O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

1 de mar de 2016

O NOME DA ROSA

Agora a gente tem que se ligar mesmo é na figura e no jeito de uma senhora de toga, chamada Rosa; Rosa Weber. É nas mãos dela que está a decisão do desaforo que os advogados de defesa do inocente Lula querem fazer ao juiz Sérgio Moro.

Como Lula está intimado pela Operação Zelotas, por causa de umas que outras pesadas evidências de falcatruas e também pela Lava Jato, por um número tão grande e até maior de horrendas suspeitas de delitos, seus advogados se fizeram de bobos e botaram as duas operações na barra do Supremo Tribunal Federal, a Corte de Lewandowski, um aparelho de amigos.

Então, o que Lula diz e garganteia por aí, não vale nada. Vale o condão da fada Rosa.

E assim mesmo, a Lava Jato tem muito mais do que apenas isso para Lula, o senhor da guerra que se acha um cidadão acima de qualquer suspeita, mas que fica com o olho do banho ardendo só de pensar em se explicar para a equipe da Lava Jato.

Essa coisa de bancar o controle remoto e trocar Zé Cardozo de canal, não tem a menor importância. O povo não quer e não vai permitir que um marionete conduzido pelos cordéis de Lula transforme a Operação Lava Jato, em mais uma pizza que encha o bucho de quem balança a pança e joga a massa na pá do ventilador. Isso ainda vai acabar atirando esterco da pior qualidade no colo desse governo.

RODAPÉ - A douta magistrada, Rosa Weber, oriunda de Porto Alegre dos Casais, capital do Rio Grande do Sul e de todos os gaúchos, carrega dentro de seu diploma de notório saber jurídico a sua indicação para o Supremo por conta de uma senhora que se diz "gaúcha de coração" e que atende pelo nome de Dilma, Dilma Vana.

Justamente a Dilma que foi atropelada por Lula da Silva, controle remoto da República do Petrolão que não descansou enquanto não queimou no Ministério da Justiça o filme de Zé Cardozo, velho amigo e companheiro das primeiras jornadas palacianas de Dilma.

Isso, numa democracia de gavetas, tem tudo para contar ponto a favor da população. Pode ser até que Rosa Weber decida sobrepor-se ao sentimento de gratidão, e faça prevalecer o direito moral sobre o direito formal...