O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

9 de ago de 2015

ORA BOLAS, GAUCHADA...

GRÊMIO 5 x 0 INTER

Pô, na pátria gaúcha, Grenal é Grenal, não é um Fla-Flu qualquer, ou coisa parecida lá por São Paulo, ou Minas Gerais. Grenal é coisa que mexe com a alma, o coração e a vida da gente, tchê. Assim como se fosse um tango.

É movido a trechos de tragédia... Viu só, minha prenda,o jeito que aquele tal de Douglas perdeu o pênalti? Chegou a escorrer uma lágrima da trave. Nem Astor Piazzola faria melhor.

Teve uma guria colorada que quase teve um bacuri ali mesmo naquele cantinho apertado de arquibancada que deixaram para os torcedores do Inter na arena tricolor. Já o namorado dela se foi aos pés de tão feliz com a desgraça do milongueiro meio-campista tricolor.

Aos 34 minutos, cruz, credo! O Juliano sentou-lhe as esporas de fora da área e encaçapou um golaço. Que boleio, tchê! A peronha ainda beijou a trave para limpar aquela lágrima provocada pelo Douglas, antes de beijar as redes provocantes do Inter mal amado.

Dez minutinho depois, o mosqueteiro mostrou que nasceu virado pra Luan. O guri medonho meteu o pé de fora da área e fez 2 x 0. E lá se foi à la gaita o primeiro tempo.

Mal começou o segundo tempo e já ficou logo 3 x 0. É como disse o gaúchão na porta da patente: "isso vai que nem vaneirão na correntenza".

Aos 16 minutos, um vivente do ataque do Inter deu uma paulada no gol do Grêmio. Essa não tirou lágrima, tirou lasca do pau do goleiro gremista. Pau... trave - que fique bem entendido.

É que o baile era só paraos sócios do Grêmio, menos aquele casal que quase teve um filho coloradinho no Dia dos Pais. Nada menos de 46 mil tricolores foram ao maior salão de festas dos Pampas.

Aos 30 minutos, Fernandinho tocou pela primeira vez na bola; tocou... pra dentro do bolicho colorado, afinal a porteira estava aberta para quem quisesse passar; 4 x 0.

Em Brasília, Laura Ramos, tricolor de quatro costados, gritou olé e decretou feriado para esta segunda-feira, no Ministura do Agricultério, se ele ainda existir depois da reunião de hoje da Dilma Sapiens com seus 38 ministros tão inertes e vulneráveis quanto a defesa do Inter.

Depois disso, aos 39 minutos, veio o quinto gol gremista feito por um colorado rebelde. É bem assim, gaúcho brabo, enfia a faca até o cabo. E pronto, acabou o baile.

Não, o time do Internacional não é ruim; ruim é o Grêmioi que fez só 5 x 0 nessa baba que é o Inter.