O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

30 de set de 2012

O Sanatório da Notícia está também no facebook.
Vá até lá e espalhe!

O Sanatório está no "Clique & Pronto"

Um blog "fechado", brasileiramente democrático o bastante para não abrir espaço a comentários, o Sanatório da Notícia está no elenco de blogs selecionados pelo procuradíssimo portal de busca "Clique & Pronto" - o clique favorito do Brasil, um campeão imbatível de acessos, na mais ampla expressão do termo: acesso de encontro, acesso de busca, acesso de tosse, acesso raiva, acesso de riso, acesso a qualquer excesso.

O Sanatório da Notícia não fez nada para chegar a tanto, apenas é o que sempre foi: um nosocômio dirigido por um quase-anarquista, por um jornalista mais que rebelde, um revoltado e para quem a notícia é a versão que está nas entrelinhas. Acesse o site "Clique & Pronto" e sirva-se. Você estará entrando num mundo incrível de endereços eletrônicos: http://www.cliqueepronto.com.br/

O Selinho de São Pedro


 

E então, o Homem lá em cima achou que o Paraíso andava meio acabrunhado e até com uma certa inveja aqui da Terra que há 83 anos desfrutava o riso gostoso e cheio de generosidade de Hebe Camargo. Chamou-a para recuperar o tempo perdido. Até autorizou São Pedro a dar um selinho na nova visitante na hora de abrir-lhe as portas. O Brasil ficou mais triste, mas o céu inteiro está sorrindo.

Republicanagem

NOVA INVESTIGAÇÃO
O relator do Mensalão já mostrou que não é de brincadeira. Acaba de autorizar investigação para apurar repasses a pessoas ligadas ao ministro Fernando Pimentel, à ex-deputada Benedita da Silva e ao deputado Vicentinho. O novo inquérito deverá ser instaurado na Justiça Federal mineira, em Belo Horizonte e pode voltar ao Supremo Tribunal Federal se forem encontrados indícios de benefício aos políticos petistas. Pode ser também uma enorme perda detempo. Essa turma é da boa. Quando age, sabe o que faz. Não deixa rastro nem recibo assinado.

POR PIETÁ
A Justiça bloqueou os bens de Elói Pietá, secretário-geral do PT.  A alegação é de que a obra da OAS em Guarulhos (SP), causou até agora um prejuízo de R$ 47 milhões. Por acaso, o roMbo se deu na época em que Pietá era prefeito. Coitado, isso só pode ser intriga da oposição. Ou golpe para desestabilizar a campanha "Volta Lula" em 2014. Aí, nesse caso, já pode ser urdidura do pessoal que quer o repeteco de Dilma Vana. Em política e botequim tudo é possível. Inclusive, nada.

SELINHO
Agora as eleitoras paulistanas deram pra beijar Zé Serra na boca. Credo, parece até um "selinho" de despedida.

SEMPRE
Aécio Neves, incomodado com o hilário Fernando HaHaHaddad: "Não acho que ele seja tão idiota como parece às vezes". Desse jeito, quem vai parecer um totno é o próprio Aécio. HaHaHaddad não parece "às vezes"; parece sempre.

SUCESSÃO 2014
Está se criando a chapa forte para a sucessão presidencial em 2014. A dupla seria Eduardo Campos e Aécio Neves. Nesta ordem: Campos na cabeça e Aécio de vice. Dilma Vana, antes de pensar no vice, tem que se livrar de Lula.

FACÇÃO
Depois do que os ministros do Supremo vêm fazendo no julgamento dos mensaleiros, até Lula já sabe que o Mensalão não é ficção e que o PT virou facção.

29 de set de 2012

Republicanagens

BICHOS POLÍTICOS

Em Campinas, Lula diz que "tucano é bicho político predador". O presidente de honra do PT fez comício pela campanha de Márcio Pochman, mais um aliado que está em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto. Tá bom, "tucano é predador"... E Lula é molusco o quê... "Mordedor"?

Lula abençoa mais um

AMAR É...
Em cima de um carro de som, tipo assim trio-elétrico, mas com o jeito palanque de Lula, o eterno cabo eleitoral rouquejou que a "oposição olha com ódio" para o PT porque imaginava que "o metalúrgico ia fracassar" e que "uma mulher não saberia governar o país". Tá, essa coisa de olhar com ódio é mesmo abominável, mas se o olhar é por causa do fracasso de um metalúrgico e porque uma mulher não sabe governar o país, então é a melhor piscadela que a oposição poderia dar nesse momento. É uma piscadinha assim, daquelas que convida ao namoro. Todo mundo sabe que "do ódio nasce o amor"! E eleição no Brasil é pra isso mesmo.

VOLTA LULA
Está confirmado: Dilma Vana vai participar do comício de HaHaHaddad nesta segunda-feira a pedido de Lula. É o canto da sereia. Na verdade, como Dilma Vana não tem nada a ganhar só a perder, Lula não tem nada a perder, só a ganhar. Dilma Vana vai, na maior ingenuidade da paróquia, participar do lançamento extra-oficial da campanha "Volta Lula" em 2014.

TAÍ Ó!
Pelo Ibope, no Rio Grande do Sul, o peemedebista Fortunatti tem 47% e a comunista Manuela tem 24% das intenções de votoi. Taí í, foi só ela pedir para não ser tratada como musa e exigir um debate eleitoral sério que deu no que deu.

ENTÃO NÃO É
Os petistas de carteirinha garantem que 81% dos votos que andam migrando para HaHaHaddad, em São Paulo, vêm do eleitorado de Russomanno. Garantem que o julgamento do Mensalão não influiu em nada até agora. Rntão tá, o Mensalão não pode ser então classificado pelo PT como instrumento político às vésperas de uma eleição.

DIRCEU, O MALUF DO PT
Atendendo a insistentes pedidos do PT, a Justiça Eleitoral suspendeu a propaganda do PSDB que associava HaHaHaddad a Dirceu e Maluf. Dirceu está mal mesmo. Até o PT o considera um Maluf. Só falta ser procurado pela Interpol. E, pelo ritmo que a coisa vai lá no Supremo, não demora nada Dirceu vai revisitar a sua querida Cocodrillo Verde, Cuba querida. Quando voltar, terá um novo nariz e uma boa peruca. Como já fez antes.

A VITRINE E A MOEDA
Agora os arautos do acontecido adiantam que os peixes graúdos ganharão "penas mais duras" do relator do  Mensalão. Quanto mais Dirceu, Delúbio e Genoíno penarem, melhor. Mas esta não é a questão. O Mensalão foi só uma vitrine. A compra e venda de aliados políticos, em forma de partido ou de parlamentares, continua tão descarada como sempre tem sido, desde 2002, quando Lula começou a implantar a sua "estratégia de coalizão pela governabilidade". Marta Suplicy acabou de ser comprada como aliada de HaHaHaddad pela corretora de Lula, a primeira-presidenta Dilma Vana. Custou apenas um mísero Ministério da Cultura, uma triste e corriqueira moeda usada às escâncaras pelo governo brasileiro.

Dilma foi no canto de sereia

Dilma Vana vai participar de comício nesta segunda-feira na Zona Leste de São Paulo. Agora sim, começou definitivamente a campanha "Volta Lula"! A primeira-presidenta se encantou pelo canto de sereia de Lula e vai jogar seu prestígio de 77% de aprovação popular no poste HaHaHaddad. Dilma Vana não tem nada a ganhar. Esse Lula não perde tempo.

