O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

29 de fev de 2016

PT COMEÇOU A GUERRA
CONTRA A RAINHA DO AEGYPTI

Ah que delícia de guerra: "PT diz que quer 'dobrar a aposta' nas políticas que levaram o Brasil à crise". O partido agora fala em reduzir os juros a todo custo, como se não fosse ele próprio quem botou os juros na estratosfera. O PT defende ainda as reservas internacionais para bancar obras.

Quando, nessa democracia de gaveta, os políticos começam a falar em obras, estão na verdade falando em empreiteiras e licitações camaradinhas.

Isso tudo saiu da festa de lançamento da blindagem e da nova campanha "Volta Lula", disfarçada em celebração dos 36 anos de vida e morte Severina do PT. O que saiu de lá também foi o discurso  de Lula defendendo Lula, como se ele não fosse tremer diante da Vara de Sergio Moro.

E mais: agora é pra valer a demonização de Dilma, a Rainha do Aegypti.. O confronto é por duas razões: a candidatura de Lula e a necessidade de descolar o partido da imagem do governo Dilma. Ela, por sua vez, quer descolar-se de Lula e do PT para ver se garante o seu periclitante mandato.

OSCAR PARA DI CAPRIO
O que seria do Brasil se o Leonardo Di Caprio não ganhasse o Oscar de melhor ator? Nada, porque Lula o seu maior concorrente não vem se apresentando muito bem no papel de mocinho do dramalhão brasileiro. Não tem decorado direito as suas falas e anda confundindo o roteiro. Na melhor das hipóteses, Lula desfilaria no tapete vermelho da estatueta famosa, como vencedor de maior canastrão pela sua desastrada interpretação como vilão da temporada.

CARDOZO PEDE PRA SAIR

Até que enfim, incomodado com a "pressão" que vem sofrendo do PT de Lula e associados, Zé Eduardo Cardozo, o ministro da Justiça mais porta-voz de um presidente da República que o Brasil já viu, pediu pra sair.

Dizem os torcedores mais fanáticos do PT que combate o governo do PT que Cardozo já teria comunicado a sua decisão. Para Dilma é um choque, mas para o PT não muda nada, porque Dilma não vai dar ouvidos a qualquer sugestão que venha das cercanias de Lula.

O que um novo ministro da Justiça faria pelo Brasil, ninguém sabe, ninguém será capaz de imaginar além da certeza de que terá a missão de conter os arroubos da Polícia Federal, do Ministério Público e da Justiça em operações tipo Zelotes e Lava Jato.

ANO ELEITORAL
Não se iludam, as loucuras da Dilma à cata de dinheiro para cobrir o que seu governo arrombou e deixou arrombar, só não serão levadas em conta e nem aprovadas no Congresso Nacional, por que é ano de eleições. Não há nada de identificação do Parlamento com a população. A politicalha só olha para o próprio umbigo.

AS MÃOS COMO NUM
SOLO DE CAVAQUINHO

O apartamento tipo assim Minha Casa Minha Vida de Lula e dona Marisa, pode estar caindo. É que executivos cativos da Odebrecht e da OAS estão vendo a coisa preta e estão a um passo de fechar acordos de delação premiada. Aí, Lula deixa de estar na periferia de um depoimento à Zelotes, outro à Lava Jato e uma tête-à-tête com a Vara de Sérgio Moro, para ficar com pé na cadeia e as mãos postas em posição de um solo de cavaquinho.

À FLOR DA PELE
Enquanto o pinto pia, a pia pinga... E Dilma Vana anda à beira de um ataque de nervos desde que João Santana e sua mascadora de "chicles", Mônica Moura, foram flagrados caindo em tentação pelos investigadores da Lava Jato. Dilma está se sentindo tipo assim a última flor do Lácio, inculta e bela, mas com os nervos à flor da pele. Alô, alô, Terezinha, atençããão!- "inculta e bela" é ela quem estaria se sentindo; eu a vejo apenas com a última flor inculta e com os nervos à flor da pele.

SÃO PAULO SEM PREFEITURA

Triste tucanagem. Anda aos bicos e barracos para escolher um mísero concorrente à depredadora gestão de Fernandinho HaHaHaddad - tenho frouxos de riso quando escrevo esse nome - como prefeito de São Paulo. Depois de penas voando pra tudo que é lado, ficaram dois patetas para o segundo turno das prévias do PSDB para a escolha do candidato do partido a alcaide paulistano:  João Dória Jr. e Andrea Matarazzo - a fome e a vontade de comer. Se é para deixar São Paulo do jeito que está, então bolas, podem apenas tirar o HaHaHaddad e deixar a maior cidade do Brasil sem prefeito e sem Prefeitura. Os mais de 12 milhões de paulistanos, desde já, agradecem penhoradamente.

OBRAS DE UM MILHÃO
NO SITIO DOS AMIGOS DE LULA
Obras do sítio que Lula "ganhou de presente" de amigos custaram mais de R$ 1 milhão. A constatação foi feita e dada a conhecimento da plebe ignara pelo Ministério Público e por, digamos, "interlocutores" de uma construtora que tocou as obras no sítio em Atibaia. Por acaso essa construtora é ligada à recatada Odebrecht.