O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

27 de ago de 2016

DILMA DEIXAR-SE-Á TORRAR
PARA SAIR DA VIDA PÚBLICA

Nesta segunda-feira, 29 de agosto, mês que está de bom gosto, dar-se-á no plenário do Senado, o ápice da patacoada com Dilma Vana. 

Deixando de lado a venerável oração à mandioca, ela vai ser a pamonha de sempre bancando a Mulher Sapiens. 

Nessa rocambolesca façanha, Dilma travestir-se-á de Joana D'Arc, a notável heroína da França que conquistou a admiração do mundo, principalmente, porque... morreu na fogueira. 

Dilma Vana já vai chegar chamuscada. Chegará a pé, eis que seus arautos anunciam ter emprestado o cavalo de Joana para a Helena de Troia que precisava levar um papo com o Parlamento grego. Chegar pedalando, como a ciclista convicta que é, convenhamos, pegaria mal. Dilma Vana deixar-se-á torrar por moto próprio numa das grandes fogueiras da vaidade nesse país. 

É ali, naquela grande casa de tolerância nacional que, no papel de vítima e defensora dos fracos que oprimiu, Dilma encontrar-se-á com o seu jeito enclítico, proclítico e mesóclino de sair da vida pública para entrar na privada. Pobre Dilma, está confundindo o Senado Federal com o Muro das Lamentações.


JOGO DE CENA

Tudo que se viu e se vê até agora no julgamento final desse impeachment da Dilma Vana é jogo de cena. Tudo, ao fim e ao cabo, se resumirá às respostas que serão dadas a uma única pergunta: Dilma cometeu crime de responsabilidade? E aí, segundo os maiores craques em estimativas desse país, Dilma não vai escapar de levar por cima umas 61 ou 62 afirmativas. Pelos mesmos premonitores, ela não consegue 1/3 do Senado a seu favor nem que vaca tussa.

METAMORFOSE AMBULANTE

Por que Lula é o que é hoje e já não consegue esconder?  É que com o discurso esquerdopático agudo que o fez ídolo das massa ignaras do ABCD paulistano ele perdeu as eleições para presidente duas vezes para FHC e não conseguiu ganhar nem mesmo do Fernandinho Beira-Collor. 

Mudou o conteúdo das suas falas e mudou também o comportamento, mas isso tudo sob o Mal de Lula: aquele que promete uma coisa e faz outra. 

Para realizar o seu sonho de riqueza e poder, ele teve que mudar o som da sua antiga ideologia para 50 tons de cinza e então se fez pornograficamente proprietário indébito do Brasil. 

É por isso que ele mesmo se batizou de Metamorfose Ambulante.