O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

31 de mar de 2016


NÃO É GOLPE
De tudo quanto juristas, doutos, bajuladores profissionais e amadores amortadelados digam ou tentem demonstrar sobre o impeachment, a minha maior certeza de que não é golpe está na Dilma e no Lula.
Eles garantem, juram por tudo quanto é mais sagrado que o impeachment é golpe.
Então, não é!

GOLPE DA CLAQUE

Essa Dilma está mal mesmo na fita. Fosse goleiro da Seleção do Dunga, se jogaria para um canto e a bola entraria no outro; ela não sairia sequer na foto. 

Pois ela montou para ontem mais um palanque no salão de atos do Palácio do Planalto, usando o Minha Casa Minha Vida como chamariz para mais um comício fuleiro. Não deu certo. 

Convidou mais de 300 prefeitos, mas apenas oito galantes serviçais intendentes deram as caras por lá. Diante de mais um fracasso retumbante de público, Dilma botou o pessoal do Cerimonial a correr. 

Os diligentes vassalos conseguiram um ajuntamento de sindicalistas pelegos, cutistas, militantes amortadelados, uns que outros papa-pão dos ditos movimentos sociais e acabaram formando uma claque às pressas. 
E aí, então, em pleno golpe da claque, ao invés de falar sobre o sonho da casa própria, Dilma vociferou contra o impeachment, classificando-o como golpe. 
Tradução: todos saíram dali com a mais absoluta certeza de que a Dilma é braba, não joga, não fuma, não bebe, mas sempre que pode mente tudo que dá pra mentir. 

Pronto, o impeachment não é golpe. Taí a Dilma que deu o golpe da claque, aquela Dilma que mente e não nos deixa mentir.