Começa julgamento no Vaticano. Ex-mordomo roubou documentos do papa Bento XVI... Este sim, está com um pé no céu e outro na terra.

Um selinho para Hebe Camargo

Morre Hebe Camargo, aos 83 anos. Estava em sua residência, neste sábado, quando sofreu uma parada cardíaca. Agora, de loira, loira mesmo, só restou na TV brasileira a morena camuflada Ana Maria Braga. Mas a risada nem se compara.

Já se percebe um verdadeiro lufa-lufa entre as locomotivas da paulicéia desvairada para entrar na lista de convidados para as pompas fúnebres. Não, nem Marta Suplicy, nem Angélica que já não vem táxi e muito menos Xuxa que já não sabe o que faz, têm condições de substituir a apresentadora dando um selinho como Hebe dava e dizendo ma-ra-vilha como Hebe dizia.

Mesmo que Silvio Santos ainda seja o Homem Sorriso, ele está fora de cogitações. Não é loiro e dizem que usa peruca. Até porque, já murmuram pelos camarins que Hebe vem aí pra puxar os pés do dono do baú. Agora, a TV dos palcos iluminados nunca mais será a mesma no Brasil. A menos que os produtores de televisão descubram, afinal, o talento do papagaio Louro José.

Falando sério, Hebe foi sempre como ela mesmo se definiu há bem pouco tempo: "Eu sempre ri da vida; me diverti com tudo. A vida sempre foi importante para mim". A TV ficou mais sem graça.

Têm medo de quê?!?

Do jeito que a oposição e seus agregados, coalizados a peso de ouro das burras públicas, fociferam contra as denúncias da revista Veja, o terror dos fins de semana dos mensaleiros e seus similares, até parece que os denunciantes é que são os culpados.

Querem provas - "cadê, as provas, cadê"?!? - como se os patifes de alto coturno deixassem impressões digitais ou recibos assinados de suas falcatruas.

Já está na hora da banda larga do crime organizado estatal se dar conta de que o lugar mais adequado para eles é a barra do Supremo Tribunal Federal.

É ali, bolas, que eles poderão se consagrar como inocentes. Afinal, são sempre 11 juízes e uma sentença! E pelo menos 9 deles, foram escolhidos a dedo por aqueles que se adonaram do País há - parece mentira! - mais de uma década.

Casamento Gay Coletivo em SP: somos contra!

Nada menos de 47 casais homossexuais oficializaram união estável durante cerimônia coletiva em São Paulo. O casamento foi realizado no Centro de Tradições Nordestinas.

A Ala dos Casamenteiros aqui do Sanatório da Notícia é contra! Literal e decididamente contra! A ala inteira se sente prejudicada: deveriam ser casamentos individuais; a turma adora comer e beber de graça. Desse jeito acaba de perder nada mais, nada menos do que 46 festas de boca livre.

Marco Aurélio Mello, o D'Artagnan do STF

O jeito reto, direito e direto de ser do ministro Joaquim Barbosa incomoda muita gente; gente e gentalha. E incomoda a alguns pares e ímpares no STF. Por que incomoda a um Ricardo Lewandoski até o Lula - que voltou a falar - pode dizer, mas por que incomoda a um Marco Aurélio Mello, nem Freud explica.
Reprodução
Até Dias Toffoli, de desconhecido saber jurídico, tirou o corpo fora do duelo travado entre Barbosa e Lewandowski desde antes do julgamento do Mensalão e com estocadas de parte a parte até aqui, quando o escândalo vai encaminhando, um a um dos exasperados malfeitores ao destino que merecem.

Então, se de Toffoli aos outros sete pares, ninguém mete o bedelho nesse confronto, por que cargas d'água o pernóstico e prolixo Marco Aurélio primo do presidente defenestrado Fernandinho Beira-Collor de Mello e por ele indicado a uma cadeira suprema, teria que se refestelar bancando o ímpar, dando puxão de orelha e acusando de destempero em quem sequer estava falando com ele?

Se Freud não explica, Joaquim Barbosa mata a cobra e mostra o pau. Mais mole até: reagiu às críticas, escreveu e o pau comeu:

“Um dos principais obstáculos a ser enfrentado por qualquer pessoa que ocupe a presidência do Supremo Tribunal Federal tem por nome Marco Aurélio Mello. Para comprová-lo, basta que se consultem alguns dos ocupantes do cargo nos últimos dez ou 12 anos”, estampou Joaquim Barbosa em nota à imprensa.

Foto/ABr
No documento o ministro ainda afirma que, ao contrário de quem o critica, conquistou a cadeira de ministro do Supremo Tribunal Federal por esforço acadêmico e profissional: “Jamais me vali ou tirei proveito de relações de natureza familiar".

Uma cutucada e tanto, já que Marco Aurélio foi indicado ao STF na década de 1990 por seu primo, o felizmente breve presidente Fernando Collor de Mello.

O ministro Carlos Ayres Britto se aposenta compulsoriamente em novembro, ao completar 70 anos, Barbosa, hoje vice-presidente, é o candidato natural a assumir a presidência da mais alta corte de Justiça do País. É tradição na casa, a condução do vice à. Por mera formalidade, no entanto, a ascensão ao posto precisa ser confirmada por votação entre os ministros da casa.

Aplicando um golpe final na vaidade de seu intrometido colega, Joaquim Barbosa diz na nota que, se assumir a presidência do STF, não tomará o que chama de  "decisões rocambolescas e chocantes para a coletividade".

Foto/Reprodução
E conclui o comunicado a quem interessar possa com uma espetada letal, garantindo que não adotará posições "de claro e deliberado confronto para com os poderes constituídos, de intervenções manifestamente gauche, de puro exibicionismo".

Bem feito para Marco Aurélio Mello que não tinha nada que meter o nariz onde não foi chamado. Dos 10 ministros em ação no julgamento dos mensaleiros, sete mantém a compostura, dois se engalfinham numa luta de capa e espada e só um deles, o insolente Marco Aurélio Mello, se acha o D'Artagnan do Supremo, entrando na história fazendo bravata, querendo um dia ser o mosqueteiro do rei.

28 de set de 2012

O que é o Felipão no governo que paga a Copa?!?

E então, quem é que está estrebuchando mais dinheiro nesta Copa de 2014 aqui  no Brasil? O Brasil, claro! O Brasil - na mais horrorosa expressão do termo: o Brasil Governo.

E então, o que quer dizer mesmo o Felipão de supervisor da Copa de 2014 aqui no Brasil? O governo, claro! O governo - na mais inexpressiva expressão do termo - o governo que levou um chute no traseiro e finge que já esqueceu; o governo que bota dinheiro pelo ladrão nessas montagens de mausoléus gigantescos que não deixarão nenhum valor residual para servir ao povo depois da gandaia; o mesmo povo que vai assistir à competição nos telões em volta dos estádios, nas praças defronte às igrejas e no frontispício dos melhores botecos e restaurante self service do Brasil.

E então, você não viu ainda o que é o Felipão no governo para efeitos de Copa do Mundo? É o Mano Menezes, claro.

O Mano Menezes, na mais horrrorosa expressão do termo: o Mano que o governo quer chutar nos fundilhos, porque o governo - na mais terrível expressão do termo - o governo que não está gostando nada, nada da mais inexpressiva campanha de um técnico que já passou pela seleção da CBF; o governo que está com o pé que é um leque para chutar o traseiro de Mano, aquele que conseguiu a inédita desmoralização de fazer o Brasil despencar para a 13ª colocação no ranking da Fifa, a mais humilhante posição que o futebol mais primoroso do mundo poderia ocupar.

