo das suas falas e mudou também o comportamento, mas isso tudo sob o Mal de Lula: aquele que promete uma coisa e faz outra. 

Para realizar o seu sonho de riqueza e poder, ele teve que mudar o som da sua antiga ideologia para 50 tons de cinza e então se fez pornograficamente proprietário indébito do Brasil. 

É por isso que ele mesmo se batizou de Metamorfose Ambulante.

26 de ago de 2016

PARA O GARANHÃO DE PELOTAS, RENAN
DELATOU QUE TAMBÉM MANDA NO SUPREMO


O Garanhão de Pelotas já está na sua cabana quase secreta, em Sri Lanka. Dedilhando suave e pensativamente três pedras congeladas de Royal Salute, na sua indefectível dose dupla do mesmo inconspurcável Royal Salute, ele me manda pelo celular a seguinte mensagem: 

"O melhor da baderna desta manhã no Senado foi a delação de Renan Calheiros, confessando pública e notoriamente que manda também o seu bocado lá no Supremo". 

Aí, o Garanhão fez suspense e interrompeu a comunicação, decerto, para sorver mais um gole do seu uísque, ou deixar-se arrepiar por mais uma carícia de uma de suas três secretárias. Acho que dessa vez a morena é que foi com ele, posto que as outras duas ficaram na Itália, até completar os levantamentos para os arquivos implacáveis do Garanhão.

E eis que ele não demora nada e retoma o contato e a linha de pensamento: "Bolas, o Renan disse com todas as letras que intercedeu junto àquela Magna Corte para que livrassem a cara do Paulo Bernardo, o achacador de aposentados e marido da senatriz Gleise Hoffmann".

Breve pausa, acho que para mais um gole, ou um afago e o Garanhão volta ao assunto: "Renan está agora querendo que todos pensem que ele foi acometido de um súbito Mal de Lula: que falou uma coisa, mas era outra".

Uns três segundinhos mais, acho que agora sim para mais um sorvo do Royal , e o Garanhão de Pelotas, filosofou profundo e puro como o uísque que gosta de beber quando pede para sua secretária dirigir a caminho de qualquer restaurante onde tenha feito reserva: " Renan não tem saída. Delatou-se. E então, aqui me valho da milenar sabedoria chinesa: - Pode a flor, uma vez arrancada,voltar ao caule?"...

E mais não disse, a não ser que juntou ao seu "Tchau, querido" a autorização para levar até vocês, mais esse breve momento de preocupação do Garanhão de Pelotas, com as coisas que digam respeito à brava e trabalhadora gente brasileira.
O GARANHÃO DE PELOTAS MANDA UM ALERTA
SOBRE O INDICIAMENTO DE LULA


Deixando a Itália do terremoto, rumo a Sigiriya, antiga capital do Sri Lanka, onde tem uma cabana para se esconder dos fiascos desse mundo, o garanhão de Pelotas ficou sabendo que a Polícia Federal acaba de indiciar Lula, dona Marisa Letícia e mais três acólitos.

Como sempre, o Garanhão de Pelotas está sempre duas luas à frente dos mortais comuns. Em assim sendo, já me mandou sua angustiante premonição:

"Sei lá se isso é bom. Do jeito que andam as coisas, Lula vai acabar mesmo dirigindo o Brasil antes de 2018. É que de dentro de um cárcere, com a frouxidão e as facilidades do sistema penitenciário brasileiro, é muito mais fácil de qualquer um mandar nesse país".

E o Garanhão ainda alerta: "Esperem para soltar foguetes, quando Lula escapar uma vez mais. Vai ver que ele solto tem menos periculosidade do que numa cela com Zé Dirceu, Vaccari Neto e sua pandilha de companheiros de fidelidade canina".
SHOW SEM ROTEIRO MUSICAL

Pois veio a empresa de limpeza e fez a faxina na sala. Eu arrisquei então voltar aos canais que transmitiram a baderna matinal no início do julgamento final da Dilma Vana. E o que era aquela bagunça tipo assim Escolinha do Professor Raimundo que acabou em brigalhada entre os atores, porque um queria o papel do outro, agora me deu uma soneira danada. 

É como se fosse um show bizz, com um roteiro sem variedade musical. Só dá na tela o Samba de Uma Nota Só. Licencinha, vou desligar e, como se fosse o fim de uma novela mexicana, vou tirar uma boa sesta. Pelo desligando a TV e me desligando, eu sei que me ralo e a música não  toca.
BADERNA NO SENADO

Pois é, teve baderna no Senado. O julgamento da ciclista intimorata, Dilma Vana, acabou em briga feia. Pena que não saíram no tapa, como gosta de dizer o Garanhão de Pelotas nessas horas de conflito irrefreável. 

