O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

12 de mai de 2016

O NOVO ORADOR
Enfim, um discurso no Palácio do Planalto feito por alguém que entendia o que estava dizendo. Michel Temer não bebe, não fuma, não joga, acho que também não, mas gosta de uma traiçãozinha que se pela todo. Pelo menos o seu português não precisa ser traduzido para o português.

O PERFIL

O Financial Times disse ontem que Michel Temer é um presidente com "aparência gótica". Os góticos, numa versão de boa vontade, são uma espécie de precursores de luxo dos black blocs e uma coisa assim pós-punk, lá pelas bandas do Reino Unido. Os brasileiros, penhorados, agradecem o perfil do novo presidente traçado pelos britânicos, mas aqui pra nós estamos à vontade para ter no Palácio do Planalto o intérprete perfeito do mordomo de filme de vampiro. E não se fala mais nisso.

ABRAÇOS & QUEIJOS COM A GALERA

E Dilma Vana desceu do pedestal do palanque palaciano e saiu do nada rumo a lugar nenhum. Mas, uma coisa precisa ser dita: ela manteve a altivez do porte e saiu do salão e foi pra galera; foi para o abraço com a turma do gargarejo carregando aquele ar impoluto de quem é a prova explícita de que "nada fracassa tanto quanto o sucesso". Depois de abraços & queijos, sem se importar com o mais liberal hálito de mortadela dos milhões de manifestantes ensandecidos, recolheu-se a sua mais nova insignificância: montar o seu QG da Resistência no Palácio Alvorada.