O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

30 de out de 2015

GARROTILHO

Dilma Vana, sempre que enfia a cara numa tela de TV diz coisas que até Lula duvida. Ela ontem, num evento de apelo popularesco em Brasília, garantiu que o Bolsa Famiglia e o Minha Casa Minha Vida vão continuar nem que a vaca tussa - isso ela não disse, mas pensou. De vez em quando, ela até pensa que pensa.

Mas, tanto faz o que tenha dito sem pensar, ela sempre garante tanta coisa... O mais provável é mesmo que a vaca tussa e ela dê com os burros n'água.

Levando em conta, com a maior boa vontade, o que ela garantiu nesta quinta-feira, a gente agora só gostaria de saber de onde, do que e de quem é que ela vai tirar essa grana toda.

A dúvida é, digamos, pertinente, já que o seu governo confessou ontem mesma um déficit de mais de R$ 117 bilhões. Dessa vaca que Dilma bota pra tossir um dia sim e outro também é que não vai sair mais leite; a sua tosse já virou garrotilho, uma dose pra cavalo.

DOBRANDO A META
O governo da China acaba de acabar com o castrador regime de filho único. Ahãn, agora sim os casais chineses vão dobrar a meta.

CUNHA DEU O TROCO

E então, finalmente ontem, Eduardo Cunha deu o troco para o Supremo Tribunal Federal que, para gáudio de seus donos, lhe passou uma rasteira impedindo o rito de tramitação estabelecido para avaliação do caso de impeachment de Dilma Vana.

Ele revogou nesta quinta-feira as regras que ele mesmo havia definido para tramitação dos pedidos de impedimento da rainha da Inglaterra que habita o Palácio do Planalto.

Com esse contra-golpe, ele reduziu a pó de nada a intromissão do STF na Câmara Federal.

Ontem mesmo já passou a valer o que está previsto na Constituição.

Tradução literal: caso Cunha não aceite a denúncia contra Dilma, a oposição pode recorrer. Isso é tudo que não querem Dilma Vana e seus aliados de todos os poderes.

DE JOELHOS 

Mesmo sabendo que Lula já pediu sua cabeça pelo menos três vezes, Zé Eduardo Cardozo, ministro da Justiça de Dilma Vana, se ajoelhou para beijar a coroa do imperador do Brasil da Silva.

Ele quer que a Polícia Federal "se explique" a respeito da intimação a Luiz Cláudio, outro genial filho de Lula. Luiz Cláudio foi intimado pelos Federais,às 11 da noite, quando em chegava em casa depois de ter cantado o "parabéns pra você" na 70ª risonha primavera do papai bom e batuta.

Vai ouvir dos investigadores pelo menos que Luiz Cláudio é filhinho de pai rico e, mesmo dono de contratos milionários, mora de graça no apartamento de um velho amigo e companheiro do aniversariante.

O ROMBO DESSE GOVERNO QUE DEIXA
ARROMBAR VAI SER DE R$ 115 BILHÕES

O deputado Hugo Leal, relator do Orçamento, impôs o teto de R$ 55 bilhões para pagamento das "pedaladas" da ciclista imbatível dona Dilma Vana, a Mulher Sapiens, descobridora da mandioca. Com isso, o déficit em 2015 pode chegar à casa d'Irene beirando R$ 115 bilhões. Dito assim, no meio da roubalheira desembestada nesse país, até parece que o governo não precisa explicar, sem o risco de ir parar na cadeia, por que gastou tanto mais assim do que arrecadou. E olha que essa gente arrecada. Sua voracidade tributária só este ano já abocanhou mais de R$ 1 trilhão e 670 bilhões.

SIBÁ, O MARUJO ACREANO

Sibá Machado, é um ex-coveiro lá do Acre que até no nome é errado, mas um dia virou senador dessa republiqueta. Alguém registrou em cartório como Sibá o que seria uma homenagem às aventuras de Sindbá, um carregador muito pobre que virou herói nos contos das Mil e Uma Noites.

Agora, ao incitar o crime e a violência, cutucado pelos tucanos ele vai entrar numa aventura perigosa na vida real para manter o mandato de senador e o posto de líder do desastrado governo que o Brasil vem sofrendo. O final tem tudo para não lhe ser feliz: ele vai ter que provar que não é dado a improbidades.

EM NOME DA DEMOCRACIA

O general Antonio Hamilton Martins Mourão foi exonerado do comando Militar do Sul. Em uma palestra para oficiais da reserva, ele defendeu o "despertar de luta patriótica".

Aí, então, em nome da democracia, lá do seu gabinete de comandante-em-chefe das Forças Armadas, o comunista Aldo Rebelo deu-lhe o bilhete azul: - Porta da rua, serventia da casa.

E assim é que viveremos em paz, por muitos e muitos anos até o comunismo seja uma democracia.

RODAPÉ - Se esse senhor general Mourão foi exonerado em nome da democracia e da não-violência, o que você acha que vai acontecer com o mandato de Sibá Machado, líder do governo, que mandou os exércitos pelegos correrem a porrada os manifestantes contra a corrupção e os desmandos desse regime que arromba e deixa arrombar?

INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS
CAEM 40% ESTE ANO NO BRASIL

Se você não sabe, fica sabendo agora: em comparação com o mesmo período no ano passado, o volume de investimentos estrangeiros diretos caiu 40% neste primeiro semestre de 2015 no Brasil da Silva. No ano passado, o fluxo de recursos som,ou 51 bilhões de dólares; agora bateu a pau e corda nos 31 bilhões da cobiçada moeda americana. Os dados foram divulgados ontem pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, grupo constituído por 35 países de renda elevada. Então, malgrado o que Dilma Vana manda o Joaquim Levy dizer, a gente tanta perceber que nesse governo as coisas nem sempre são tão ruins como parecem. O diabo é que acabam sendo.

QUEREM A RENÚNCIA DE CUNHA

Quase metade dos deputados querem a renúncia de Eduardo Cunha do cargo de presidente da Câmara. Grande coisa, a gente aqui na planície e com muito mais razão e credibilidade do que esses habitantes da Casa do Povo, também queremos. Queremos tanto quanto se deseja também a renúncia da Dilma Vana, dona de um governo tão inoperante que conseguiu manter a herança maldita que Lula lhe deixou: um país sem saúde, educação, mobilidade urbana, segurança, previdência, sem justiça, sem igualdades sociais.