E lá do epicentro do terremoto italiano, o Garanhão já me passou um uatisape em português, que compartilho com vocês: "Seria impagável de ser ver um batendo na cara do outro, sem que ninguém errasse um bofetão sequer". 

Ele disse também umas coisinhas impublicáveis sobre as quais vou silenciar a seu pedido, em homenagem ao que o próprio Garanhão de Pelotas chama de "dignidade da Câmara Alta da República". 

Ele me autorizou a repassar-lhes a seguinte e simples conclusão: "O mínimo que se pode esperar de um Estado bandido é que o crime organizado tenha mira de atirador de elite e seja bom de soco e de briga, como sempre ameaça o seu grande chefe".
DESMANTELANDO O BRASIL

A que ponto chegou o Brasil da Silva. A que ponto chegou o Parlamento brasileiro. Renan Calheiros passou um sermão nos senadores da República. Colocou cada um deles no seu devido lugar. 

E assim é que mais de 200 milhões de brasileiros tiveram que aplaudir, um senhor de anéis, tradicional caubói de rebanhos fantasmas, portador e transportador de pelo menos nove processos judiciais. 

Esse é o legado de um sistema criminoso que virou governo; um governo que há 31 anos vem passando de mãos em mãos inaptas e ineptas que arrombam e deixam arrombar o Brasil. Essa cretinalha de todas as cavernas partidárias está desmantelando o Brasil.
ALERTA DO GARANHÃO DE PELOTAS
Sei não... Mas que vislumbro daqui, do centro arrasado da Velha Bota, aquele ar de trairagem que Tancredo Neves denunciava, há sinto mesmo. O velho raposão, sempre que estava diante de uma urna, brincava com seus pares e ímpares "ah, que vontade de trair!". 

ORA, DIREIS, OUVIR PESQUISAS...

Os institutos brasileiros de pesquisa estão todos contaminados pelo Vírus do Avesso, a Síndrome do Vice-Versa, o Mal de Lula: quando dizem uma coisa não é aquilo que estão dizendo. Se vêm plantando hoje que a rejeição a Lula pelo eleitorado é de 74,5%, então é por que estão querendo colher daqui a duas semanas que o poder de recuperação de Lula pela sua credibilidade é de 200%. 

Eles querem dizer que na próxima eleição - seja lá para o que for o pleito - vai ter gente chorando de dor e desencanto porque não pôde votar no Lula. 

Em todo caso, para não ir assim tão longe, deve-se considerar que, se os institutos estão dando uma rejeição de 74,5% é porque, pela margem de lucro para cima ou para baixo, Lula deve estar sendo rejeitado por pelo menos 90% dos brasileiros que democraticamente são obrigados a exercer seu enganoso direito de voto. 

Os outros 10% já rasgaram seus títulos de eleitor, ou de doutor honoris causa.
É ASSIM QUE FUNCIONA

Vocês estão vendo o que Rodrigo Janot está fazendo? Estão bispando o que os 11 ministros do Supremo fazem, podem fazer, ou deixam de fazer? Estão percebendo o quanto o TCU tem de força para um acerto de contas para o bem ou para o mal? 

Vocês estão sabendo agora o que é esse Congresso Nacional? Já sabem de cor e salteado o que são os partidos políticos; o que são os governadores, os prefeitos, os vereadores. 

Podem até dar o desconto do vento e dizer que nem todos são vinho da mesma pipa. Mas, vocês sabem muito bem do que se trata. Vocês sabem que o Brasil da Silva tá que é um porre! Ele é o porre e nós somos a ressaca.

Então, não se queixem, pô! "As instituições estão funcionando". 

Numa Democracia de Gabinete como essa inventada de 1984 para cá, pelos republicanos que hoje nos humilham dizendo que nos representam, é assim mesmo: o povo cabe dentro das gavetas dos proprietários desse Estado que se deixou infiltrar pelo crime organizado. É assim que funciona.

RODAPÉ - Ah, Anita - meu coração por ti palpita: preste muita, mas muita atenção em quem é mesmo que anda dizendo que "as instituições estão funcionando".

25 de ago de 2016

LULA ENGANA DILMA NOVAMENTE
E DIZ VAI COM ELA AO SENADO

Dilma Vana está uma vez mais contaminada pelo Mal de Lula: ele diz que vai acompanhá-la ao Senado na próxima segunda-feira. 

Deixou claro na cachola da Mulher Sapiens que vai com ela para emprestar-lhe apoio moral. 

