O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

18 de out de 2014


ENTRA PELA BOCA
E SAI POR ONDE PODE

Então, minha gente boa, se vocês não sabem, o Paulinho - aquele Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrozorra, foi quase ministro de vocês. Mas foi!

É que ele esteve entre as figuras indicadas para ocupar a Pasta das Cidades. E não seria nada demais, pelos ministros que tem tido.

O perigo de tudo dar certo para o governo Dilma foi iminente só seis dias antes do então ministro Aguinaldo Ribeiro - nada a ver com o Aldo Rebelo que não leva a sério levar chutes no traseiro - ser substituído pela Casa Civil da Presidência da República dos Calamares.

A coisa só não se consumou porque, meia dúzia de dias depois, a Operação Lava Jato prendeu o indigitado diretor da Petrobrás.

E sabe lá você, por que Paulo Roberto Costa, o Paulinho das intimidades do poder constituído não foi ministro das Cidades?

Ora bolas, carambolas, simplesmente porque ele esnobou a indicação.

Nesse governo,  melhor do que ser ministro é ser intermediário, ou consultor, como era o Zé Dirceu. Mal sabia Paulinho Robertinho Costa que, nos dias seguintes seria preso.

E muito menos esperava que, em sendo flagrado no ato, seria abandonado pela companheirada. Agora ele já sabe: amigo é amigo, companheiro é companheiro.

O piripac de Dilma Vana Coraçona Valentona no SBT é perfeitamente normal. Ele acomete pessoas que estão acostumadas a espezinhar e não a serem reduzidas a pó.

Foi duro para Dilmona Coraçãozona de Leona ter que aturar as estocadas de Aécio Neves sem poder mandar que o reles tucano calasse a boca. Foi uma verdadeira pílula de vida do Doutor Ross, que faz bem ao fígado de todos nós.

Mas, se quiserem baixar o nível ao padrão do debate: a pílula de vida do doutor Bode, entra pela boca e sai por onde pode.