O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

10 de abr de 2015

BRASIL, PÁTRIA O QUÊ?!?
Unesco: "Brasil cumpre apenas 2 das 6 metas da Educação". Dilma Vana está certa uma vez mais quando estufa o peito e grita: "Brasil, Pátria Educadora"!

CÓDIGO 007

Com o código 007 que recebeu de Teori Zavascki, o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, matou à vontade toda e qualquer pergunta que lhe foi dirigida nesta quinta-feira pela desarvorada oposição na CPI-2 do Petrolão.

Deixou claro que não conhece ninguém, dentro ou fora da Petrobras. Ele é só o tesoureiro do PT. Ele só sabe mesmo é receber, organizar e contabilizar, "conforme as exigências da lei", a dinheirama que, pelo visto, cai do céu nos cofres do partido ao qual ele presta inestimáveis e desinteressados serviços.

E ele foi o mais seco e mais profissional tesoureiro que já se viu na história desse país: "Todas as doações ao PT estão estritamente dentro do preceito legal; estão contabilizadas e declaradas à Justiça Eleitoral".

Ah, bom. Então ele, o PT e os petistas que ele nunca viu e nem conhece, são inocentes. Não só inocentes, como tremendamente organizados e tementes aos rigores do Fisco. Isso é raro, um acusado se dizer inocente, é uma coisa nunca vista.

Em todo caso, como o rolo é grosso e nem o Vaccari, nem o PT têm culpa de nada, então a Operação Lava-Jato vai ter que investigar, julgar e punir a Justiça Eleitoral.

Pena que ninguém tenha perguntado a Vaccari Neto se ele sabia quem era Lula da Silva que, por acaso, é o presidente de honra do PT. Vai ver que isso ele saberia responder com a mesma convicção com que disse não conhecer os portadores e intermediários das generosas e desinteressadas doações que enriqueceram o partido e seus exploradores.

RODAPÉ - Antes de dormir, sempre leio alguma coisa rápida que me passe uma mensagem qualquer. Ontem peguei o livro "Lettres et Pensées", do Príncipe De Ligne e, como sempre, abri a folhas tantas, como muita gente de boa fé abre o Evangelho. Li a primeira frase que me bateu nos olhos: "Para ser fiel e honesto há que ter muito dinheiro no bolso". Gosto desses autores cínicos. Eles sempre dizem a verdade. As letras começaram a cair na minha cara. ferrei no sono.

E DILMA NÃO VIU

Dilma Vana, falando para uma rede de TV lá de fora: "Eu tenho absoluta certeza de que minha campanha não recebeu dinheiro de suborno".

Ah, como foi para uma rede estrangeira, então agora a gente acredita. Acredita, pero no mucho.

Quer dizer então que ela não viu o suborno entrando na sua campanha, do mesmo jeito bom com que não viu a roubalheira e a dinheirama saindo da Petrobras, quando ela presidia o Conselho de Administração daquela casa do petróleo que, um dia, já foi nosso.

DUAS PÉROLAS DA DILMA

Essa Dilma é mesmo impagável - ops! - é mesmo hilária. Fica melhor ainda quando começa a soltar pérolas ao vento - que nem sempre os porcos estão por perto. Ontem ela se encheu de razão e soltou: "A faxina na Petrobras acabou! Limpou tudo que tinha que limpar!".

Peralá! Pópará! Como assim, "acabou"? Quem é que disse que há nesse Brasil algum idiota que deve ou pode acreditar no que sai da boca da Dilma?

Esse "acabou", esse "limpou tudo que tinha que limpar" ficam muito bons pra ela; servem para ela e para Lula, já que ambos fazem de conta que eles não estavam lá dentro enquanto o saque, a devastação e a pilhagem corriam livres, leves e soltos embaixo de seus narizes complacentes, para não dizer coniventes.

Pópará! De minha parte só acredito na criatura e no seu criador, depois que eles fizerem um acordo de delação premiada. E ainda assim vou ter minhas reservas.

Mas Dilma Vana não se contenta com pouco. Ela estava com a corda toda, aproveitou o embalo e cuspiu fogo: "A Petrobras está de pé!".

Pois, não é que está mesmo? Está ainda de pé, apesar dos governos Lula, Dilma e vice-versa. Mas, amanhã há de ser outro dia.