O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

21 de out de 2015


PENSANDO BEM...
Se Dilma tem condições de continuar presidindo o Brasil, porque Cunha não teria condições de continuar presidindo a Câmara. A verdade é que tanto a Câmara quanto o Brasil devem ter atirado pedra na cruz, ou comido a mulher do rei, para que padeçam assim nesse paraíso fiscal.

CONFISSÃO
Dilma Vana , entre a Suécia e a Finlândia: "O meu governo não está envolvido em nenhum escândalo". Enfim, sem querer, Dilma confessa: ela não governa o Brasil.

ZAVASCKI COLOCA LULA
NA VARA DE SERGIO MORO

Nesse Brasil da Silva, uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Para o ministro Teori Zavascki, é como o Gordo Renato sempre dizia ao balcão de um bom boteco "assim como são as pessoas, são as criaturas; assim como são os coisas são os abjetos".

E, porque é assim lá no Supremo Tribunal Federal, Zavascki deferiu o desmembramento do depoimento do premiado delator Fernando Baiano, conforme pedido da Procuradoria Geral da República.

Traduzindo do português para o português: o Supremo vai tratar da parte que envolve políticos e autoridades, enviando toda caterva restante para a Vara do juiz Sérgio Moro - coordenador da Operação Lava Jato.Quer dizer, o Supremo ficou com o Vasco e Sergio Moro com o resto.

E o que é que tem isso demais? Nada. Só que o presidente aposentado, mas não inativo, Lula da Silva não tem direito a foro privilegiado, já que apenas autoridades no exercício do cargo contam com essa estúpida prerrogativa.

Lula - você sabe como ele é - até pensou em se nomear ministro da Dilma para sair da vala comum e pular para o patamar dos escolhidos pela fortuna, mas ficou por isso mesmo.

Na bolostroca toda que a Procuradoria Geral da República jogou no colo de Sérgio Moro, há figuras carimbadas como a do fazendeiro Zé Carlos Bumlai e muitos políticos sem privilégio de foro especial, como Lula, o popular Brahma das candongas dos empreiteiros.

Está agora nas mãos de Moro a abertura ou não de inquérito para a apurar o envolvimento de Lula no arrombamento da Petrobras. A chamada força-tarefa da Lava Jato dá como certo e carimbado que o esquema bilionário de corrupção na Petrobras foi implantado no primeiro governo Lula, em 2005, espalhando-se como se fosse uma procissão até os dias que estamos vivendo.

Esse mar de lama que saiu do fundo do poço da Petrobras se espalhou graças ao concurso notável de quadros de confiança do então presidente da República, como Zé Dirceu e de, digamos, prepostos daquela grande casa do petróleo que já foi nosso, como os diretores, hoje curtindo cadeia, lídimos representantes dos interesses de partidos como o PT - quem diria! - o PMDB - imagine só! - e o PP - buda bariu!

Lula foi citado mais que uma, muitas vezes, ao correr das investigações da Lava Jato. Aquilo já estava até ficando chato. Foi então que, para quebrar a monotonia, Fernando Baiano contou, sob palavra de honra e o temor de nunca mais sair da cadeia se forpego na mentira, que pagou 3 milhões de reais de "comissão de êxito" a Zé Carlos Bumlai, unha e carne com Lula, por um negócio que interessava ao hoje respeitado delator.

Baiano contou que Bumlai lhe contou que 2 milhões de reais seriam dados a uma nora de Lula. Baiano contou mais: contou como quem conta um conto que entregou muito dinheiro sujo às mãos limpas de filhos de Lula. Esse Lula tem filhos e filhos.

E tudo isso é muito bonito e coisa e tal. Mas, filho nessas horas, até que é filho. Mas, para Lula, nora é que nem cunhado era e sempre foi para o Brizola: nora, não é parente.

De bom ainda, tem mais uma coisinha: Lula não é autoridade coisa nenhuma; é só bazófia e palestra fiada; é um reles brasileiro como qualquer um de nós que pagamos as contas desse governo que já tem 13 sugestivos anos. É um brasileiro comum que não tem direito a foro privilegiado. E como não tem curso superior, também não tem direito a prisão especial.

RODAPÉ - Que brasileiros são esses que, por serem nossos servidores públicos, têm direito a foro privilegiado? Que brasileiros são esses que, por terem um ou dez cursos superiores, têm direito a prisão especial? Bolas, quanto mais cultos e instruídos, mas conscientes de seus atos esses almofadinhas deveriam ser. Nesse país, delinquente Sapiens é outra coisa.

É por essas e outras desigualdades sociais dessa democracia de gabinete que até sinto uma espécie de dó e uma pontinha de piedade pelo que pode vir a acontecer com Lula, agora que ele entrou na sugestiva Vara 13, de Sérgio Moro.