É como se tivesse caído de quatro e ao invés de sair pastando, saiu dando adoidado para quem encontra pela frente.

E então, o Felipão no governo é isso: Felipão na Copa com um pé na cozinha. Ou no traseiro de Mano Menezes que não consegue faz mais do que feijão com arroz no banquete que o Brasil - na sua mais tristemente rica expressão - o Brasil Governo vem oferecendo, desde que irresponsavelmente a turma de Lula trouxe essa galinha de ovos de ouro, esse verdadeiro Oscar do esporte mundial para este que já foi o País do Futebol.

Nada como um dia depois do outro...

 
O Cara é como ele mesmo já se definiu: "uma metamorfose ambulante".

Mano F. C.
O cara vem aprendendo a ser técnico da seleção da CBF há quase três anos. Não tem padrão de jogo; não tem esquema tático; quando vence não convence; suas equipes não jogam nada; tanto quanto seus jogos, as suas entrevistas dão sono; fez o Brasil despencar para o inédito 13° lugar no ranking da Fifa.


Só você e o Zé Maria Marin, o Medalhão de Ouro, não enxergam que Mano Menezes não tem um programa para o futebol brasileiro; ele tem um ambiciosos projeto absolutamente pessoal.
É o Mano Futebol Clube.

SÓ O QUE FALTAVA
Os fiéis seguidores da facção do PT presidida com muita honra por Luiz Erário da Silva, agora querem demontrar - do alto de sua enorme credibilidade - que o julgamento do Mensalão é um golpe para matar na raíz a campanha "Volta Lula" em 2014.

Dizem que é uma urdidura contra os mensaleiros e que tudo isso pode desembocar na "desestabilização da democracia".

Já estão pra lá de satisfeitos com a condenação dos lambarís e defendem com unhas e dentes que a pescaria pode parar, porque o cardume de tubarões não pode ser fisgado, já que a ditadura estaria de coturnos reluzentes e baionetas caladas para fazer um novo pic-nic de guerrilheiros de festim e traficantes de interesses urbanos com colarinhos brancos e amarrotados.

Besteira. Era só o que faltava a democracia no Brasil depender da liberdade de uma quadrilha de larápios, de uma pandilha de sevandijas como esta que está de joelhos na barra do Supremo Tribunal Federal. Se houve até agora uma mudança nos ares da liberdade do chamado "novo" Brasil, esta mudança foi o sentimento de pavor dessa quadrilha de que já não são imunes e nem ficarão impunes.

Por enquanto, é só feeling... Mas já é muito bom saber que eles estão loucos de medo de nadar, nadar e morrer na praia. Há quem estja doido de alegria diante da expectativa de que logo ali eles comecem a ver o sol nascer quadrado...

Esse mundo me odeia! ou... Saia daqui sua Impostora!

Durante um culto, Edir Macedo, dono do complexo religioso-negocial que por batismo atende pelo nome de Universal, negou que tenha qualquer influência ou ingerência na campanha de Celso Russomanno: "Nem conheço o cidadão"!

Disse isto assim, como quem negasse no boteco do subúrbio qualquer relação com o vizinho incomodativo da mesa ao lado: "esse cara não é parente nem da minha lavadeira".

Só isso já deve bastar para Russomanno despencar os pontos que Serra e HaHaHaddad estão precisando para as eleições de outubro.

E, dando-se por insatisfeito com a vida nababesca que leva na flauta, Macedo ainda disse para seus fiéis: "Esse mundo me odeia".

Odeia, não, seu Edir. "Esse mundo" odeia o capeta. Dos safos, o que "esse mundo" tem é medo.

Em verdade, em verdade, vos digo: mais vitórias conquistareis negando as verdades até o fim; ou se contardes mentiras tantas vezes quantas sejam necessárias até que pareçam verdade.

Vendo esses edires e esse luláticos afirmando uma coisa, basta entender o oposto para ficar de bem com uns e com outros. Os mentirosos estão sempre dispostos a negar e a jurar. A arte da dissimulação é saber mentir com absoluta convicção.

E aí, vem a tentação de repetir aqui aquela antiga história ocorrida no século passado, no restaurante Berro D'Água no bom e velho Rio de Janeiro:

Coisa de 11 horas da noite. Berro D'Água vazio. No salão à meia-luz, apenas o casal de pombinhos maduros. O Garanhão traía sua esposa com uma linda mulher, num romântico jantar que celebrava a coisa já feita e consumada.

O Garanhão, de repente, pensando que quem se aproximava era o garçom, levantou os olhos e... Ficou petrificado: deu de cara com a sua esposa. Não, não era assombração. Era ela. Em carne e osso.

Recuperou-se em tempo, resgatou a dignidade e, virando-se para a amante a seu lado, mostrou uma cara de espanto maior do que tinha sido a desagradável surpresa de ficar cara a cara com a mãe de seus filhos ali em pé. De pronto, vociferou:

- O quê?!? Quer dizer então que você não é a minha esposa?!?

A outra quase se engasgou com o filé de côngrio-rosa à milanesa com molho de camarão. Nem teve tempo de ver direito o que estava acontecendo, quando levou um empurrão do Garanhão:

- Saia já daqui, sua impostora!

Não esperou mais, nada. Levantou-se, enfiou o braço na esposa e dirigiu-se ao garçom de passagem:

- Por Favor, Josué, ponha na conta!

Foi-se dali. E viveu feliz com a esposa e mãe de seus filhos, por muitos e muitos anos. É que até hoje, pela convicção com que ele mentiu para ela no Berro D'Água, a esposa acredita que aquele jantar foi mesmo um terrível engano. Por pouco a esposa não acredita que quem estava do lado dele era ela mesma naquela noite à luz de velas.

O Jeito PT de Lula e do Mensalão amplo, geral e irrestrito é assim. Se você bobear, acaba acreditando que é igualzinho a eles.

Quanto custa a perniciosa estratégia de coalizão

A grande capa que o doutor honóris causa própria, Lula da Silva, sempre usou para enfrentar a fúria das togas do Supremo Tribunal Federal foi o manto que serve como disfarce da desestabilização democrática do País. A inclusão de Lula - tanto como o então presidente da República quanto agora como presidente de honra do PT - foi passada aos brasileiros como sendo um desastre para os novos tempos e um prenúncio de amargo regresso à ditadura.

Um besteirol canalha. Uma desculpa esfarrapada. Fernandinho Beira Collor saiu pela porta dos fundos do Palácio do Planalto por causa de uma camionete Fiat Elba - uma falcatrua banal - e nada demais aconteceu. Pelo contrário, Itamar Franco foi muito mais presidente que Beira Collor e bem melhor e muito mais sério no seu breve tempo do que os perniciosos  e longos oito Anos-Lula.

A desestabilização democrática se deu há muito tempo. Começou a balançar em 2002, quando Lula subiu a rampa e, dono de um carisma engrossado pelo desassombro de quem sabe o quanto vale uma mentira repetida mil vezes, implantou sorrateiramente a "estratégia de coalizão pela governabilidade". A governança de Lula botou preço em tudo e em todos. Lula descobriu o quanto as burras públicas podiam comprar de inteligência nacional. E quanto poderiam valer as consciências do Estado democrático.

