O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

24 de ago de 2016

INDA QUE MAL PERGUNTE...

Tá bom é véspera de ver Dilma Vana, à beira do precipício, dar um passo a frente, mas eu gostaria que você me dissesse, só por dizer, de quem você gostaria de ser amigo, irmão, camarada e companheiro bom e batuta: 

01) Rodrigo Janot; 
02) Gilmar Mendes; 
03) Dias Toffoli;
04) Léo Pinheiro; 
05) Marcelo Odebrecht; 
06) Lula da Silva; 
07) Dilma Vana;
08) Todos eles;
09) Nenhum deles, nem que a cobra fume, ou que a vaca tussa?!?

JANOT DEBOCHOU DE TODOS E
ME CAUSOU FROUXOS DE RISO

Ontem o Rodrigo Janot me causou frouxos de riso. Depois de calar a boca de Léo Pinheiro, o mais arrasador delator premiado dessa democracia de gaveteiros, disse que não havia menção alguma em documento algum incriminando Dias Toffoli e que tudo se tratava de um "estelionato delacional". 

Ele estava tentando responder, com incontida brabeza, a acusação de Gilmar Mendes que botou a culpa do tal "vazamento" no próprio time de Janot. Mas, pô! "Vazamento" de quê?!? O Janot diz que não há nada para vazar. 

Ah, bom... Não entendi. Ninguém entendeu; nem eles lá. Só tem uma coisa, o vazamento do que não tinha nada para vazar, calou a boca de Léo Pinheiro que foi parar de novo na cadeia - onde deve ficar por mais de 16 anos, por condenação aplicada por Sérgio Moro. 

E a troco de quê foi calada a boca de Léo Pinheiro? Quem leva vantagem com a mordaça que Janot aplicou no dono da OAS? 

Muita gente ruim e perniciosa nesse país de ladravazes. Mas um deles, lucra escancaradamente: Lula da Silva. Por que? Ora, porque ele escapa uma vez mais da Vara de Sérgio Moro, na República de Curitiba. 

E quem entra na pauta das delações importantes? Marcelo Odebrecht. E a quem a Odebrecht mais afunda nesse mar de lama? Ora, aquela que já era, aquela que já está com o pé na cova de sua vida pública: Dilma Vana, a Mulher Sapiens. 

E agora que já está passando a frouxidão de riso, pela comédia em que Rodrigo Janot transformou o escândalo em factoide, eu quero apenas saber por que nenhum deles pergunta nada para a revista Veja que editou, com enorme estardalhaço, uma reportagem tão fantasiosa quanto falsa, injuriosa, infamante e caluniosa. 

Na pior das melhores hipóteses, a revista Veja conhece a tal fonte nada digna que lhe
repassou mentiras e difamações. Nesse caso, na barra de um tribunal, não existe o direito nem a obrigação da revista guardar sigilo quanto à fonte de informação.

Bolas isso, não sou eu quem diz. Isso está na Constituição: o Inciso XIV do artigo 5° assegura a todos o acesso à informação "com o resguardo do sigilo da fonte quando necessário ao exercício profissional". 

Como todo direito assegurado constitucionalmente, também o direito à informação não é absoluto e sofre restrições quando vai contra a outros tipo assim a inviolabilidade à honra e à vida privada. O amparo se encontra no  art. 5° X, bem como a proteção à imagem, conforme o art. 5° XXVII - "sob pena de responsabilidade do agente divulgador por danos materiais e morais - art. 5° V e X".

Agora, tem mais uma coisinha: se Léo Pinheiro se sentir mesmo amordaçado e jogado ao fundo do poço definitivamente por Janot ou por quem quer que seja, ou facção que o deseje, ele não terá mais razão nenhuma para ficar calado na cadeia. 

Mais cedo, ou mais tarde, ele vai abrir o bico. Pode demorar um pouquinho mais, mas ele vai jogar lama no ventilador. Ah,que vai, vai! Se ele sobreviver, verá.