O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

26 de nov de 2015

FRACASSO RETUMBANTE
E assim é que, um crime atrás do outro, um escândalo depois do outro, o governo não governou em 2015. Estamos a um mês do ano que vem e o governo não fez nada em saúde, mobilidade urbana, educação, segurança pública, justiça, e oportunidades sociais. Mal e porcamente tratou de se defender das falcatruas. E até na arte de arrombar e deixar arrombar, não teve a mesma competência dos anos dourados de Lula. A criatura do criador é mesmo um fracasso retumbante.

DELCÍDIO NÃO FALOU SOZINHO

Comigo não cola essa história solitária que escorre da rampa do Planalto dizendo que Delcídio Amaral agiu por conta própria e em seu próprio favor.


Comigo não cola essa coisa de que ele pagaria uma mensalidade de R$ 50 mil para Cerveró se mandar para a Espanha, só para não delatar o líder do governo como propineiro e velhaco.

A gravação que chegou às mãos da Polícia Federal, pode ser a única, mas o roteiro e a produção são corriqueiros. No diálogo que vazou, os artistas falam em Renato Duque, no mesmo tom que usavam para falar de Cerveró.

De onde sairia tanto dinheiro para Delcídio cumprir sozinho e do próprio bolso a promessa de vida boa para seus afilhados lá fora? Bolas, um milhão e meio de reais, - quantia que foi parar no bolso do hoje leproso companheiro senador - acabariam em dois anos. E aí, Delcídio Amaral iria tirar de onde a grana para sustentar o silêncio?

Não quero tirar nem pôr caraminholas da cabeça, mas olhando assim de soslaio para Nestor Cerveró vejo nele, às vezes, um certo ar de Celso Daniel.

Vai ver que foi até por isso mesmo que ele não quis usar sua cidadania espanhola e preferiu ser promovido a delator premiado.

Comigo não cola essa coisa de que Delcídio Amaral bancou o Tal sozinho. Ele, como líder que era, falou pelo governo e suas circunstâncias.