E fez assim, sem que ninguém notasse nada, até que Roberto Jefferson espalhou a fedentina de mensaleiros por tudo quanto foi parede da Esplanada dos Ministérios, da Praça dos Três Poderes, em cada corredor do Palácio do Planalto. E a lama desceu a rampa, no escândalo mais escancarado da história de todos os governos da República Federativa do Brasil.

E o jeito Lula continua fazendo assim. Porque agora é assim. Se não faz, manda fazer. Outro dia mesmo, a primeira-presidenta Dilma Vana cumpriu a tarefa de Lula e, como sua corretora, comprou o apoio de Marta Suplicy à campanha do hilário Fernando HaHaHaddad, pagando-lhe a aliança com o Ministério da Cultura.

E cargos e funções e diretorias e presidências de empresas estatais, ministérios e organismos genéricos e similares dos três Poderes constituídos, são usados desde sempre e ainda hoje e para sempre como moeda de troca, numa deslavada cooptação de políticos de todas as alas e de todos os blocos, num carnaval indecente, como se esta emporcalhada "estratégia de coalizão" não fosse um monstruoso e hipócrita atentado ao Estado democrático.

O julgamento do Mensalão não é, como a pandilha lulática espalha por aí, um golpe contra a estabilidade democrática do País. É, na verdade e para o pavor dos mafiosos que se encravaram na estrutura do Estado brasileiro, a ponta da linha do carretel que rola em direção a Lula, o grande tecelão dessa desordem moral que tomou conta do Brasil.

Mensaleiro é o de menos no Brasil, embora seja o que mais tem por aí... O demais, a grande chave da balbúrdia ética nacional é o poder de mexer com os pauzinhos que servem para abrir e fechar cada porta da Esplanada dos Ministérios, cada porta de estatal, cada governo estadual, cada prefeitura, cada sede partidária, cada central sindical, cada político, cada cidadão, cada núcleo social que esteja desprevenido contra a pior e mais perniciosa marca que um político poderia infringir ao tecido social de um país: a estratégia de coalizão pela governabilidade.

A estratégia, verdadeiro jeito Lula de ser, marcou e continua marcando cada coisa e cada pessoa que compra como se fosse só mais uma cabeça de gado do incomensurável rebanho que adquiriu depois de oito anos como proprietário do Brasil, com uma senha mágica muito mais ágil e prática do que a frase "abre-te Sésamo" de Ali Babá: - Qual é o preço?!?

Republicanagens

DILMA, A CORAJOSA
Atirador mata quatro pessoas em uma empresa nos EUA após ser demitido. O crime foi cometido em Mineápolis, no estado de Minnesota; 9 pessoas foram atingidas e 3 estão em estado grave; o atirador se matou.
É nessas horas que a gente vê como aprimeira-presidenta Dilma Vana é corajosa. Demitiu quase uma dúzia de ministros sem medo nenhum de uma bala perdida, ou coisa que o valha. Nem pestanejou quando botou no olho da rua aquele fanfarrão Carlos Lupi que basofiou que só deixaria o Ministério do Trabalho se fosse afastado a tiro. 

MODA RÁPIDA
Agora beijo na boca de Zé Serra virou moda em São Paulo. De terça-feira pra cá, duas moças fanáticas e, pelo visto, de muito bom gosto já tascaram dois beijos na boca do tucano. Parece até aquelas campanhas de liquidação em lojas de departamento: Aproveite, antes que acabe!

SEM VERGONHA
Lula, sem medo de ser feliz e orgulhoso de não ter vergonha: "Julgamento do mensalão não é vergonha". Pela primeira vez na campanha de HaHaHaddad o presidente de honra do PT tocou no processo que corre no STF. E abriu as baterias. Disse ter ‘orgulho’ do combate à corrupção no seu governo. E ele falou isto assim, na maior desfaçatez. Bolas, quem não teve vergonha do próprio Mensalão correr solto nos corredores do Palácio e por todos os cantos do seu governo, não poderia mesmo deixar de ser sem vergonha diante de um simples julgamento.

LULINHA, FENÔMENO
Lula com um microfone na boca é de um cinismo de fazer inveja ao florentino ali da esquina, dono do bar Maquiavel. Lula é o próprio príncipe da hipocrisia que se instalou na politicalha brasileira. Cutucado em seus instintos no início do comício que fazia por HaHaHaddad diante de uma claque de estudantes bolsistas do ProUni, Lula reagiu diante da faixa erguida por um intruso que dizia perguntando "Renovação com Mensalão?".

E foi com tudo para cima dos tucanos: "No nosso governo as pessoas são julgadas e as coisas são apuradas. No deles, tripudiam".E, com a sua caradurice costumeira falou de si mesmo como se fosse dos outros: "Na nossa casa, quando nosso filho é suspeito de cometer um erro, nós investigamos e não culpamos os vizinhos, como eles costumam fazer." Todo mundo viu e ficou sabendo como Lula investigou o seu filho Lulinha quando ele deixou um emprego de dois salários mínimos no Zoológico de São Paulo e ficou milionário da noite pro dia: simplesmente disse que tinha em casa um Ronaldinho Fenômeno do mundo dos negócios virtuais. Não, disso Lula não falou para a plateia encomendada.




27 de set de 2012

O Direito Internacional e a Soberania das Nações

E o julgamento dos mensaleiros vai que vai. Para alegria dos mais otimistas e desespero dos defensores e seus malfeitores de malfeitos públicos e notórios.

Tudo que se tem visto de moral ou antiético até aqui no Supremo Tribunal Federal pode acabar na barra da
Corte Interamericana de Direitos Humanos, que passaria a Justiça brasileira a limpo. E então naquela delegacia cheia de xerifes do mundo todos os crimes, podem ser zerados e prescrever.

Márcio Thomaz Bastos, o Guru Malsucedido dos Propineiros, foi o primeiro a avisar que daria o pulo do gato. Ele alega que o Mensalão tem que parar nas mãos dos gringos, por dois grandes vícios de procedimento que levariam à invalidação desse "festival de condenações" que o Brasil assiste singelamente.

A primeira razão seria a velha disputa entre o direito formal e o direito moral. O argumento dos procrastinadores é que uma mesma pessoa não pode ser investigador e julgador no mesmo processo.

O ministro Joaquim Barbosa, no caso Mensalão, presidiu a fase investigativa e agora está participando do julgamento. Eis então, o primeiro vício procedimental que anima os defensores dos malfeitores a levar a pandilha de sevandijas para um novo julgamento a ser determinado pela Corte Interamericana.

O outro sério vício é o que se conhece por duplo grau de jurisdição: todo réu condenado no âmbito criminal tem direito, por força da Convenção Americana de Direitos Humanos (art. 8, 2, h), de ser julgado duas vezes em relação aos fatos e às provas.

Há controvérsias. Mas isso é o de menos. O demais é que o direito brasileirto seria submetido ao direito internacional, uma berruga inventada pelos grandes mediadores internacionais. Essa barafunda me leva aos tempos de breve acadêmico na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas, uma pátria pequena que eu tenho no Sul.

Corria o ano de 1900 e antigamente e a aula - primeira aula daquele antiquíssimo ano, por sinal - era de Direito Internacional. E o professor Aldyr Garcia Schlee a começou com sua maneira simples, brilhante e surpreendente de resumir as grandes questões: - Eu sou o seu professor de Direito Internacional... Um direito que, na realidade, não existe...

E, discorreu a seguir sobre a soberania das nações.Uma lição que não me sai da cabeça há mais de 40 anos.

