O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

16 de mai de 2015

SÁBADO NA TV
Não há nada pior na TV do que a programação de sábado. É quando os produtores e programadores enchem linguiça.: botam no ar só "atrações especiais". É a deplorável hora dos programas inteligentes. É então que se vê o nível cultural da TV. Até o futebol da primeira divisão é de segunda.

CORITIBA 2X0 GRÊMIO

Só o gol faz a vitória no futebol. No futebol, pois e portanto, o objetivo é o gol. Só que não. Vendo o Grêmio jogar descobre-se que a meta é o emprego do treinador. O melhor ataque é a defesa.

Aos 27 minutos, Thiago Galhardo enfiou o pé na cadeira burocrática de Felipão: 1 x 0 para o Coritiba. Gol tipo assim, treino de segunda-feira.

Aos 33 minutos Felipão botou a culpa num desses Júnior que têm por aí. Tirou o cara de campo e mostrou para a torcida que o ataque do Grêmio é dose pra Mamute.

Um minutinho depois, pagou os pecados.  O Coritiba descobriu que o trio final gremista é a mais perfeita tradução de os Três Patetas. O Número 3 chutou no Número 2 que deu um lençol no Número 1. Coritiba 2 x 0, de balãozinho de revesgueio.

Aos 44 minutos o Mamute perdeu um gol que até o Moisés Pereira faria. O Mamute é dose. E por que logo depois terminou a primeira etapa, há a perspectiva do segundo tempo.

O Grêmio, como Coritiba, foi e voltou.  Pelo visto o time prestou muita atenção na preleção do Felipão. Voltou igualzinho ao Grêmio do primeiro tempo.

Aos 20 mInutos, pegeui no sono. Aos 40 acordei. Não sei se perdi grandes coisas. Deodóduvido e faço pouco. Continuava o 2 a 0.

Afinal, depois de um século terminou o jogo. Se o Grêmio é isso mesmo, então o Felipão não tem culpa nenhuma. Ele não tem time; tem um bom emprego.