O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

24 de mar de 2016

DESCULPEM SE PERCO A TERNURA,
MAS VOCÊS NÃO TEM DESCULPA!


Então Teori Zavascki causou uma comoção no país. Tirou do foro de Curitiba o caso do telefonema em que Dilma burlava descaradamente a lei e obstruía o trabalho da justiça, oferecendo a Casa Civil como rota de fuga para Lula, um investigado pela Polícia Federal suspeito de corrupção, falsidade ideológica, e lavagem de dinheiro.

A comoção tomou conta do país que se dividiu entre os que defendem a carona de Lula com a Dilma rumo ao foro privilegiado e os que dariam tudo na vida para ver o Lula passando pela Vara do juiz Sérgio Moro.

E vocês aí, minhas camaradinhas e meus camaradinhas, defendem quem e o quê?!? Desculpem se perco a ternura, mas pouco se me dá o que vocês defendam. Desculpem-me endurecer-me.

É que eu não desculpo vocês - estejam a favor, contra, ou muito pelo contrário de que Lula esteja com Dilma no colo de Zavascki comodamente blindados pelo foro privilegiado, ou de que Lula seja aperreado na Vara de Sérgio Moro, posto que não é ministro nem detentor de cargo público e notório e por isso merece tomar onde as galinhas tomam.

Se é por isso, minhas camaradinhas e meus camaradinhas, dedico-lhes a minha mais sonora vaia e a minha mais portentosa banana!

Vocês são todos tão submissos, tão cordatos, tão servis, subalternos, rasteiros, subservientes, tão conformados que aceitam essa aberração social, jurídica, política que se chama "foro privilegiado".

Sabem lá vocês o que é essa patifaria? Nem pensaram nisso, né não? Pois, o foro privilegiado, ou foro por prerrogativa de função é um privilégio concedido a autoridades políticas de ser julgado por um tribunal diferente ao de primeira instância, em que é julgada a maioria dos brasileiros que cometem crimes. 


Que berdamerda é essa?!? Vão se catar! Que país é esse; que sociedade é essa; que regime de convivência é esse que determina que somos todos iguais perante a lei, menos os melhores que nós todos?!?

E o que é que deu em vocês que são reduzidos a pau de galinheiro e ainda se encantam vendo esses finórios, de assistir a essa pandilha de espertalhões, de verdadeiros experts na arte de usar a lei para enganar a lei, cantando de galo?!?

Ah, manda o mundo parar de dar voltas em torno de si mesmo que nem um imbecil que levou uma picadura de mosquito que eu quero descer!

Essa estupidez de foro privilegiado é uma estupidez, um despautério, uma clara exceção ao princípio da igualdade, consagrado na Constituição brasileira. Borra, evacua e rasga a Carta Magna para limpar a barra justamente daqueles que mais consciência têm dos seus atos de má-fé e de suas sempre péssimas intenções.

E vocês aceitam passivamente que o tal foro privilegiado atribua ao Supremo Tribunal Federal o julgamento do presidente da República, do vice-presidente, dos membros virís do Congresso Nacional, dos ministros de Estado e do procurador-geral da República quando e sempre que há alguma, uma única e mísera infração penal comum.

Desculpem-me uma vez mais, mas vocês não têm desculpa: já incorporaram esse excremento protecionista, diversionista e canalha ao in/consciente coletivo desse país que vem sendo roubado, arrombado e escrachinado justamente por quem mais entende de direito, de ordem e progresso, de justiça e de leis.

Algo está muito errado e alguma coisa vai muito mal em um país que divide seu povo em uma esmagadora maioria de iguais e uma casta privilegiada de animas sociais, melhores do que todos nós, os outros.

Esses caras que são useiros e vezeiros em cometer "crimes éticos" - uma categoria que ainda não foi devidamente encaixada ao Código Penal - deveriam pagar pelos delitos continuados de atentados contra a moral e os bons costumes, da mesma forma que os assaltantes que matam para roubar, pegam de seis a 30 anos de prisão, em regime fechado.

Não merecem foro especial quem comete o "crime ético", como eles cometem todo santo dia - o dinheiro que roubam, que desviam, que lavam, desmantela e mata a saúde pública, o transporte, a educação, a segurança, as igualdades sociais; desmantela e mata o sonho da casa própria, a esperança, a qualidade de vida. Não, eles não merecem foro especial: eles merecem o forno especial. O diabo sabe onde fica.