Que nada, ele vai para pegar o rescaldo como vítima de perseguição e do golpe perpetrado pela Polícia Federal, Ministério Público, Judiciário como um todo, Supremo Tribunal Federal e até a temível e persecutória Vara de Sérgio Moro. Lula é o criador tirando mais uma lasca da criatura. 

Se não é isso, então me digam: o que é que ele vai fazer lá: encarar os opositores? Piscar o olho para Lewandowski, velho companheiro dos tempos de criança? Vai olhar atravessado para os senadores "conquistáveis"?!? 

Lula tem outro por dentro; carrega a síndrome do avesso; a urticária do vice-versa. Ele é o próprio Mal de Lula: quando diz uma coisa está dizendo outra. Essa moléstia é contagiosa e não tem cura.
CICLISTAS REPUBLICANOS
Até aqui, esse primeiro dia do show tipo assim "tudo por dinheiro" conclui-se tranquilamente que os contrários ao impeachment, muito mais do que defenderem a Dilma o que eles querem mesmo é continuar pedalando.

BANCADA DO PERIGO
Essa bancada do gargarejo é procrastinadora por profissão, mas gosta de ser obstinada não por vocação, sim por provocação. Na verdade a pandilha é hipócrita e maluca o bastante para se levar a sério o estrago que pode causar.

AGORA E DEPOIS
Dilma está sendo julgada apenas pelo crime doloso de ir/responsabilidade. Só por isso agora vai perder o cargo. Logo depois, pelos crimes comuns continuados, sem foro privilegiado vai perder a liberdade. A perspectiva é de belas tardes de domingo sob o sol de um pátio.

CANALHOCRACIA
É exasperante ver esses mordomizados deputados e senadores que custam às burras públicas, cada um deles, mais de nobiliárquicos R$ 335 mil mensais, falando em "golpe da elite brasileira". Peralá, seus proletários de colarinho branco e belos decotes recatados! Qual é o plebeu desse país que custa isso por mês?!? Vocês são a elite nacional. E nunca mais falem nisso, seus canalhocratas!
MINHA SALA FICOU UM LIXO

Pô, esqueci o televisor da sala ligado no canal de notícias que frequentemente assisto. Estava transmitindo o julgamento final da Dama Fora do Baralho. Não dá para me acomodar por lá. A sala está que é um lixo. A tela derreteu; esvaiu-se em lama. 

Já contratei em caráter de urgência uma empresa de faxina geral. Com a condição sine qua non de que aquela antiga faxineira que trocou a vassoura por uma bicicleta lá no Palácio do Planalto, não faça parte da equipe de trabalho.
MACACO QUANDO FALA
NÃO OLHA O RABO

Essa pandilha do gargarejo é mesmo muito ruim de caráter, de educação, de formação política e social... E ruim de legislação, também. 

Pois o Zé Cardozão não teve o caradurismo de pedir a impugnação do procurador como testemunha, só para se dar por satisfeito de ver o procurador transformado em informante?!? Pois teve e se deu por satisfeito. 

O que me dá nos nervos é que ninguém aproveitou a ocasião para perguntar ao Zé Cardozão, como é que ele quando era Advogado-Geral da União, prestou-se a ser advogado particular da Dilma, contra o governo que pagava e continua pagando o seu salário. Esse Brasil da Silva é mesmo pândego. E macaco quando fala não olha o seu próprio rabo.

O GARANHÃO DE PELOTAS ESCLARECE

Lá, do epicentro do terremoto que abalou o centro da Itália, o Garanhão de Pelotas, avisa a quem interessar possa: "Testemunha" é obrigado a falar a verdade, só a verdade. "Informante" não fica sob tamanha ameaça.
A SEMANA DA VERGONHA NACIONAL

Em ato na porta do estaleiro Eisa PetroUm, em Niterói, no Rio dos Jogos paralímpicos 2016, Lula da Silva afirmou que "hoje está começando a semana da vergonha nacional, com a tentativa de impeachment de Dilma". Diante de uma claque reduzida de trabalhadores do setor naval, Lula regorgou que "o afastamento da presidente agride diretamente os seus eleitores e afeta o mercado de trabalho". 

Ah, deve ser mesmo a semana da vergonha nacional. Vai ser, sim, a semana em que os chefes da roubalheira saberão que vergonha é roubar e quase poder carregar o que ainda têm para descarregar. 

Deve ser sim, a "semana da vergonha nacional", por que as outras 51 semanas do ano têm sido sistematicamente dedicadas à arte de roubar e deixar roubar pelo crime organizado que tomou conta do Estado.
MANCHA NAS TELAS DE TV

Estou à cata de uma boa oficina de consertos de televisores. É que as telas de todos os aparelhos de TV aqui de casa estão sujas, borradas. Isso se deu assim que sintonizei a cobertura do tal julgamento final do impeachment da Dilma... 

