O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

10 de mai de 2015

RAÚL CASTRO COM O PAPA


Raúl Castro, vice-ditador de Cuba em exercício, visitou o papa Francisco. O papa cubano agradeceu ao papa do Vaticano pela sua intermediação para a retomada de laços com os EUA. Raúl Castro prometeu voltar à Igreja Católica. Francisco acreditou, mas colocou um perigoso e intransponível pré-requisito: - Antes, caro colega, você vai ter que se confessar.


BRASILEIRINHO
Resumo da rodada de domingo do maior campeonato do país disputado pelos craques dimenor. Porque os maiores clubes s´[o pensam naquilo: a Libertadores e até a Copa do Brasil, esvaziaram o Brasileirão. E o público e os patrocinadores de TV entraram de gaiato, como de hábito acontece com tudo no País do Futebol.

GRÊMIO 3 x 3 PONTE PRETA
O domingo de futebol meia-boca começou às 11 horas, na Arena do Grêmio. Jogo na hora do almoço. Se aquilo foi fome de bola, os dois times estavam de regime. Era só fome de gol. O novo horário levou ao estádio cerca de 11 mil testemunhas.

SÃO PAULO  2x1 FLAMENGO
No Morumbi, o melhor do jogo, foi um repórter da Globo entrevistando duas mães de jogadores. Pelo que se viu, as duas não jogam nada. O time do São Paulo começou o jogo reforçado pela ausência de Alexandre Pato. Nesse meio tempo, Luxemburgo abraçou uns que outros no tricolor paulista, mas o abraço mais demorado foi no presidente do clube. O técnico efetivado Milton Cruz que se cuide. E aí, o treinador fez o São Paulo ir de Pato a Ganso. E começou a chover gol, um de Luiz Fabiano, outro de Pato e um, de pênalti, para o Mengão.

CRUZEIRO 0x1 CORINTHIANS 
Esse jogo foi no Arena Pantanal - que lá tem mais torcedor corintiano e cruzeirense, do que nas Minas e em Sampa. O Curingão não só ganhou o jogo, com, está voltando pra casa com pinta de campeão invicto do Brasileirão 2015. Afinal faltam só 38 rodadas.

ATLÉTICO-PR  3x0  INTERNACIONAL
O duelo foi ao sol da Arena da Baixada, em Curitiba. Sabe aquele gordinho, o Walter? Pois ele encaçapou o Inter, assim que começou a partida. Aí, o Inter já  começou a sentir que o Atlético não é nenhum Grêmio. levou mais dois. E ficou de bom tamanho.