O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

20 de jul de 2015

TODO MUNDO EM PEDRINHAS
No Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão de Sarney, os bandidos comem uns aos outros. Literalmente. Achando pouco a farra que é viver na cadeia, passaram a praticar o canibalismo. Sei lá por que - acho até que por um rasgo de patriotismo - me deu na telha sugerir que todo suspeito da Lava Jato seja transferido das celas da PF em Curitiba, para a hotelaria de Pedrinhas.

INDA QUE MAL PERGUNTE...
Tá, eu sei que como eu, você tem mais do que pavor, verdadeira ojeriza pelo PT... Mas inda que mal pergunte: por que você não é um entusiasta da fauna atucanada do PSDB?

NÃO VOU NESSA

Tem manifestação marcada para o dia 16 de agosto. E tem partido de olho no que vai acontecer para ver se insiste na grande tese do impeachment, ou deixa tudo como está só para ver como é que fica.

De minha parte, não vejo com bons olhos essa grande tese, esse tesão pelo impedimento de Dilmandioca. É que as figuras que sentariam na sua cadeira lá no alto da rampa não me despertam nenhum instinto primitivo.

Senão, vejamos: a primeira delas, Michel Temer... Você compraria dele um carro usado? A segunda, Eduardo Cunha - dono da Câmara de Deputados; ele representa você? E depois - que os deuses nos livrem e guardem - Ricardo Lewandowski... Você o convidaria para jantar?

Pois, então vejam em que sinuca de bico nos meteram... De minha parte, já lhes digo: não vou nessa. A gente vai pedir o quê, para benefício de quem?!?

A gente antes precisa se organizar para poder desbancar essa grande desordem organizada que, em 30 anos, tomou conta do nosso país sem educação, sem saúde, sem transporte, sem emprego, sem segurança, sem perspectiva de dignidade e sem governantes de confiança.

Por enquanto, a gente está como esse governo que só faz saber e não sabe fazer: cria um slogan, faz uma campanha publicitária e pronto, está tudo resolvido. É assim ou não é que se dá com o Brasil, Pátria Educadora; é assim ou não é que se dá, com o programa Mais Médicos; é assim, ou não é que se dá com o Fome Zero, o Minha Casa Minha Vida, o Bolsa Família?

Arrumemos, pois, primeiro a nossa casa, a nossa calçada, o nosso bairro, a nossa cidade, o nosso estado, o nosso país... E teremos então, pelo menos, harmonia e o cheiro de uma sociedade igualitária e comum a todos. O resto virá por acréscimo.

Ah, me deixem sonhar. O sonho é, alguém já disse, acordar-se para dentro. Quando eu acordo de um sonho e me deparo com a realidade, parece que a partir dali tudo conspira a meu favor.