O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

2 de mar de 2016

INCONSTITUCIONALISSIMAMENTE...

DA LAVAGEM

A empreiteira Andrade Gutierrez admite ter pago ilegalmente contas da campanha de Dilma em 2010. Tá, então vamos ver como é que pode funcionar uma cretinice dessas...

1) O governo abre licitação para uma obra de grande porte e estardalhaço;

2) pelo menos três empreiteiras combinam as propostas;

3) todas as propostas são superfaturadas o suficiente para deixar a parte gorda e grossa para a vencedora pré-estabelecida pelo cartel;

4) o "plus" do cambalacho é bastante também para a propina das outras duas empreiteiras amigas e companheiras;

5) o dinheiro público sobra aos borbotões para molhar a mão dos demais propineiros que facilitam a roubalheira: o cara da fonte pública, o operador e o receptor que se traveste de tesoureiro de um partido canalha ol quanto baste para lavar a dinheirama.

VOCÊ É O QUÊ?!?

Agora me diga: você sabe que o seu vizinho é ladrão de carros e, mesmo assim, toda vez que você troca de automóvel, vai comprá-lo na recenda de seminovos que ele montou para bem servir-se.


Você sempre faz com ele um bom negócio, por que ele é do ramo: os carros são bons, bonitos e baratos, têm a papelada em dia, seguro e garantia de até um ano com revisões.

E então tá, você paga em dia e sempre que pode volta sempre. Inda que mal pergunte: você é o quê?!?  Pois é assim que funciona.


JUSTIÇA, AINDA QUE TARDIA

Wellington Cesar de Lima e Silva, novo ministro inconstitucional da Justiça mais do Lula que da Dilma, disse ontem que vai manter o diretor-geral da Polícia Federal.

E mais: que a Polícia vai continuar trabalhando da mesma forma como vem atuando.

Quer dizer, o cara já chegou mandando. Assim como hoje é assim, amanhã será assado.

Tudo depende apenas do seu humor de ocasião, tudo depende apenas dele, instrumento da fuga de Lula do cenário do crime. Isso é que é democracia de gaveta.

COLISÃO FUNCIONAL

Se esse Wellington Cesar continuar promotor público nesse cargo de ministro, então quem o desobedecer poderá ser também o seu algoz, denunciando-o como transgressor da Constituição-Cidadã. Ele só poderia entrar no Ministério como um, digamos, professor de alguma matéria do ramo jurídico, quem sabe até ensinando Direito Constitucional.  Jamais poderia entrar como titular da pasta, eis que já chegaria como está chegando ao arrepio da Constituição, burlando a Justiça e atropelando a lei, numa tremenda colisão constitucional de funções.

NADA MUDA... SÓ QUE NÃO

Repetindo: olhem só o que disse o novo ministro da Justiça: "Nada muda na PF. As instituições estão maduras ao ponto de não sofrerem variações com mudanças nos atores". Ah, tá. E quanto ao roteiro da ópera bufa, como é que fica?!?

Bolas, quando esse ministro inconstitucional da Justiça disser uma coisa, ele pode estar dizendo outra. Ele ainda não é nenhum delator premiado para que se possa dar crédito ao que fala. Sua palavra vale tanto quanto a de Lula, a palavra da Dilma, do Jaques Wagner...

SANHA PERSECUTÓRIA

Então quando Wellignton Cesar, o Ungido, disse que "não muda nada na PF" ele pode estar dizendo muito bem que o delegado Leandro Daiello pode estar sendo substituído pelo Zé Mariano Beltrame, o pai da fracassada Polícia de Pacificação que para pacificar a sociedade sobe os morros cariocas armada até os dentes.

Se não for o Beltrame, pode ser o Maurício Telles Barbosa,  hoje secretário de Segurança da Bahia, unha e carne com Jaques Wagner, mentor de Wellington Cesar e emissário de Lula.

Uma coisa é dada como certa, caso ele continue acumulando a promotoria e o ministério: daqui a dois meses, no máximo, ele troca Daiello por alguém que dê um basta nessa sanha persecutória da Lava Jato que arranha o chefe da manha de todos os chefes do crime organizado que tomou de assalto o Estado brasileiro.

FORNICADORA

E assim o PT, Lula e o governo Dilma continuam nessa democracia de gaveta e de executivos gaveteiros brincando de agir inconstitucionalissimamente.

Há uma resolução do Conselho Nacional do Ministério Público que é deslavada e imprudentemente tomada como jurisprudência pelos espertos do poder dominante para limpar nomeações como esta de Wellington Cesar.

Só que uma resolução não pode, jamais, rasgar uma Constituição. A menos que se trate de uma democracia de gaveta e de gaveteiros como esta fornicadora República do Petrolão.

DOIS GARANTIDOS
Se o governo procurar qualquer coisa que se mova ou não dentro dessa máquina pública, encontrará pelo menos dois  corruptos. Um na coisa que se mova e outro naquele que procura.

OPERAÇÃO PT
O único remédio para tirar o PT da UTI é o PT se descolar da Dilma. É a Operação Descolágeno.