O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

8 de mar de 2016

DILMA INCITA À VIOLÊNCIA

Olha que coisa mais nauseabunda: "Dilma quer impedir confrontos no dia 13". Esta é a melhor cara da Dilma furibunda. Um jeito velhaco de convocar a "militância" baderneira ao confronto com quem não quer briga; quer justiça, ordem e progresso. Isso é incitação pilantra e dissimulada à violência.

Uma boa maneira de Dilma fazer com que a população ordeira não saia às ruas no dia 13 seria Dilma começar a governar. Governar com seriedade e honestidade tais que seu governo não roube e nem deixe roubar; que seu governo devolva os 100 bilhões de reais que sumiram no ano passado. Só isso já seria um bom começo.

NINGUÉM PODE, DONA DESTRAMBELHADA!
Quando Dilma diz cínica e maldosamente que "a oposição não pode dividir o país", ela já o está dividindo. Quem não pode dividir o país é o PT que divide até a si mesmo; o PT que comemorou o 36° aniversário de fundação declarando-se contra o governo dela, Dilma Vana. Quem dividiu e divide o país é o PT; quem divide o país e até o PT é ela mesma que deu o golpe do segundo mandato que Lula já queria para ele, conforme acordo ainda dos tempos em que ela era apenas um poste que Lula iluminava. Quem não pode dividir o país é o PT, é a oposição, é ninguém, dona dilmática, despreparada e destrambelhada!

MILITÂNCIA DE MILÍCIA

A "militância" sair às ruas neste dia 13, um domingo, dia bom de militar para quem é trabalhador, mas uma perniciosa aventura para quem é malandro encostado em sindicatos pelegos, movimentos sociais de araque, exércitos luláticos, não quer dizer que esteja unida e solidária a Dilma ou ao seu governo inerte e inoperante. A militância vai militar nas ruas por Lula contra ela. As milícias vermelhas nas ruas querem dizer baderna e, me digam, em nome de quê e de quem?!? Dilma está incitando à violência de forma explícita induzindo as milícias como o fizeram até aqui Gilberto Carvalho, o mala-preta de Santo André; Afonso Florence, líder do PT na Câmara; João Pedro Stédile, com seu exército de meia dúzia de trabalhadores sem terra que nunca plantaram um pé de couve; o bandido Zé Rainha, marginal convicto e o próprio Lula, com seu choro sentido e ressentido de impuro sacrossanto.

ENTÃO QUE O BRASIL VÁ
PRO RAIO QUE O PARTA!

Dilma Coração Guerrilheiro, insiste: "a oposição não pode dividir o país". Diz assim como se a oposição estivesse tomando o lugar do seu governo na arte de repartir os peixes e multiplicar os paus. Dilma é assim: pão, pão; queijo, queijo! Acha que só ela pode dividir. Mais que dividir, pode quebrar o país e... tudo bem. Se é isso, então Dilma está se dando muito bem. Ela dividiu a economia da nação com o companheiro Lula e sua pandilha; dividiu seu governo em base aliada e inimigos; dividiu a sociedade em cotas de pobres e ricos, de brancos e negros, de bons e maus, de trabalhadores e bolsistas familiares. Ela dividiu até o PT em prós e contras. Contra ela e pró Lula. Então, a dona Dilma Vana tem que saber que a gente sabe que quem não pode dividir o país é ela! Mas se ela pensa que Dilma é o Brasil... Bem, aí, eu até que aceitaria uma ruptura radical: que esse Brasil vá pro raio que o parta!

COMPANHEIRISMO
Nesse governo lulodilmático é bem assim: um por todos e todos por hmm...

PAÍS DE CANIBAIS
Que coisa, o que é a evolução da espécie humana!... O Brasil foi descoberto em 1500. Já se passaram 516 anos e a gente aqui, escutando os desaforos de Lula e as catilinárias de Dilma. E a gente aqui, assistindo aos dois dividindo o país. Uma querendo comer o outro e o outro querendo comer a uma. Agora, enfim, a gente já sabe que Pedro Álvares Cabral morreu sem saber que havia descoberto um país de canibais. Canibais tarados. Por que vá ter gosto e apetite assim, lá nos quintos das trevas!

INCOMPATIBILIDADE COMPANHEIRA
Aquela velha relação entre Lula e Dilma chegou às raias da incompatibilidade com o povo. Ainda que separados, todo mundo sabe que mesmo sozinhos Lula é incompatível com Dilma e Dilma incompatível com Lula. E assim é que Dilma e Lula e vice versa, acabam se juntando porque não são capazes de ser infelizes sozinhos.

ANARQUISTA
Sou rebelde por natureza, ou como diz a mana Circe Maria, mais revoltado que rebelde. Eu me sinto humilhado e submisso ao status quo até quando obedeço aos avisos de silêncio nas salas de espera dos hospitais. Que coisa essa ingerência da sociedade dominante na vida da gente.

LEX, DURA LEX, SED LEX
O impoluto ex-senador Luiz Estevão, cúmplice do juiz Lalu no superfaturamento das obras de um tribunal em São Paulo, voltou para a cadeia fechada. Ele já é produto dessa decisão de cumprimento da pena a contar da segunda instância. Voltar ou não para a ceia é até secundário no exemplo de Luiz Estevão; o que vale mesmo é que o fato clama por isonomia. Estevão foi condenado e preso pelo crime de "superfaturamento"... pronto, é só o que tem que acontecer com os empreiteiros, operadores, receptadores e chefes da República do Petrolão. Lex, dura lex, sed lex... No cabelo, use Gumex.

QUER ESCAPAR DA VARA
A mulher de Eduardo Cunha não quer ser julgada por Sérgio Moro. Nem é tanto ser julgada, ela não quer mesmo é passar pela Vara de Sérgio Moro. Vai ver que ela se julga melhor que tdoso outros e outras. Mas, até nessa República do Petrolão, nem sempre querer é poder.