O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

21 de out de 2014

COMBINADAS
E assim é que estamos combinadas. Nós, as infalíveis pesquisas de opinião e nós outras, as urnas eletrônicas indevassáveis. Ontem Datafolha e Vox Populi ajustaram os ponteiros e empataram de verdade, entre si e sem margem de erro nos lucros: Dilma 52% e Aécio 48%. Não há sequer aqueles ridículos empates técnicos. Dilma hoje acordou bi-president@ do Brasil. Mas a eleição não é hoje; a eleição que é só farol, é no domingo, faça chuva ou faça sol. E eu vou embora para Pasárgada. Lá eu nem sequer conheço o  rei. Aqui, eu sei com quem a gente anda falando.

TRACKING
Malgrado os dados revelados pelos institutos de pesquisa científica que trabalham sob forte esquema de arredação monetária, há euforia no ninho tucano. É que o tracking interno - levantamento diário feito por telefone com 2 mil eleitores - está dando e batendo que o placar está Aécio Neves 58% x 48% Dilma Vana.

DIREITO DE REPETECO
Dias Toffoli, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, adotou plantão a partir da noite desta sexta-feira, último dia de propaganda eleitoral no radio e na tevê. Toffoli abriu prazo de quatro horas, a partir da exibição dos últimos programas, para o caso de desrespeito à proibição de baixarias. Ele, do alto de sua sabedoria e do seu poder de julgamento poderá dar direito de resposta para exibição ainda no sábado, véspera da votação. Ah tá, aí o cara que mentiu melhor, volta no sábado para mentir outra vez mostrando que é mentira o que o outro mentiroso disse. 

O BOM E O RUIM
Não tenha dúvida, o maior obstáculo para a volta de Lula ao Planalto em 2018 é Dilma Vana. Aécio Neves, já disse que vai acabar com a reeleição. E isso é bom para Lula. Dilma vai ser um desastre maior do que foram esses quatro anos. Isso é ruim para Lula. De qualquer forma o que é bom ou ruim para Lula, não serve para o Brasil.

RUMORES
Há rumores de que não é só teoria da conspiração a boataria que espalha a possibilidade de Lula baixar com urgência ao hospital, acometido de ebola eleitoreira, só para comover o povo e induzir o voto em Dilma. Há quem murmure também que Dilma Vana poderia ser vitima de um atentado. Essa hipótese seria uma burrice tão grande quanto foi a morte de Celso Daniel. Todo mundo acha que sabe quem seria o autor. Em todo caso, todo mundo pode achar o que bem quiser achar, porque tudo daria em nada. Tá tudo dominado.

SE MENTIR, DANÇA
Gleisi Hoffman, a senadora que habitou por honra e glória de Dilma Vana a Casa Civil da Presidência da República, antes muito bem frequentada por Zé Dirceu e Erenice Guerra, desmente as denúncias feitas pelo delator premiado Paulo Roberto Costa, o Paulinho da Petrozorra. Ela diz que nunca falou com ele e que não sabe de nada do tal de R$ 1 milhão da propinagem na Petrobrás e que teria escoado na sua campanha eleitoral, em 2010. Ela diz que é tudo mentira. Ele diz que é tudo verdade. A diferença entre um e outro é que Gleisi Hoffman pode mentir à vontade para o seu próprio bem, ou para o mal de segundos e terceiros; Paulinho, o companheiro delator da Petrozorra, não. A verdade, ainda que sem dignidade, é a sua única saída.