O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

11 de ago de 2015

NÃO CONCORDAMOS MESMO

Dilma Sapiens, estava impossível ontem em São Luiz do Maranhão, estado de Sarney. No meio da solenidade de entrega de um conglomerado do Minha Casa, Minha Vida, ela aproveitou o palanque e vituperou, mirando o seu inimigo figadal Eduardo Cunha, proprietário da Câmara dos Deputados: "Nós não concordamos com medidas que levem o caos a qualquer governo". Ah, tá! E nós, os brasileiros, não concordamos com qualquer governo que leve o caos ao nosso país.

BANDIDOS E MOCINHOS
E aí vêm os governantes e, com ar de grandes conselheiros, nos alertam: "As periferias estão dominadas por bandidos e criminosos". Até parece que os governos são dominados por bonzinhos e "mocinhos".

BRAHMA COM AS MARGARIDAS
O desfile das Margaridas tem hoje uma grande atração: Lula, o Brahma do Clube dos Empreiteiros. Logo ele que até agora não deu as caras em nenhuma das mobilizações populares contra a corrupção, os desmandos e os péssimos serviços essenciais de saúde, educação, transporte e segurança pública. Sinal que a coisa está tão preta pros lados dele que já se acostumou mesmo a atender pelo chamado de Malzebier.

ESTAMOS CHEGANDO NO
TOP TEN DA INSEGURANÇA

A Social Progress Imperative, empresa não-governamental americana, mantém um ranking da qualidade de vida em 132 países. É o que se chama de Índice de Progresso Social. Entre os principais aspectos, está a segurança pessoal. E aí, o Brasil aparece como o 11° país mais inseguro do mundo. Uma glória, decerto: escapamos por um triz do grupo Top Ten mundial de risco de vida ou morte.
Para avaliar o nível de segurança de cada país, foram levados em conta cinco critérios: número de homicídios, de crimes violentos, percepção da criminalidade, terrorismo e mortes no trânsito. 
Numa escala de zero a 100, com nota zero para a máxima insegurança, o Brasil recebeu 37,5 pontos. Estamos coladinhos no Sudão e nas pegadas do México. Como país mais inseguro do mundo, aparece o Iraque, com 21,5 pontos. Na outra ponta do ranking, como país mais seguro, aparece a Islândia, com 93,4 pontos.
Enquanto isso, o ministro da Justiça continua dando entrevistas como porta-voz do governo Dilma Tocha de Mandioca, falando de crise política e não de polícia.