O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

26 de nov de 2015

ONDE JÁ SE VIU?!?

Um "líder do governo" - seja deputado, ou senador - na sua missão diária de servir ao país, antes de tudo, ele segue o script, o roteiro e as ordens que recebe do governo que representa; do governo que o indicou para ser seu líder. Só nas horas em que ele é flagrado com a boca na botija é que um líder do governo age por sua própria conta e risco.

Assim é que Delcídio, quando virou achacador de corruptos, era só um reles operador, destituído institucionalmente do mandato senatorial e, fundamentalmente, da luminosa liderança do governo.

A propósito, o PT emitiu uma nota oficial, assinada por Rui Falcão, dizendo que não deve "nenhum gesto de solidariedade a Delcídio do Amaral".

Então, como uma coisa não tem nada a ver com a outra; como o partido que é governo, não tem nada a ver com o líder do governo que o governo agora "descola" do governo, me deixem perguntar: você já viu na história do PT, ou desse governo, alguma coisa parecida com transformar opositores em amigos pagando-lhes gordas mensalidades? Não, não me digam... Mensalão, não!

Não, não me venham falar em Mensalão porque o Lula já disse e repetiu, só não provou ainda, que isso não existe; que "o Mensalão é uma farsa". Por favor, arrumem outro nome para essa intriga que a inerte e abobalhada oposição lamenta não ter sido capaz sequer de sonhar em aplicar pra cima do crime organizado que virou Estado.

RODAPÉ - Inda que mal pergunte: se o presidente do PT diz que não deve solidariedade a um senador petista, líder do governo do PT, então a quem é mesmo que o PT deve solidariedade?