O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

14 de fev de 2016

TOMARA QUE LULA SEJA COMO CASSIUS CLAY
E SE TRANSFORME NUM MUHAMAD ALI


Edson Barbosa, mal assumiu a comunicação do PT no lugar de João Santana, e já começou a mostrar serviço. Ele saiu das cordas e passou a tentar nocautear a opinião pública, comparando a situação de Lula à do pugilista Cassius Clay naquela marmelada contra George Foreman, ocorrida no Zaire. 

Naquela patacoada, muito bem armada por sinal, Cassius Clay apanhou de dar pena até o oitavo round. E então quebrou a cara de Foreman. 

Puxando a história para a vida do falastrão que agora é seu patrão, como presidente de honra do PT, Edinho II explica: "O Lula é o Cassius Clay da caatinga. Está muito chateado, é claro, porque é incômodo você tomar tanta porrada". 

E, sem pestanejar esse novo Edinho faz o seu próprio cartaz, incensando Lula: "Se tivesse eleição hoje, o Lula ganharia, total". 

Bom esse marqueteiro, né não? Muito bom mais esse novo Edinho na comunicação do partido que é governo. Só que não. A eleição não é hoje. E nem é apenas  na data que ele está errado. Erra feio quanto ao favorito. De Edinho em Edinho a galinha da Dilma nos enche de papo. 

Tomara que ele esteja certo quanto à semelhança entre Lula e Cassius Clay, o Muhamad Ali. Uma coisa a gente sabe há muito tempo, Lula é tão fanfarrão quanto Cassius Clay sempre foi. 

De resto, tomara que Lula termine, em 3 de outubro de 2018, como Muhamad Ali terminou em 2 de outubro de 1980, nocauteado para sempre em Las Vegas, por Larry Holmes. Aos 74 anos Muhamad Ali anda em pé, nocauteado.