O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

6 de ago de 2015

PONHAM AS LEIS
NA GELADEIRA

Pois, então, em São Paulo, sem mais o que fazer, um skinhead enforcou e esquartejou a tia com quem morava há bom tempo, desde que cumpria aguardava em liberdade um recurso para uma pena de 15 anos a que foi condenado por ter assassinado um inimigo, integrante de uma facção punk paulistana.

Como não pensou em nada melhor, picou a tia e colocou na geladeira. O pai do skinhead foi visitar a irmã, tia do bandoleiro, e ao invés de água, encontrou a irmã na geladeira. O bandido fugiu, mas o pai saiu atrás e botou a polícia no seu encalço. O canalha agora está preso.

Mas, quem inventou essa patifaria de que até prova em contrário todo mundo é inocente, deveria estar preso também há muito tempo. Ou, quem sabe, numa geladeira.

O Brasil está cercado de legislações esdrúxulas que estão precisando de uma boa geladeira. Leis como essa do "até prova em contrário"; como a besteirada do "politicamente correto"; como a discriminatória "lei das cotas"; como a panaquice da menoridade penal, uma lei que todo mundo está skinhead de saber que maldade não tem idade... No Brasil os homens da lei prendem e as leis soltam.

O GOVERNO NADA EM DINHEIRO

Não é nada, não é nada, não é nada mesmo: o impostômetro chegou nesta gloriosa quinta-feira, a R$ 1 trilhão e 200 bilhões de impostos arrecadados pelo governo. E o governo diz que não sabe oq ue fazer com essa estupidez de taxas, tributos e o escambau.

Mas a gente sabe que o governo não é só mentiroso, ele é perdulário também. Atira pro ar, pagando obras superfaturadas, pagando e recebendo propinas, descontando cheques corporativos, terceirizando a peso de ouro servidores sem quaisquer outras qualificações a não ser a carteirinha do partido que vale mais do que qualquer diploma.

CAEM AS COMPRAS A PRAZO

E, como se isso não quisesse dizer absolutamente nada, no mundo da economia brasileira as compras a prazo caíram pelo quinto mês consecutivo. Não, não é que o brasileiro goste de comprar tudo à vista; é que ele não pode mais comprar a prazo. Por que os juros são escorchantes e por que ele já está sem crédito na praça; qualquer praça brasileira. A mão ficou maior que o bolso; o salário mais curto que o mês. E, por incrível que pareça, o assalariado brasileiro é mais ficha-suja que os propineiros que se apropriaram desse país.

CASAL DE LARÁPIOS
Epa! Notícia de polícia: Marido e mulher agiam assaltando e roubando em São Bernardo do Campo. Ah sim, é lá que o Cara mora. Mas, esse casal aí não é aquele que você pode estar pensando. Vampará com esse espírito de perseguição.

GOL DA CÂMARA
CONTRA DILMA
Só para meter um gol com a mão no governo Dilma, a Câmara dos Deputados aprovou o texto-base do aumento de salário na Advocacia Geral da União. Foi pra fazer gol na Dilma, masfoi tambérm fortalecer os laços de amizade, em caso de uma que outra pedalada do Congresso. Ali ninguém prega prego sem estopa.

O CANTO DAS SEREIAS
Entrementes, com a sombra de Dirceu por perto, lá nos confins das carceragem curitibana da Polícia Federal, Renato Duque já começou a negociar o acordo de delação premiada. Verdade seja dita, já não causa aquele frisson que vinha causando a expectativa de Duque ser promivido a delator. Zé Dirceu é canto de sereia da vez. Se Zé Dirceu sinalizar que quer acordo, a PF, o Ministério Público e até a Vara de Sérgio Moro, encerram esta longa temporada de vestibular unificado para delator.