Chinês paga fortuna para seduzirem sua filha lésbica

BARBADINHA PRA DIRCEU

Um dos mais conhecidos bilionários de Hong Kong está oferecendo um prêmio equivalente a R$ 132 milhões para qualquer homem que consiga seduzir sua filha lésbica e convencê-la a se casar.

Pena que Zé Dirceu esteja nessa situação aí, dependendo de 11 ministros e uma sentença.

Essa estratégia de sedução seria uma barbadinha para quem já conseguiu, sem sequer tirar a roupa, provocar os "mais primitivos instintos" em Roberto Jefferson.

Triste realidade

Ei você, seu otimista fanático! Você ganhou uma latinha de bosta e não um cavalo. Até aqui, tudo está valendo nada no julgamento do Mensalão. Marcos Valério e outros quetais não fazem a menor diferença, na rua ou na cadeia... O polvo e seus tentáculos é que não podem ficar de fora.

Sacuda, pois, essa latinha. O cheiro vai lhe mostrar a realidade: dos 10 de hoje e 11 de logo depois do primeiro turno das eleições de outubro, nada menos de 8 ministros agora e comTeori Zavascki 9 logo ali, são indicações de Lula e de Dilma. Se você então sentir que pode esperar que saia da barra suprema da Justiça do País o que há de pior, não fique triste. Você apenas deixou de ser um otimista saudável, para ser um realista incurável.

Pavio curto

Cheio de razão, descomprometido, livre de ataduras partidárias, o relator Joaquim Babrosa não tem temperamento para aguentar calado as provocações do revisor dos mensaleiros Ricardo Lewandowski. O que o petista convicto tem de frio e calculista, Barbosa tem de cabeça-quente.

Seu pavio curto está sendo usado como estopim para Lewandowski se fazer ouvir pelos pares e ímpares do Supremo.

Se o relator não vestir as sandálias da humildade, daqui a pouco, os peixes graúdos desse mar de lama, estarão comemorando um glorioso empate entre os outros oito pescadores de alma da maior corte de Justiça do País.

A pandilha de sevandijas já comemora, por antecipação, a protelação do ingresso de Zavascki na vaga de Cezar Peluso. Empate para eles é vitória.
O GRANDE PORRE
O Ministério Público do Distrito Federal, mandou arquivar o inquérito que a oposição movia contra Lula por tentar coagir o ministro Gilmar Mendes a batalhar pelo adiamento do caso Mensalão no Supremo Tribunal Federal.

O Ministério Público diz que não viu "conduta criminosa" por parte de Lula. Então tá, daqui pra frente, Lula já pode voltar à velha e singela prática de convidar ministros do Supremo às vésperas de julgamentos retumbantes para "bater um papo e tomar um vinho". Nesse vai da valsa, vão acabar ficando todos de porre.

SEM NOÇÃO
Pelo Ibope 62% dos brasileiros (perguntados) aprovam a primeira-presidenta Dilma Vana. Agora mesmo é que Lula vai ficar mais doente ainda. E como fica a campanha "Volta Lula" pra logo depois de outubro? Esse Ibope é mesmo sem noção. Desse jeito, Lula vai ficar de mal com ele.

Reprodução/montagem 247
PESQUISA CIENTÍFICA
É disso que se está falando. Tanto faz que a pesquisa seja feita com um cabo eleitoral, quanto na torcida do Flamengo, ou do Corinthinas. Pode ser feita também, num comício do PT. A foto mostra um entrevistador do ínclito Instituto Vox Populi, realizando em Curitiba uma pesquisa científica com um cabo eleitoral do candidato Luciano Ducci. O também candidato a prefeito curitibano, Rafael Grecca, do PMDB, não gostou e quer agora que o Vox Populi seja investigado.

Republicanagens

FESTA
Jogando pela Copa Sul-Americana, caminho mais curto e atalho mais medíocre para chegar à Libertadores, o São Paulo comemora empate em um gol com o timer da LDU-Loja. Imagine só a festa que não estaria fazendo o tricolor paulista se tivesse enfrerntado a LDU-Butique, Magazine, ou cois a que o valha!

RE O QUÊ?!?
O Santo só fingiu que comemorou a conquista da Recopa Sul-Americana. Em compensação Neymar deu a volta olímpica sozinho no Pacaembu, se enrolou na bandeira santista e levantou a taça no lugar do veterano Léo, capitão do time, demitido do cargo no ato simbólico pelo retranqueiro Muricy Ramalho. A propósito, você sabia que a Recopa ainda existe?

MANO ATÉ 2013
Zé Maria Marin, o Medalhão de Ouro no bolso da CBF garante: Mano Menezes fíca na seleção até junho de 2013. É só para perder a rapaduresca Copa das Confederações. Quer dizer, fica até lá. Dali pra frente, tudo vai ser diferente. Marin vai lhe tirar o pão da boca. Até lá, no entanto, Mano Menezes não medirá esforços para deixar o Brasil no honroso 13° lugar do ranking da Fifa.

PRESSÃO
O Flamengo jantou o Galo. Ronaldinho Gaúcho se sentiu mais pressionado pelo técnico do time mineiro do que pelas vaias da torcida do Mengo. Onde o Ronaldinho estava o Cuca ía.

TÍTULO INTERNACIONAL
O Grêmio foi fantástico contra o Barcelona. Goleou o time do Equador por 1 x 0. Enfim, Vanderlei Luxemburgo iniciou sua desabalada carreira rumo ao seu primeiro título internacional. Mas ganhar a Copa Sul-Americana não quer dizer nada, isso até o meu time, o Vasco da Gama já ganhou. Se chegar aonde pensa que vai, Luxemburgo estará comemorando apenas a conquista de uma vaga para Libertadores. Se isso é título internacional, a avó de vocês é bicicleta.

CABO BRUNO
Bastou um mês fora da cadeia que curtiu por merecidos e escassos 27 anos, o Cabo Bruno foi assassinado. Acusado de matar mais de 50 pessoas na década de 1980, o temido policial militar havia se tornado pastor evangélico. A campanha de Celso Russomanno desconfia que foi trama da oposição. Não é nada, não é nada, lá se foi um voto evangélico...

GUERRA SANTA
Empatados pelas pesquisas científicas com margem de lucro de 3 a 4 pontos para cima ou para baixo, Fernando HaHaHaddad e Zé Serra, miram o numeroso de fanatizado eleitorado evangélico nessa guerra santa das eleições paulistanas. Fontes ligadas a nenhum dos dois candidatos perdedores garantem que o candidato líder das intenções de voto é Celso Muçulmano.

A CHAMA
Alvoroço na Papuda: confirmada a visita íntima de Andressa a Carlos Ramos no dia de hoje. O cara tem que ser muito frio numa hora dessas para poder manter acesa a chama. 99,99% dos brasileiros falhariam num clima desses. O restante 0,01% atende pelo codinome de Cachoeira.

CAPA E ESPADA
Afinal, quando é mesmo que Joaquim Barbosa e Ricardo Lewandowski vão se engalfinhar de verdade?... Marco Aurélio Mello e Dias Toffoli já não aguentam mais tamanha expectativa. Se Alexandre Dumas fosse vivo, já teria escrito esse duelo há muito tempo. Afinal, os dois usam capa e a espada da Justiça que, coitada, é cega. Desaforo de parte a parte é que não tem faltado. Só falta escolherem data, local, hora e as armas. Juiz tem de sobra.

26 de set de 2012

Engana que a gente gosta!

