O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

17 de mai de 2015

BRASIL SEM LEI ANTITERROR

No último ano do desastrado segundo governo FHC o Brasil assinou a Convenção Internacional para Supressão do Financiamento do Terrorismo. Foi uma das "heranças malditas" que o tucano deixou para o PT no poder. O Brasil jamais honrou o compromisso.

Não há quem faça o Brasil ter uma lei que criminalize o terrorismo. Esta semana o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ofícios à Presidência da República e aos presidentes do Senado e da Câmara, alertando para a necessidade de uma lei antiterror.

É bom lembrar que falta menos de um ano e meio para os Jogos Olímpicos. Mas, Dilma faz ouvidos moucos para o compromisso com a Convenção Internacional. E por que, Lula fez e Dilma faz ouvidos moucos à essa precaução adotada pelos países mais democráticos do mundo?

Se você disser que a relutância é pelo medo de enquadrar os "exércitos de Lula" tipo assim o MST de Stédile e similares, então acaba de ganhar um doce bem doce de batata doce. Dilma acoberta o MST e se lixa para os brasileiros.

A RAINHA E O REI
Se, com o PMDB apitando no Senado, na Câmara e na Esplanada dos Ministérios, a guerrilheira Dilma Vana manda tanto no Brasil quanto uma rainha da Inglaterra, então como o articulador da Presidência que desbancou o vice-presidente, o coxinha (*) Michel Temer é o rei da Dinamarca. Dilma não manda nada; Temer anda à cata de um cavalo para trocar por qualquer coisa de podre nesse reino desMantegado. Verdade é que Michel Temer acerta daqui, puxa dali, acomoda acolá, distribui cargos e oportunidades, mas Dilma Vana tá nem aí. Fica todo dito pelo não dito. E a galera governista continua de boca aberta à espera da boca-rica.
(*) COXINHA - Vocábulo fora de moda, usado no con/texto só para cutucar os que ainda estão no Tempo do Epa em que o Braz era tesoureiro e fingem que não sabem que Inês é morta.

BRASIL, PÁTRIA EDUCADORA
Uma das coisas que o anúncio do ajuste fiscal já produziu foi travar a concessão de bolsas para pós-graduação. O programa de bolsas para doutorado no exterior saiu do ar em abril e não tem cara de que vá voltar.

MENSALÃO, PETROLÃO...
O QUIÉ ISSO, COMPANHEIRO?!?

Como a Lava-Jato está chegando no ponto de pegar no pé do capo de i tutti capi, todos os caminhos agora levam ao assassinato da reputação de tudo e de todos que fazem parte dessa Operação que está passando o Brasil a limpo.

Isso é filme antigo. Já aconteceu com o Mensalão que, por pouco, pouco, muito pouco, pouco mesmo não foi considerado "uma farsa", como um dia Lula prometeu solenemente provar, assim que fingiu que deixou a Presidência da República.

Pois, 201 milhões de brasileiros sabem que o Mensalão nunca foi "uma farsa"; foi sempre uma falsidade, uma obra macabra de serial killer e só ele, o então e ainda presidente Lula da Silva, não viu, não ouviu, não fez e não sabe nada disso.

E foi gente miúda em penca pra cadeia, mas ele desempenhou tão bem e sem nenhum esforço o papel de maior pateta da História do Brasil que continuou e continua desfrutando o mais pleno e esplendoroso sol da liberdade.

Graças ao cordão de puxa-sacos e aproveitadores do PT e seus sócios, mas principalmente por honra e glória dos tucanos e seu príncipe dos sociólogos, o execrável Fernando Henrique Cardoso que, a exemplo de 2006 no auge do Mensalão optou pela "sangria" de um reles presidente do país e não pelo seu impeachment.

O mesmo FHC que agora em 2015 repete o FHC de 2006. Verdade é que o chefe dos chefes do crime organizado estatal - que ninguém sabe quem é - ainda não foi preso porque tem muitos rabos presos.

Agora é a vez de desqualificar a Lava-Jato que vem desmantelando o Petrolão & Cartel Associado... E, como é chegada a hora, o presidente de honra do Partido dos Trabalhadores já disse: "Nos 12 anos de PT no Poder não houve corrupção".

Ah, tá. Então, não se fala mais nisso. Mensalão? Petrolão? O que é isso, companheiro?!?