O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

16 de mar de 2016

LULA, PRIMEIRO-MINISTRO DA
PARLAMENTADURA NO BRASIL

Pronto! Lula faz o mea culpa, foge da Vara de Sérgio Moro e vai homiziar-se na Casa Civil da Presidência da República.

Dilma Vana passa de president@ à figura caricata de rainha da Inglaterra nesse refúgio oficial do Brasil da Silva que começa a viver em regime de parlamentadura.

O golpe foi dado pouco antes do meio-dia desta infausta quarta-feira de cinzas no Palácio do Planalto, antiga sede do governo dessa já moribunda democracia de gaveta apinhada de gaveteiros.

Lula é o reizinho do Brasil,  disfarçado de primeiro-ministro refugiado, acoutado na Casa Civil, com direito a foro privilegiado, mas sem contar com mandato eletivo concedido pela voz rouca das ruas, ele não está imune a voz de prisão.

Ao fingir-se de primeiro-ministro, Lula confessa todo o seu medo pela culpa dos crimes iniciais de falsidade ideológica e lavagem de dinheiro e, como sempre, livra sua pele e deixa seus companheiros na rua da amargura.

Dessa feita, Lula abandona ao sabor da sorte, às agruras do destino, a mulher e os filhos. Nada a estranhar. É da sua natureza.

Quanto à figura decorativa de Dilma Vana, ela está protegida da Justiça pelo véu do mandato. Mas é forte candidata à tradicional punhalada pelas costas do agora reizinho do Palácio do Planalto.