E o Brasil continua acreditando em pesquisas "científicas" que saem melhor do que a encomenda nas antevésperas eleitorais. Um dia, o Ibope atende à Rede Globo; no outro, o Sensus se acomoda com a CNT; mais adiante o Datafolha diz o que a Folha de São Paulo quer saber; um pouco mais pra lá do que pra cá, o Vox Populi responde ao PT e seu governo.

Esses institutos realizam de mil a 1.500 entrevistas com respostas certas e sabidas e são tidos e havidos como exatos. É que todo mundo sabe que os 3 ou 4 pontos de margem de erro - ou de lucro, no viés de Ulysses Guimarães - se consertam na boca da urna, feita no dia da eleição - uma metodologia científica que qualquer rádio comunitária de subúrbio pode fazer com perfeição.

O Brasil de hoje vive sob o domínio da democracia lulática que se alimenta de números impostos a um povo que aprende com o MEC que dez menos sete é igual a quatro. E assim, "nós pega os peixe". Engana que a gente gosta.

Turma de Zavascki vai ter que esperar

Na prática, não adiantou nada a estretégia da velocidade adotada pela primeira-presidenta Dilma Vana em indicar Teori Zavascki para a cadeira vazia de Cezar Peluso. A sabatina de ontem foi adiada para depois do primeiro turno das eleições municipais. Mesmo goleada por 14 x 6 no pedido de adiamento, a oposição saiu vencedora nesse jogo de empurra.

Reprodução/iG
A suspensão se deu porque havia votação no plenário da Casa. O  presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Eunicio Oliveira (PMDB-CE), explicou que estava seguindo o regimento do Senado, segundo o qual os trabalhos das comissões temáticas devem ser encerrados em casos como este.

Os senadores estavam nesta terça-feira em Brasília para o esforço concentrado, voltado à aprovação do novo Código Florestal.

Assim é que a turma do Bardahl foi fragorosamente derrotada. Lula, Zé Dirceu, os mensaleiros e a própria Dilma Vana, caíram diante de uma regrinha corriqueira no Senado. Murchou a expectativa da pandilha mensaleira em torno da participação de Zavascki participar no julgamento do mensalão, em andamento no STF.

Reprodução/Div/PR
Assim pois, a sabatina e não o julgamento do Mensalão é que foi postergada. Zavascki, apesar da pressa palaciana, vai ter que esperar sentado para ocupar a cadeira de Peluso.

E então, para felicidade geral da nação, Zé Dirceu, Zé Genoíno e Delúbio Soares continuam na pauta que os lamblanfa. É que - vale a pena repetir - a sabatina só será retomada após o primeiro turno da eleição municipal, pois para que os trabalhos sejam reiniciados, a Comissão de Constituição e Justiça precisa de quorum.

A Casa de tolerância senatorial está entrando em recesso branco por causa do pleito, marcado para o dia 7.             

25 de set de 2012

Dilma He Woman - Ela tem a força!

Vendo e ouvindo a sabatina do juiz Teori Zavascki pela TV Justiça acoplada com a emissora do Senado é que se entende perfeitamente a pressa olímpica da primeira-presidenta Dilma Vana que precisou de apenas sete dias para apontar os fundilhos do sabatinado para a cadeira vazia de Cesar Peluzo.

As respostas do seu ungido aos senadores são verdadeiras tongas das milongas que, se vivo fosse, Vinicius de Moraes versejaria no maior e mais diplomático deboche a essa pátria que já perdeu as chuteiras e que já não perde mais as estribeiras.

A dedução é nauseabunda para quem leva uma zavasckiada dessas... Dilma Vana fez com uma canetada, o que Lewandowski não conseguiu fazer com 50 mil laudas e todo o tempo do mundo: protelar o julgamento dos mensaleiros.

Na prática, Teori vai ser tudo que o relator Joaquim Barbosa, não queria. Vai ser a pedra no caminho; a barreira que impede a passagem para o final de um roteiro em que os mocinhos venceriam os bandidos.

Como ele já disse que "não estudou o processo", tudo leva a crer que uma vez tendo acomodado seu digno traseiro no assento que era de Peluzo, o novo ministro vai tocar a zavascki na suprema brecha.

Reprodução
Pedirá vistas. Para estudar - é evidente - e detidamente, o complicado catatal de denúncias e acusações contra a maior pandilha de sevandijas que o Brasil já viu em todos os tempos.

Pronto, Dilma Vana tem a força! Vai imobilizar o Supremo Tribunal Federal, a maior corte de Justiça do País. Nem precisou de toga ou de diploma.

Bastou-lhe enfiar a ponta da caneta como se fosse uma escandalosa zavascki numa corte moribunda.

Nas melhores democracias é sempre assim, quando o governo precisa, o poder abunda.
GATO E RATO
"Um dia, ainda serei eu e não você, o presidente do Congresso Nacional"... Não, não é nenhuma conversa entre Renan Calheiros e Zé Sarney. É só o rato Mickey Mouse falando com o Gato Félix.

PERDULÁRIOS
Dos cadernos de Economia dos jornalões: Gasto do turista brasileiro no exterior sobe 4% em agosto. Isso quer dizer apenas que tudo lá fora está mais barato do que aqui. Ou, num linguajar mais lulista, significa que o brasileiro quando tira os fundilhos da cadeira é um perdulário.

Pesquisa Científica

Para os institutos de pesquisa científica é assim e sempre foi assim: para saber quem acha que o Corinthians é o melhor time do mundo, manda pesquisar lá na arquibancada onde está a organizadíssima e isenta Gaviões da Fiel perguntando para 1.537 pessoas das mais variadas classes sociais, qual o melhor time do mundo: Corinthians,  Real Madri, São Paulo, Barcelona, Palmeiras, Boca Juniors ou Santos... Deve dar, por baixo, por baixo, 96%  para o Timão e só não fecha em 100%  por causa da margem de lucro de dois pra lá, dois pra cá.                                   

Republicanagens

DEFENSOR PÚBLICO
Se a maioria dos mensaleiros soubesse que Lula provocaria em Lewandowski os instintos mais primitivos de gratidão por tê-lo indicado para o STF, jamais qualquer réu dpo Mensalão teria jogado tanto dinheiro fora com tantos e tão valiosos advogados. Quem tem um revisor assim, não precisa de defensor.

ENSAIO
Até aqui, em mais esta etapa do julgamento do Mensalão, Lewandowski já absolveu três mensaleiros e condenou seis. É só um ensaio para quando chegar a hora de Dirceu, o capo do capeta.

O DEDO
Como é que um juiz tão ingênuo e de alma tão boa chega a ministro do Supremo Tribunal Federal? Por notório saber jurídico e pelo dedo de um doutor honório causa própria. Nessas horas é que se percebe a força incalculável de um dedo, por mínimo que seja.

GRANDE TESE
A tese "domínio do fato" deixa as máfias do crime organizado estatal em polvorosa. O domínio do fato acaba com o brado retumbante que empurra com a barriga toda e qualquer possibilidade de condenação: - Cadê as provas?!? Para a oposição, isso já nem é tese; é tesão.

A SENHA
Nesta interminável Era Lula, o grito "cadê as provas?!?" é a mesma senha salvadora para Zé Dirceu e a pandilha dos mensaleiros quanto foi providencial o "Abre-te, Sésamo!" para a quadrilha de Ali Babá e os 40 Ladrões. A tese "domínio do fato" - aquela que presume a responsabilidade de quem, embora não tenha executado o crime, o ordenou - pode mudar, no Brasil de hoje, o final sempre feliz para os quadrilheiros das velhas e fantasiosas 1.001 Noites.

