O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

22 de nov de 2015

QUASE LÁ
A Mega-Sena acumulou uma vez mais. Pode pagar no próximo sorteio mais de R$ 200 milhões a um costumeiro desconhecido felizardo. O prêmio já está quase alcançando a multa de R$ 250 milhões que o governo aplicou na mineradora Samarco que botou a região mineira de Mariana na maior lama.
 

ORA BOLAS...

Mais de 45 mil torcedores no estádio Itaquerão e não vi ninguém que não estivesse usando uma camisa do Corinthians. Acho que até os sampaulinos estavam vestidos de curingões. Que grande negócio uma butique de franquia corintiana. 

Pois neste domingo jogaram Corinthians e São Paulo no Itaquerão e Joinville e Vasco, lá em Santa Catarina. Não só por ser cruzmaltino loko de saudável, mas por gostar do bom espaetáculo, fiquei com o jogo entre os lanterneiros do Brasileirão. É que não há nada mais monótono e sem graça do que assistir a um clássico por rapadura. 

E nem há nada mais degradante do que ver dois times quebrando a coitada da bola, minuto a minuto, lance por lance, mesmo quando um desses dois é o Vasco da Gama.

Traduzindo do português para o português: Joinville e Vasco são a fome e a vontade de comer daqueles que estão na fila para ganhar uma Bolsa Família.

Eis que, aos 5 minutos de jogo, o vetusto Nenê embalou o sonho vascaíno de ser o melhor vice-lanterna do campeonato. Fez um golaço, no ângulo superior esquerdo, como só os grandes times sabem fazer.

Cinco minutos depois, ainda no embalo, um  cara chamado Riascos deu um toquinho de lado e saiu de banda: Vasco 2 x 0. Incrível, fantástico, extraordinário.

Entrementes, o Coringão mostrava que o São Pauloé que está encerrando a carreira futebolística e não o Rogério Ceni. Meteu 6 x 1  no Tricolor e celebrou o hexa com essa sugestiva meia dúzia. Nada mais emblemático. Isso vai marcar a história do São Paulo mais fundo do que ser ferrado com a marca do Zorro.

De volta a Santa Catarina, o Vasco conseguiu, enfim,mostrar que o Vasco que todo mundo conhece. Conseguiu tomar um gol do Joinville. Foi só ficar se achando, trocando bolinha em campo, para ser o Clube de Regatas Eurico da Gama que merece. 

E de bola, por enquanto, deu pra minha bolinha.