O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

15 de out de 2014

DILMA NÃO TEME
BENGALADA NAS URNAS

Dilma Vana voltou a falar sobre o fator previdenciário. E, fazendo jus ao tal epíteto Coração Valente, seu nome de guerra, ela deu mais uma estocada nos seus inimigos aposentados que ganham mais de um salário mínimo: "Não vou fazer demagogia com o fator previdenciário".

E sem medo de ser infeliz levando uma bengalada nas urnas de mais de 12 milhões de idosos, ela se manteve impávida e colosso, alegando que o fim do instrumento cortante que apunhala os aposentados seria "o fim" da Previdência Social. É que o impacto anual da retirada do fator previdenciário abriria um alegado rombo de R$ 5 bilhões no INSS.

Se o seu governo não tivesse Mensalões e Petrolões que roubam do Brasil, só com a desenferada corrupção, mais de R$ 85 bilhões anuais, o fator previdenciário não faria nem cócegas nas gorduras de quem, como ela, fala de barriga cheia.