PÚLPITO
A primeira-presidenta Dilma Vana faz nesta terça-feira gorda, em Nova Iorque, o tradicional discurso brasileiro de abertura da Assembleia-Geral da ONU. Com uma punhalada nas costas, desferida por Sepúlveda que já não lhe Pertence, Dilma Vana vai ser mais moderada do que nunca antes na história das Nações Unidas. Nem vai olhar para trás quando deixar o púlpito. É que depois dela, entra em cena o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Eles estão de mal.

LIMPEZA
Em uma eleição não basta o candidato ter o certificado de ficha-limpa. Isso, qualquer mequetrefe consegue ter no Brasil. É precio ter vida limpa.

ANDRESSA NA PAPUDA
Esta quinta-feira promete. É o dia da visita íntima de Andressa a Carlinhos Cachoeira na Papuda. Já tem presidiário subindo pelas paredes, trocando celular por fone de ouvido. O bandido da cela ao lado da sala de encontros, está milionário e quer ser sócio de Cachoeira. Nunca antes na história desse país uma visita íntima foi tornada tão pública pelos jornalistas quanto esta. O casal já pensa também em processar a imprensa por assédio e invasão de privacidade.

DECIDA-SE
Ponha-se no lugar de um mensaleiro qualquer, ou até do "chefe da quadrilha", numa sala do STF ou dentro de um armário... Se você fosse corrupto, seria ativo ou passivo?

OS DOIS
Quem é que trabalha menos nesta temporada de 2012, o Galvão Bueno nas transmissões da Globo, ou o Ganso no Brasileirão?

BEM A TEMPO
Teori Zavascki deve ser sabatinado nesta terça pelos senadores da República. Ele foi indicado pela primeira-presidenta Dilma Vana com uma rapidez olímpica, jamais vista na história das indicações presidenciais para uma vaga no Supremo Tribunal Federal. Embora ele mesmo já tenha dito que não estudou o processo, pode votar no julgamento do Mensalão. Pode, não; vai votar. Você quer apostar? Teori Zavascki chega bem a tempo da hora e da vez de Zé Dirceu. Seu voto pode ser o fiel da balança da Justiça que tem venda nos olhos e não sabe por que tem uma espada na mão. Mas ele também pode nem votar, por enquanto. Basta pedir vistas "para estudar" o processo que - ele já o disse - não conhece. Aí sim, cessa tudo o que a antiga musa canta que outro valor mais alto se levanta.

ATIVOS E PASSIVOS
Agora que Valdemar Costa Neto foi condenado, estão dizendo que tudo começou com a "venda de Zé Alencar para o PT".

Alencar foi o vice-presidente de Lula, o tempo todo. Ricardo Kotcho, antigo porta-voz do Palácio já tinha dedurado no seu livro "Do Golpe ao Planalto" que a venda foi feita por R$ 10 milhões.

Então tá, Costa Neto vendeu Zé Alencar para o PT. O interessante é que ninguém diz que quem comprou foi o PT de Lula. Bolas, se o PP e Costa Neto são corruptos passivos; o PT e Lula são corruptos ativos.

24 de set de 2012

A Comissão de Étitica já não te Pertence

Sepúlveda Pertence pediu demissão da Comissão de Étitica da Presidência da República. Pronto, não vai fazer mais o que não fazia há muito tempo. Ou será que cansou de ser étitico?

Sepúlveda renunciou ao cargo nesta segunda-feira. Sua saída se dá logo após a primeira-presidenta Dilma Vana além de não ter renovado o mandato de dois conselheiros, ter passado por cima do presidente do organismo indicando três novos nomes para o colegiado.

Foto/ABr
Pertence explicou em nota a sua atitude: "Acabo de encaminhar minha renúncia como membro e presidente do Comissão de Ética da Presidência. O quórum está restabelecido e tenho certeza de que a comissão continuará sensível a essa missão que, às vezes, é mal compreendida, mas gratificante".

Como assim "gratificante"? Isso quer mesmo dizer o quê? Gratificação é o que não falta nesse governo. Mas seria bom explicar direitinho essa coisa pra dona Dilma Vana, tintim por tintim.  Do contrário é bem capaz de, lá em Nova Iorque, Dilma dizer no discurso de abertura da 67ª Assembleia-Geral da ONU que - como aconteceu com Lula um dia - ela também foi "apunhalada pelas costas".
Burros e Conformados
 
O portal iG quer saber nesta semana em sua enquete induzida em tempo real, mais exata que "científica", quem deve ser o goleiro titular da seleção de Mano Menezes. E relaciona os candidatos: Cássio, Diego Cavalieri, Jefferson, Julio Cesar, Victor e Diego Alves.


Bolas, nenhum deles, ou qualquer um deles... Desde que seja reserva de Rogério Ceni, o melhor goleiro do Brasil e um dos melhores do mundo. E até o Marcão que agora é supervisor do Palmeiras, é melhor reserva de Rogério Ceni do que essa babalhada toda aí. Só o que falta agora é nos taparem os olhos e nos transformarem em burros conformados, como Mano Menezes há quase três anos vem fazendo com a mídia esportiva e com o torcedor brasileiro.

Até parece que bebe!

É comovente como os fanáticos seguidores do semideus da República dos Calamres, andam tão "desesperados" quanto Zé Dirceu, o já reconhecido "chefe da quadrilha" nos autos do Mensalão.

Eles querem incorporar os ministros do Supremo Tribunal Federal na máfia oficial que infiltrou seus agentes na máquina que faz girar os três Poderes constituídos do Estado.

Al Capone, depois de mandar matar até prefeitos amigos, fez isso há muito tempo. Ao invés de corromper autoridades governamentais, ele infiltrou ministros, pagou diploma de advogados, formou juízes, coalizou autoridades, formou e nomeou delegados, azeitou as engrenagens oficiais que dirigem um país.

Os seguidores luláticos não se conformam que ministros nomeados por Lula para o Supremo Tribunal Federal não obedeçam suas ordens, não façam o que ele pensou que sempre poderia mandá-los fazer por dever de gratidão, ou por mero servilismo.

O crime organizado infiltrado até os gornes nas estruras do governo está achando ruim agora que os ministros do STF condenem os mensaleiros, corruptos, quadrilheiros, lavadores de dinheiro, com base na teoria do "domínio do fato".

Querem que os ministros do STF se façam de imbecís e, mais do que isso, passem por hipócritas e malfeitores como eles, ignorando o óbvio lulante.

Para os súditos do Reizinho, os ministros do Supremo devem ser como aquele bêbado sem noção que, altas horas da noite, ao chegar com um amigo em casa, abriu a porta do quarto e mostrou o cômodo para o parceiro:

- Tá vendo esse quarto aí?... É meu.
- Tá vendo aquela cama ali?... É minha.
- Tá vendo aquela mulher pelada ali? É a minha esposa.
- Tá vendo aquele cara pelado ali com ela?... Aquele cara ali sou eu!

Essa pandilha do Lula, do Zé Dirceu e seus mensaleiros até parece que bebe.

Republicanagem

VALOR DE MERCADO
O julgamento do Mensalão recomeça hoje, com o, digamos, companheiro revisor Ricardo Lewandowski. Não fosse Lewandowski ministro do STF, Thomaz Bastos a esta altura já estaria morto de inveja. Seu ego não suportaria a humilhação de nenhum advogado de defesa receber honorários mais altos do que os seus em qualquer instância. Muito menos no Supremo.

