O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

25 de fev de 2016

CPI É CASO DE POLÍCIA

Foi por pouco, muito pouco, pouco mesmo, quase nada que ontem aprovariam o relatório final da CPI do BNDES sem qualquer indiciamento.

Obedecendo à blindagem a Lula imposta pelo governo Dilma e pior, contando com a conivência dos mais ardilosos tucanos para livrar a cara de Luciano Coutinho, a CPI acabaria ontem numa tremenda pizza. Como vai acabar em pizza amanhã ou depois, se não for hoje mesmo.

Então ficamos assim: quando falarem em CPI para você, mande contar logo uma de papagaio. Não há CPI nesse país que não seja caso de polícia. Diante da próxima ameaça de uma CPI,  seja lá sobre o que for, chame logo o guarda da esquina.

BOLIVIANOS DESPACHARAM
A MANIA DO BOLIVARIANISMO

O povo da Bolívia despachou Evo Morales. Ele não conseguiu bolivarizar mais ainda a Constituição boliviana. O povo disse "não" a sua manobra imoral rumo a mais uma reeleição.

Na verdade o povo quer muito mais até escapar do continuísmo do regime bolivariano do que propriamente livrar-se de Evo Morales. Dos piores impostores latino-americanos até que o cocaleiro é o mais bonzinho deles.

Então os bolivianos lutaram mais contra o regime do que contra o índio mais cara-pálida daquele país. E votaram assim, conscientes, até porque lá por aquelas bandas não tem um índio mais bonito nem mais bonachão do que ele. E eleitor boliviano não é que nem o eleitor brasileiro que adora votar em gente feia.

A Bolívia, seja lá por essas providenciais cargas d'água, está se livrando mesmo é do arroxo que a mania submissa de venerar o visionário libertador de bosta nenhuma, Simón Bolívar vem impondo ao povo da Bolívia, depois de ser implantada no nosso continente pelo fedegoso passarinho Hugo Cháves que emporcalhou a Venezuela de cima abaixo.

Então, pronto... Ufa! A Bolívia não mais será o Brasil amanhã.

CARIMBO DE VIGARISTA
A conceituada agência reguladora  Moody's seguindo a cor do dinheiro tirou do Brasil o selo de bom pagador. Quem olha a vida com bons olhos percebe logo no mapa do Brasil o carimbo de vigarista. Quero ver agora algum país sério comprar um carro usado do governo brasileiro.

UM PELO OUTRO
Agora vai. Humberto Costa substitui Delcídio Amaral, o Tal, na liderança do governo no Senado. Ninguém vai notar a diferença. É o jeito de um e o cacoete do outro. Sai o chupa-sangue e entra o sanguessuga.

O ASTUTO DELES LÁ
Quando se vê aqui no Brasil que o partido que governa o país há 13 intermináveis anos não tem mais do que um Lula como líder absoluto, entende-se por que um fanfarrão astuto como Donald Trump encanta os Estados Unidos.