O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

17 de fev de 2016

TERCEIRO TURNO
E PRORROGAÇÃO

Os advogados de defesa de Lula, "ao apagar das luzes", conseguiram liminar suspendendo os depoimentos de Lula e Marisa sobre o triplex. A dupla seria ouvida, separadamente, nesta quarta-feira na investigação sobre o apartamento no Guarujá.

A decisão foi proferida pelo Conselho Nacional do Ministério Público e serviu para paralisar o inquérito. Bolas, se não tinham nada para esconder; se nunca foram donos do triplex; se nunca estiveram lá e nem sabem direito onde fica o tal triplex, por que suspender os depoimentos?

Pô, isso é perseguição: é prolongar a agonia do coitado do Lula que já disse que "não aguento mais falar nisso!". Essa manobra, pode crer, foi mais uma intriga da oposição que ainda está "disputando o terceiro turno".

Mas, o que se deduz dessa liminar suspendendo os depoimentos da dupla Brahma e Calada da Noite é que eles adoram uma prorrogação. Se eu fosse juiz, para mim, esses dois já não precisariam mais ser intimados a falar. Já se denunciaram.É que não há nada tão sincero e eloquente quanto o medo.

BOLA DA VEZ

A bola da vez, outra vez, é Silvinho Land Rover. Ele já pegou cana por levar as culpas do Mensalão e está agora quites com a sociedade, porque prestou serviços comunitários, mas já não será réu primário. Ele é a bola da vez do PT que quer blindar Lula na roubalheira do partido no Petrolão.

No Mensalão, ele foi condenado por que era secretário-geral do PT. Jogando a patifaria toda para aquele tempo, a cúpula do PT quer fazer a culpa toda cair no colo de Silvinho, uma vez mais.

Nesse reboliço todo, Lula aparece - no tonitruante depoimento do delator premiado, Fernando Moura - no coração audaz do Petrolão e como suspeito de corrupção passiva no rolo do sítio de Atibaia e do triplex no Guarujá.

A família de Silvinho bate pé e reclama, não quer nada com Malzebier, o Brahma. Sabe que, como Silvinho Land Rover não é mais primário, ele vai ficar o resto da vida a espera do sacro-telefonema "tamo junto nessa, cumpanhêro!".

AS FORÇAS ARMADAS E O
APARELHAMENTO DA DEFESA

As Forças Armadas estão em, digamos, pé de guerra na caserna. É que o "suportável" comunista Aldro Rebelo, acaba de nomear  para a Secretaria de Produtos do Ministério da Defesa, a ex-deputada Perpétua Almeida, comunista que nem Aldo.

Os militares não têm sangue de barata para assistirem impassíveis ao aparelhamento do ministério. E muito menos estão dispostos a aturar a figura de Perpétua, autora do projeto que excluiu os militares dos benefícios da Lei de Anistia.

E não há também, na caserna, quem não se lembre do quanto os militantes do PCdoB incomodaram na Guerrilha do Araguaia. E sabe como é guerra é guerra: quem ganha nunca vence lealmente e quem perde nunca perde de cabeça erguida. Há muito, muito tempo, a resignação era uma forma de covardia para todo aquele que habita a caserna.