O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

20 de ago de 2016

INDA QUE MAL PERGUNTE...

Se você fosse, desculpe, um senador da República, que pergunta você faria para Dilma no plenário do Senado: 

1) A senhora sabia ser capaz de "fazer qualquer coisa" para ganhar a eleição; 
2) A senhora "fez o diabo" para se reeleger; 
3) O que foi que a senhora fez no governo e com o governo? 
4) O que a senhora está fazendo aqui; 
5) Quando a senhora vai pra Porto Alegre, tchau?!?


ADEUS A DUAS LETRAS QUE CHORAM

Não sei se é zombaria ou depravação. Mas o PT está tripudiando, escarnecendo, desrespeitando e menosprezando o Brasil e os brasileiros. 

Agora resolveu extinguir o cargo de tesoureiro. Covardia e canalhocratice. Covardia, porque o PT está é com medo da Polícia Federal que já prendeu Delúbio Soares, Paulo Ferreira e João Vaccari Neto. 

Canalhocratice, porque depois de procurar que nem maluco um companheiro bom e batuta para ocupar o posto, o PT não conseguiu encontrar dentro de si mesmo nenhum petista de alma honesta como a de Lula disposto a pagar o pato. Então resolveu extinguir o cargo. 

Mas o PT sofre da síndrome do avesso, o Mal de Lula: quando diz uma coisa é outra. O que acontece na verdade é que o PT virou esculhambação, vai ficar sem tesoureiro, todo cacique metendo a mão na massa, até o ano que vem. É que essa coisa de acabar com o cargo de tesoureiro só pode ser concretizada na próxima convenção nacional do partido, já marcada para 2017.

Entrementes... Os donos do PT fingem que não sabem quem é que vai lidar com as finanças, com a dinheirama que - graças ao capcioso e imoral Fundo Partidário - ainda rola frouxa dentro do partido. 

O PT botou pra rua o bode que ele mesmo trouxe para dentro de casa. Mas a fedentina continua, companheiros. Porta arrombada, tranca de ferro. Agora é tarde, Inês é morta. 

O PT já era. Já tem uma pandilha de sevandijas dentro da facção em desencanto, escolhendo um novo nome que dê adeus a duas letras que choram.