O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

17 de fev de 2016

AMEAÇA
Dizendo-se com a dívida zerada e ainda cheio da grana, Eike Batista, anuncia: "Eu vou recomeçar". Tá bom, pode "recomeçar", mas o mercado que fique esperto. Isso não é um anúncio; é uma ameaça.

O DESERTOR

Marcelo Castro, ministro da Saúde da Dilma Vana, pediu exoneração do cargo para votar na eleição do novo líder do PMDB. 
Foto/ABr
Antes de mais, nada, uma cretinice desse tamanho só se admite numa democracia de gaveta como essa que o governo do PT tão perniciosamente administra e manobra. 

Mas, deixem isso pra lá que, até aqui, isso não é novidade alguma. 

Por que é cretinice? Ora, porque esse é um país em que todo mundo quer emprego e não acha. Aí vem um ministro e brinca de Caxangá, de bota e tira oi lig-lig-lé com o Ministério da Saúde de uma pátria doente e em plena "guerra ao mosquito". 

Esse ministro fugiu do combate "sem trégua" da Cleópatra do Paranoá, à picadura do Aedes Aegypti. Ele não é um exonerado eventual; é um desertor convicto. Merece ser julgado pela corte marcial dos exércitos que lutam na formidanda "guerra ao mosquito".