Epa! Acabo de sintonizar um canal de esportes e as imagens estão limpas, com uma nitidez cristalina. Esqueçam o que escrevi. Vou passar de hoje até terça ou quarta da semana que vem assistindo futebol e enlatados. 

O rito desse julgamento final é massacrante e segue o mesmo modus operandi da bandidagem das outras sessões. Deu pra essa pandilha baixo-astral. Vou pra Porto Alegre, tchau! Nã, ne, ni nã, não... Quem vai é a Dilma. Tchau, querida!
NO MEIO DA HIPOCRISIA, A VERDADE
É QUE LULA DÁ "TCHAU, QUERIDA!"

Começa daqui apouco a liturgia da hipocrisia política nacional: é a farsa do julgamento de Dilma Vana. Tanto opositores como governistas - seja lá o que isso queira dizer assim como está dito, ou contado pelo avesso - fazem parecer que Dilma Vana está sendo defenestrada, isso mesmo: jogada pela janela à la francesa, apenas como uma ciclista eventual e como uma mulher que nãos sabe prestar as contas do seu governo. 

É por isso que esses salamaleques todos que vão se estender até terça ou quarta-feira da semana que vem, são a máscara carnavalesca do cinismo dessa democracia de gabinete, onde todos os outros crimes, todos os malfeitos, todos os demais e contumazes delitos de uma governanta cabem numa gaveta. 

Na realidade, a pantomima que agora começa é o merecido julgamento dos governos desenfreados do PT sintetizados por Lula e Dilma nesses quase 14 anos de poder. Nesse ritual de hipocrisia há apenas um raio de honestidade, um único brilho de verdade: Lula continua escapando, mas Dilma já não tem para onde fugir. Tchau, querida! 

Essa despedida é  o mesmo "Tchau, querida" que Lula lhe deu, dona Dilma Fora do Baralho, quando acabou aquele telefonema que Sérgio Moro vazou, impedindo que o seu criador se homiziasse na Casa Civil da Presidência da República. Tchau, querida!

Dilma Vana, presta atenção! O Lula, uma vez mais é quem lhe dá "Tchau, querida!".

O ALERTA DO PT

Esse julgamento vai servir apenas e timidamente para expôr as vísceras do PT como um partido que serviu de caverna para uma facção delinquente que nunca teve um programa de governo, mas alimentou com extrema voracidade o seu plano de riqueza e de poder. 

Essa pandilha de sevandijas ao dizimar o PT acabou sendo um brado de alerta aos brasileiros de que todos os partidos são iguais, talvez com uns que outros apenas com menos talento e ousadia para se deixar cair em tentação.
O BRASIL QUER SABER O QUE
LÉO PINHEIRO TEM PRA DIZER

Rodrigo Janot disse ontem que vê "uma ação orquestrada contra a Lava Jato". Faltou dizer que foi ele quem acabou com a delação premiada de Léo Pinheiro que embrulhava direta e irremediavelmente Lula e Dilma no maior mar de lama e corrupção da história da humanidade. O Brasil não quer saber do barraco armado nessa fogueira das vaidades entre o Supremo e a Procuradoria Geral da República. O Brasil quer saber é tudo que o Léo Pinheiro tem para dizer. 
COMEÇA NESTA QUINTA O MEU
SURTO DE FROUXOS DE RISO

Dia 25 de agosto, mês do desgosto, uma quinta-feira promissora: o Rodrigo Janot e o Gilmar Mendes continuam engalfinhados; o presidente dos tucanos em Goiás está preso por falcatruas; o legado da Olimpíada é a roubalheira de sempre e, acima de tudo, Dilma Vana entra na pauta final do Senado para a sua Serenata do Adeus. 

Do bate-boca entre Janot e Gilmar, o Lula dá risada porque o Janot lhe fez o inestimável favor de trancar a Lava Jato. Janot presta um desserviço ao país. Precisa dizer urgente por que suspendeu a delação de Léo Pinheiro da OAS. 

Proclamar a República do Vazamento, não basta. Tem que dizer quem vazou. E isso é fácil: basta falar com o diligente repórter da revista Veja e pronto. Aí prende o vazador e deixa solta a língua premiada de Léo Pinheiro. Simples assim.

Quanto à prisão do presidente do PSDB goiano que cometeu uma tucanagem pra fora de R$ 4 milhões que tirou das obras para saneamento básico, isso prova apenas que partido político nessa República dos Calamares é apenas valhacouto de pechelingues facínoras - salvo horrorosas exceções. 

