O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

24 de mai de 2015

38 MINISTÉRIOS A SALVO

Grande novidade: o governo não cogita em diminuir ministérios. Tanto faz,como tanto fez... Com o que essa gente não trabalha e ganha de salários, diárias, vantagens, cartões corporativos, tanto faz que seja ministério, secretaria, autarquia, órgão vinculado.

Essa pandilha só serve mesmo para ser cabo eleitoral remunerado às custas do erário público. Falem num concurso seletivo para essa gente. Pelo menos 90% saem em disparada fugindo como o diabo foge da cruz; os outros 10% prestariam o concurso, porque já estudaram o gabarito. Dentre mortos e feridos dos 38 inertes ministérios da Dilma, salvaram-se todos.

GOLPE DO FINANCIAMENTO
O mais novo golpe do PT é acabar com o financiamento privado a partidos políticos. É golpe, por que quem tem a chave do cofre é Dilma Vana, por acaso presidente da República e por azar do destino petista de coração, desde que o PDT perdeu o caudilho Leonel Brizola. Em matéria de financiamentos, seja lá do que for, o PT é doutor honóris causa própria.

ESCOLAS DO CRIME
A revista Veja diz que fez uma pesquisa e constatou que os bandidos saem da cadeia muito mais perigosos do que entraram. Tá na cara que isso se refere ao crime organizado das ruas. Na política se dá o mesmo. Os eleitos saem muito piores do que quando chegaram. Aí, já se trata do crime organizado do Estado. Tradução literal: são duas escolas de bandidagem explícita. Uns usam chinelo de dedo; outros gravata e colarinho branco. Levo medo dos dois tipos de formandos.

NEM NA RUA, NEM NADA
Meus caros fiéis! O Lula mexeu num vespeiro. Se meteu de pato a ganso com as igrejas evangélicas e suas bíblias sagradas. Já está levando esculacho por tudo que é lado. Ele que já não pode sair à vontade para as ruas, agora não vai poder entrar à vontade nos melhores templos do ramo.

ROMBO MANJADO

Foi só falar em dar um fim no fator previdenciário, para o governo mostrar que as contas da Previdência não fecham. Os fantásticos economistas governamentais revelam agora que há lá dentro um rombo de R$ 73 bilhões, quase 30% a mais que os alegados R$ 53 bilhões do ano passado.

Se o governo não desviasse a arrecadação da Previdência para outros caminhos da Esplanada, o diabo seria mais bonito. Se hoje alguém arrombar a porta de um ministério e não encontrar um rombo pode mandar consertar a porta, porque ali não é um ministério. E bem que pode encontrar ao invés de rombo, mais um roubo. Nem precisa procurar muito.

LEALDADE
Eu tenho me sentido bem ultimamente. Desde que me determinei a não ser e nem ter patrão. Estou me dando bem com as coisas da vida, por que já não me vejo obrigado pelos azares e armadilhas do mundo, a colocar à prova a lealdade das pessoas. Hoje me sinto capaz de perceber no que me esteja próximo ou distante, o que é fidelidade. Nem sempre, no entanto, isso quer dizer tranquilidade. A legião dos desleais é pouco menos que a maioria.