O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

7 de ago de 2015

QUERO UM ACORDO DE
DELAÇÃO PREMIADA COM VOCÊS!

Ah, essa doeu. Vou botar a boca no trombone. Se vocês prometerem que me perdoam, eu viro delator premiado. Eu confesso. Tá bom, estamos de acordo? Então, eu abro o jogo pra vocês...

Se a Dilma me golpear nomeando o Lula ministro desse governo esculachado, eu empato com o prejuízo da Petrobras e perco 90% do entusiasmo pela Operação Lava Jato.

Bolas, que graça vai ter o Sérgio Moro prender o Brahma,  corretor de luxo do Clube dos Empreiteiros, e ele ser julgado pela Corte do Lewandowski?!?

E é isso que a vaca das divinas tetas, a vaca que não tosse está ruminando pelos corredores do Palácio de sua proprietária, a Dilma Coração de Mandioca. É isso e não tem volta.

Não adianta nada o Sergio Moro querer acelerar o processo investigatório. Ele  tem muitas engrenagens legais pela frente; já a imunidade de Lula está na caneta que já está na mão da Dilma Sapiens. Que golpe. Isso, sim é golpe!

Confesso, na maior delação da minha vida: fui golpeado. Lula não vai pegar nem mesmo alguma coisa parecida com aqueles 30 dias que passou, sem delação premiada, na hotelaria do delegado Romeu Tuma, no velho DOI-CODI paulista.

RODAPÉ - Tudo bem, eis-me às portas de um acordo  de delação premiada com vocês. Malgrado o desencanto com a artimanha dos golpistas, estou sem medo de ser feliz comigo mesmo. É que, para mim, Lula, o Brahma deles lá, aceitar ser ministro de um governo pixuleco assim como este já é uma tremenda confissão de culpa. Ele continuará sendo o que é. Um ministério não melhora em nada o caráter de alguém. Pelo que se tem visto nesses últimos 12 anos e meio, muito pelo contrário, até piora. E piora tanto quanto ser presidente dessa República.