O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

11 de mai de 2015


UMA OUTRA DILMA

O governo continua achando que mais vale um bom slogan do que um programa de governo. O portador oficial de recados da Presidência da República, Edinho Silva montou o que seria uma espécie de força-tarefa de maquiagem de Dilma Vana como figura pública.

A ideia é fazer as agências de propaganda enganosa que trabalham para o governo, invadirem as redes sociais - e todos os meios de comunicação - criando factoides que salvem a imagem desgastada de Dilma Vana, campeã de rejeição popular.

Cuidado, pois, internautas, seus espaços virtuais estão à beira de uma invasão de notícias falsas. O que essa pandilha de marqueteiros mais gosta é de lidar com números, pesquisas e índices fajutos. 

As agências de comunicação Click/Isobar e Agência 3, o Portal Brasil e sites do governo são algumas das empresas empenhadas na missão impossível de criar uma nova Dilma. Faz sentido, a tentativa de inventar a Dilma-3, já que esse resumo de Dilma-1 + Dilma-2, é igual a Dilma Zero, uma entidade sem pé nem cabeça. Quero ver é o Instituto Lula entrar nessa.

LULA ESTÁ NOUTRA
Quem não se mexe para a construção da Dilma-3 é Lula. A preocupação do presidente aposentado, e ainda presidente de honra do PT são duas: uma, é escapar, duela a quien duela, da Operação Lava-Jato; a outra, é tratar de sua volta ao Palácio em 2018.

MERCADANTE BOICOTA TEMER
O trabalho de Michel Temer que foi rebaixado de vice-presidente da República a lobista de Dilma no Congresso, vem sendo minado pelo dono da Casa Civil, Aloízio Mercadante, aquele que Lula já disse que "sequestrou o governo". O mordomo de filme de vampiro é o fio de esperança do Planalto nas conversas para seduzir deputados e senadores.

A TAPONA DE MUJICA
A simplicidade de Pepe Mujica, breve presidente do Uruguai, é surpreendentemente desaforada e direta. Sabedor que o Senado brasileiro queria ouvir seu depoimento sobre as declarações para o livro biográfico "Una Oveja Negra al Poder" de que Lula era o chefe do Mensalão, ele foi curto e grosso: "Não vou viajar para lugar nenhum"! Uma tapona ao pé do ouvido, bem como o Parlamento brasileiro vem pedindo para levar.

BNDES, CASO DE POLÍCIA

CPI do BNDES não adianta nada, o que precisa mesmo é a Operação Lava-Jato ter tempo e contingente bastante para dar o fim merecido à pandilha de lobistas republicanos de alto grau que age dentro do chamado Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

Só entre 2013 e 2014 foram despejados R$ 3 bilhões para Angola, outros tantos R$ 3 bilhões para a Venezuela e R$ 1 bilhão para Cuba.

Para estancar essa sangria criminosa, seria preciso impedir os agentes negociais do governo de intermediarem financiamentos para obras no exterior e de praticarem tráfico de influência para concessão de empréstimos a governos estrangeiros.

O BNDES não é pro bico de CPI nenhuma; é só mais um caso de polícia.

RUMO À SEGUNDONA
O meu Vasco da Gama iniciou ontem, contra o pálido Goiás, a sua brilhante caminhada pelo Brasileirão, rumo à Segundona, uma vez mais. O zero a zero foi um prêmio justo ao esforço vascaíno de não começar o campeonato com o pé esquerdo. Era só o que faltava o Vasco da Gama começar ganhando. Uma vitória assim de saída poderia desestimular a torcida cruzmaltina quanto à volta quase certa à segunda divisão do futebol brasileiro. Ufa! Que empate bem suado.

TURISMO DOMESTICADO

Quem já andou para cima e para baixo, por esse mundo afora, sabe que não há país no mundo mais bonito que o Brasil em termos de belezas naturais. Isso em matéria de turismo não quer dizer nada.

O Fórum Econômico Mundial, acabou de concluir mais um ranking das nações mais bem preparadas para receber turistas. Foram avaliados 144 países, uma grosa bem medida.

Os dez países líderes do ranking são, pela ordem: Espanha, França, Alemanha, EUA, Reino Unido, Suíça, Austrália, Itália, Japão e Canadá. O Brasil ficou na 28ª colocação.

Com a volta do dragão da inflação, o mundo já não fica mais "logo ali". O turista brasileiro vai voltar a achar que não há nada mais bonito nem saudável do que passar as férias numa praia do Nordeste; numa aventura pela Amazônia, ou numa interminável sessão gauchesca de churrasco ao redor de alguns hotéis com lareiras incandescentes e um bom chimarrão.

De minha parte, troco o mate pelo vinho. E as praias do Nordeste pela parrillada do Las Leñas, em Florianópolis, capital do resumo do mundo em Santa Catarina.