Esse tipo de distorção social e moral na gestão das "instituições que estão funcionando" se dá também com as federações e confederações das mais honoráveis modalidades esportivas desse país. É uma espécie de abraço dos afogados num mar de lama. Basta remexer um pouquinho que o barco afunda. É como se fossem clones dos partidos políticos.

Já no que diz respeito à fase derradeira do julgamento da Dilma Vana, aquela que está se preparando para destilar todos os sintomas do Mal de Lula no plenário senatorial, mal posso esperar para engatilhar minhas gargalhadas ao vê-la e escutá-la dizendo uma coisa que é redondamente outra. 

Ainda não sei como justificar-lhe minhas lágrimas na hora de lhe dizer "Tchau, Querida!". Confessar-lhe-ei que elas são tudo o quanto ainda resta do meu surto de frouxos de riso. 

Se, no entanto, ao final desse peripatético espetáculo de horror político, social, econômico e moral, a gente descobrir que Deus não é mais brasileiro, então o choro será mesmo de tristeza, por viver num país atormentado por um mal sem cura; por viver num Brasil em estado terminal.

24 de ago de 2016

NINGUÉM AGUENTA MAIS
Ninguém aguenta mais esses monarcas fajutos que reinam impolutos e absolutos. Quem é que aguenta um Parlamento como o nosso? Quem é que aguenta uma Esplanada de Ministérios como a nossa? Quem é que aguenta um STF como esse?!? Este aqui é o Reino da Democracia de Gabinete. O povo é socado dentro de qualquer gaveta. Está na hora de fazer o diabo com essa monarquia nojenta. Mas nem o diabo aguenta!


CUIDADO COM O ANDOR,
QUEREM TROCAR O REINO

Tá, pegou mal mesmo para o Rodrigo Janot suspender o acordo de delação premiada do Léo Pinheiro, dono da OAS e dos maiores segredos de polichinelo dessa República dos Vazamentos, assim batizada por Dom Nei Guimarães Machado, das paróquias praianas de Copacabana, Laranjal e Punt Del Este.

Isso, por maior que seja o zelo  de Janot para com a justiça e a irritação desse mesmo Janot com o "vazamento" que ele próprio diz que "não tinha nada para vazar", estancou a cachoeira de denúncias incontestáveis contra Lula, aquele em quem ninguém põe a mão. 

Mas, pelamordedeus!, não se deixem enganar; não pensem que Gilmar Mendes é apenas um boquirroto frasista que perambula pela Magna Corte brasileira. Ele botou pra fora o algoz que pretende ser com relação à Operação Lava Jato. 

A Lava Jato é pequena demais, é instância inferior demais para a grandiloquência do Supremo Tribunal do Governo Federal e de seus aparelhados e doutos julgadores de Deus e o Diabo na Terra do Sol. 

E Gilmar, o repentista, foi além: postou-se ao lado e em defesa de ninguém mais nem menos do que Dias Toffoli - que dispensa nossos comentários, como dispensaram a prova do seu notório saber jurídico, para incluí-lo nos 11 homens que formam o time mais poderoso da Justiça nesse país. 

Então muito cuidado com o andor porque o santo é de barro e alguém quer trocar esse reino por um cavalo para devolvê-lo a um molusco cefalópode, acima do bem e do mal que se acha um Leviatã. Sorte é que quem nasceu para ser um calamar jamais chegará a ser um polvo de verdade.
O AMPLO DIREITO DE DEFESA
VIROU ESCUDO DA BANDIDAGEM

E então lendo jornais por aí, ou assistindo aos noticiários de TV e até mesmo escutando vinhtas de rádio, vem a chamada notável: "Há 'suspeita' de desvios no Ministério do Esporte". Pô, peralá! essa hipocrisia me encanzina. 

Os caras chamam de "suspeita" as maiores e mais indesmentíveis provas de delinquência. De repente, não vale foto, não vale vídeo, não vale gravação, não vale nem confissão ou delação, por premiada que seja... 

Os bandidos flagrados com a boca na botija, não passam de "supostos" corruptos, "supostos" corruptores, "supostos" ladrões do dinheiro público ou privado. Isso é uma demasia, um exagero de respeito indevido ao amplo direito de defesa. 

Esse instituto, esse direito se transformou no maior escudo de bandidos, de trambiqueiros, de vigaristas contumazes que transformaram a máquina pública no crime organizado que hoje atende pelo nome de Estado. O Brasil é mesmo a República do Petrolão.