O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

5 de ago de 2016

POR QUE OS MOLUSCOS JÁ NÃO FALAM COMO ANTES
O INSTITUTO LULA FALA E ESCREVE CONTRA A LAVA JATO

No tempo em que os moluscos falavam, Lula era o primeiro a abrir a boca cheia de dentes e dizer o que lhe dava na telha. Hoje quem fala por ele é o seu instituto - uma entidade quase divina que tem o dom de interpretar a voz do dono. E o Instituto Lula não só fala como escreve também. 

E porque assim é, rola pelas redes sociais e pela mídia em geral, uma nota dizendo - como se alguém lhe desse crédito - que "os procuradores da Operação Lava Jato iludem a sociedade brasileira ao afirmar que têm provas para incriminar o ex-presidente". 

A nota, embora seja a reverberação do velho discurso de vitimização de Lula, é escrita com um português que não lhe pertence. E se queixa dizendo que os procuradores vêm  "mantendo sua campanha de difamação e perseguição ao maior líder político do País, valendo-se da cumplicidade dos meios de comunicação que não questionam tal comportamento". 

E aqui, a gente já começa então a compreender por que Lula não fala; manda seu instituto escrever: é porque iria pegar mal Lula elogiar o próprio Lula, embora ele faça isso mal disfarçadamente a todo momento, sempre que surja uma oportunidade. 

Mas, voltemos à nota. Ela bate o pé e reclama defendendo o companheiro Brahma: 

"No dia da abertura dos Jogos Olímpicos no Rio, os procuradores da Lava Jato voltaram a induzir manchetes artificiais, incluindo comentários indevidos, infundados e ofensivos a Lula, num documento que deveria primar pela objetividade". 

A nota é atrevida, como é de se esperar de quem não tenha escrúpulos diante de tudo que fez nesses tempos de poder desmedido e, mais que atrevida, se desdobra em indignações contra os procuradores da Lava Jato, tipo assim  "caçada judicial"; "manifestação caluniosa, infamante, irresponsável e indigna de servidores ligados ao mundo do direito". 

E a nota falante conclui às beiradas de uma apoteose de singeleza, honestidade e pureza: "Isso é mais uma evidência de que Lula não pode esperar Justiça no âmbito da Operação Lava Jato".

E assim é que, por causa dessa nota, vamos todos acreditar que Lula é mesmo a alma mais honesta desse país. Quem não presta é a força-tarefa da Lava Jato. 

Resta apenas lembrar que até agora, nem o Instituto Lula e nem ele, são delatores premiados. Sua palavra vale tanto quanto a da Dilma que, tanto quanto Lula, não pode nem pensar em ser delatora porque teria que delatar-se a si mesmo.