O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

8 de mai de 2015

RAINHA DA INGLATERRA
Pesquisa de boca de urna indica que David Cameron, atual primeiro-ministro britânico vencerá as eleições. Quer dizer, essa coisa de urnas é igualzinha em todo lugar. Quem está no poder, balança a pança. Esse cargo de primeiro ministro é que garante que a rainha da Inglaterra seja o que é: um valioso e inútil vaso decorativo. Inda que mal comparando, é mais ou menos nisso que Lula conseguiu transformar Dilma Vana por aqui.

REGULAMENTADA A PEC das DOMÉSTICAS
PEC das Domésticas, depois de dois anos perambulando pelo Congresso, foi regulamentada ontem. Isso é bom, ou ruim? Sei lá, mas que é preconceituosa, ah isso é. Por que PEC das Domésticas e não PEC de Domésticos?!? Até parece que ninguém sabe que, cada vez mais no Brasil da Silva, os homens estão se dedicando a concorrer com as mulheres nesse mundo de lidas caseiras. Outra coisa: o salário agora vai pra carteira. Decerto vai encolher, até que saia uma greve por piso salarial.

Especuladores de vitrines garantem que artefatos eletrônicos estão mais baratos do que serviços de restaurante nesse Dia das Mães. Isso só pode ser das duas, uma ou até as duas coisas: os eletrônicos estão uma pechincha, ou comer em restaurante está pela hora da morte.

INDA QUE MAL PERGUNTE...
Nesse Dia das Mães, você prefere homenagear a sua, dando-lhe de presente: 1) Um aparelho eletrônico; 2) um almoço no restaurante mais próximo; 3) um viagem a Europa?

SAÚDE
São Paulo tem mais de 40 mil casos de dengue registrados... E você aí, preocupado porque a coisa tá preta na próstata do Pelé, lá no hospital Albert Einstein. O Ministério da Saúde adverte: não se amofine, as duas coisas tratadas devidamente a bom tempo, têm cura.

CPI do MEIO DO CAMINHO
A CPI-2 da Petrobras vai ouvir na próxima semana 13 presos na Lava-Jato. Tradução: até que enfim, um papo de velhos amigos. O Petrolão não é pro bico do Legislativo; é caso de polícia.

MAL PODEMOS ESPERAR
Joaquim Levy, penhoradamente agradece, aos deputados e diz que aprovação do ajuste fiscal é "vitória da sociedade". É, sim. A sociedade está louquinha, mal pode esperar, para começar caro pela roubalheira que o governo promoveu para pagar os custos da campanha publicitária enganosa que manteve Dilma Vana no poder.

DESEMPREGO
A taxa de desemprego no Brasil da Silva chegou a 7,9% no primeiro semestre. Traduzindo do português para o português: isso dá um exército de Lula com 8 milhões de desempregados. Afora os brasileirinhos que estão estudando, ou bem comportados fora da escola, ou então mal encaminhados fazendo bico de crack e de assalto à mão armada por aí.

DIA DA VITÓRIA, EM PAZ
E então tá. Hoje tem celebração, na mais santa paz, dos 70 anos do Dia da Vitória, na Praça do Monumento aos Pracinhas, no aterro do Flamengo. O que ainda resta da nossa legião de expedicionários e heróis da II Grande Guerra, não vão ter que se preocupar em carregar panelas para enfrentar nenhuma guerrilheira eventual. Dilma Vana resolveu ficar em casa preparando o seu improviso para o panelaço do Dia das Mães.

BARRACO DO POVO
E então a Câmara vetou emendas e concluiu a votação da Medida Provisória do governo que endurece as regras trabalhistas. O texto-base da matéria foi aprovado em meio a bate-boca e manifestações contra o governo. Tudo isso, promovido pela Força Sindical que - imagine, em nome do povo! - fez chuva de dinheiro pirotécnico e apareceu de cuecas vermelhas cheias de dólares com as esfinges de Dilma, Lula e Vaccari. No fundo, no fundo, ninguém estranhou coisa alguma. O Congresso Nacional foi promovido de Casa a Barraco do Povo.

O BÊBADO E A EQUILIBRISTA

Estão no Brasil, ignoradas pela guerrilheira Dilma Vana, Lilian Tintoi López, Mitzi de Ledezma e Rosa Orozco, mulheres de presos políticos na Venezuela.

Lilian é mulher de Leopoldo López, líder oposicionista venezuelano, preso há mais de um ano pelas milícias de Nicolás Maduro, sob a acusação de incitar protestos contra o ditador quer ficou no lugar de Hugo Chávez.

Caguinhosamente, Dilma Vana se recusou a receber as mulheres dos políticos presos. Limitou-se a destacar um diplomata para recebê-las em Brasília.

Caía a tarde sobre a Esplanada quando o itamarateca fez papel de mensageiro-equilibrista e levou uma carta dizendo que "o Brasil está decididamente empenhado com as questões da Venezuela". A vergonhosa malcriação não tinha sequer a assinatura de Dilma Vana, cansada de guerra.

Dilma não fez nada demais; apenas imitou Lula da Silva quando, em fevereiro de 2010, numa de suas visitas a Cocodrilo Verde como vendedor ambulante de portos, rios e canais, ignorou uma carta escrita por 75 presos políticos nos corredores letais das masmorras castristas.

O início dessa carta posta fora eu a edito aqui, só para reavivar memórias:

"La Habana, 21 de febrero de 2010 
Sr. Luiz Inacio Lula da Silva
PresidenteRepública Federativa de Brasil
Estimado Sr. Presidente:

Al conocer su próxima visita a Cuba, integrantes de los 75 prisioneros de conciencia, injustamente condenados durante la Primavera Negra de 2003, abajo firmantes, nos dirigimos a Usted para solicitarle que en las conversaciones que sostendrá con los máximos representantes del gobierno cubano contemple nuestra situación y la de los demás prisioneros políticos pacíficos cubanos y abogue por nuestra liberación".