CELSO DANIEL VIVE
Neste domingo, num palanque em Santo André, no ABC paulista, Lula acusou "conservadores" de tentarem ligar o PT à morte do ex-prefeito Celso Daniel, assassinado em janeiro de 2002.

Ele usou o prefeito morto no comício, para pedir votos para o petista Carlos Grana. E garganteou: "Nessa cidade, os conservadores chegaram ao absurdo de achar que o PT tinha coisa a ver com a morte do Celso Daniel. Possivelmente para apagar a memória daquele que foi o melhor prefeito que essa cidade já conheceu em toda a sua história".

É claro que Lula não citou as investigações do Ministério Público de São Paulo que ligam o crime ao PT. De qualquer maneira, pela sua tese de que "o mensalão é uma farsa, não existiu", só faltou Lula angariar votos para o candidato que atende pelo sugestivo nome de Grana, afirmando que o crime "foi uma farsa, não existiu"... Celso Daniel vive! Nem que seja apenas quando vale a pena para Lula.

ATÉ 2014
Os deputados mensaleiros Pedro Henry e João Paulo Cunha, condenados como corruptos, donos de lava-jatos de propina e quadrilheiros, não querem largar o osso. Já engendram ações de agravo, recusros e outros artifícios que ainda caibam no bolso de seus advogados de defesa, para continuarem como deputados até 2014. A Câmara Federal terá imenso orgulho em contar com suas honrosas presenças por mais duas temporadas legislativas. Afinal é só mais uma dupla de corruptos e quadrilheiros...

INTELECTUAIS
Liderados por Luiz Carlos Barreto, produtor cinematográfico de perenes contatos de primeiro grau com os financiamentos governamentais, um grupo de luminares que se assinam "intelectuais", estão enviando manifesto ao STF para que "não seja feito prejulgamento" do réu Zé Dirceu, tido no processo como "chefe de quadrilha".

Um dos signatários é ninguém mais nem menos do que o mais que centenário comunista milionário Oscar Niemeyer, o Arquiteto da República, aquele que jamais participou de uma licitação em toda a sua larguíssima existência.

O sinal mais forte desse manifesto é a certeza de que os outros milhares de intelectuais brasileiros que não o assinaram certamente pesarão muito mais na toga de cada ministro do que meia dúzia de amigos, camaradas, companheiros bons e batutas de Dirceu, aquele que já sabe agora que as nomeações de Lula não compraram a consciência da maioria esmagadora dos ministros da maior corte de Justiça do País. 

3ª GUERRA MUNDIAL
A coisa tá ficando feia. Maomé é intocável; Jesus casou com Madalena; Lula é santo; Edir Macedo, o Papa brasileiro; Celso é Católico Evangélico, Apostolólico Russomanno; Chalita é carismático; Barack Obama é cada vez mais xerife do Oriente Médio... Vem aí a 3ª Guerra Mundial. Mas é santa.

IMPEACHMENT RETARDADO
E então, como não trataram direito das coisas em 2005 e deixaram escapar o merecido impeachment de Lula, a oposição volta a trabalhar para o governo. Desta vez é para Dilma Vana que está gostando de ser a corretora de seu criador enquanto habita o Palácio do Planalto.

O movimento é agora para impedir a volta de Lula à Presidência da República em 2014. E Dilma Vana faz de conta que não sabe que esse "impeachment" retardado se estende pra lá de 2018. Aí é que a porca torce o rabo: Lula até seria capaz de aguentar mais quatro anos fora do Palácio, mas não suportaria nem um minuto mais que isso.

Quer dizer, o movimento pelo impedimento de Lula agora vai acabar derrubando Dilma Vana em 2014 e consagrando o retorno do mais pernicioso presidente da História do Brasil.

23 de set de 2012

SEM PAPO
A primeira-presidenta Dilma Vana, citada no julgamento do Mensalão pelo ministro Joaquim Barbosa, mandou uma nota ao Supremo contestando a menção de sua surpresa pela rápida aprovação de uma MP que interessava ao governo.

Joaquim Barbosa, deu de ombros para a nota palaciana - que mais era uma defesa de Lula do que um desagravo próprio - e sem perder tempo disse que "juiz se pronuncia é nos autos". Pronto, fim de papo.

NUNCA O QUÊ?
Falha deixa milhões de pessoas sem luz no Nordeste. Ao menos 6 estados foram atingidos. Falta de energia durou 50 minutos no Maranhão. Mas, como já disse Dilma Vana para FHC logo que assumiu o governo: - Apagão no Brasil, nunca mais. Mas, de vez em quando, uma rapidinha não faz mal pra ninguém.

DILMA NA ONU
Dilma Vana já viajou para os Estados Unidos. Na terça-feira faz o discurso de abertura da 67ª Assembleia-Geral da ONU. Tem sido sempre assim, o Brasil é o dono do discurso inaugural dessas assembleias desde que foi o primeiro país a aderir ao organismo internacional, em 1945. O que importa para os brasileiros neste discurso de Dilma Vana é que, só com etiquetas para malas e bagagens desta viagem, o Palácio do Planalto gastou quase R$ 20 mil.

BOBO JEFF
Pensando bem, Roberto Jefferson, o entregador do Mensalão, bancou o bobo até aqui.

Seu gesto histriônico de indignação que derrubou Zé Dirceu e a pandilha de mensaleiros do governo Lula, o mais escandaloso da História do Brasil, fica parecendo agora uma aventura quixotesca.

Bob Jeff ganharia bem mais se tivesse transformado a entregação geral em 2005 que só não atingira até agora o Ali Babá, em uma folgada delação premiada.

DECANO CONHECE BEM
No seu livro "1968, o que fizemos de nós", o jornalista Zuenir Ventura revela que Zé Dirceu, tido e havido no processo dos Mensalão como o "chefe da quadrilha"  e o ministro do STF Celso de Mello eram colegas.

E conta: "Em 1968, José Dirceu e Celso de Mello moravam numa república de estudantes em São Paulo". Que coisa. Isso é importante, sumamente importante nessa hora, porque não quer dizer absolutamente nada.

Quantos, há muito tempo, não foram colegas de Fernando Gabeira e, no entanto, nunca andaram de tanga em Copacabana?

Quantos não foram colegas de Zé Genoíno, por exemplo, mas nem chegaram a conhecer o fugidio e boquirroto Papagaio do Araguaia?

No fundo, no fundo, essa convivência numa república, pode querer dizer apenas que o decano do STF sabe hoje muito bem de quem se está falando.

Republicanagens

MATA
Em pleno terceiro milênio, o ministro das Ferrovias do Paquistão oferece uma recompensa de US$ 100 mil para quem matar o autor do filme “Inocência dos muçulmanos”, que satiriza a história de Maomé. Ghulam Ahmed Bilour convocou também o apoio dos grupos extremistas Talibã e al-Qaeda para caçar o produtor. É como dizia para os zagueiros o filósofo de vestiário Antônio Freitas, o Fervido, técnico do Paulista Futebol Clube, time gaúcho da 1ª Divisão de Amadores: - Mata que Deus perdoa!

CLASSE É CLASSE
O IBGE que desde 2002, quando Lula chegou ao poder, antes de divulgar os resultados de suas pesquisas apresenta-os ao Palácio do Planalto, descobriu uma nova e incomensurável classe média no Brasil. A nova camada social se sustenta com ganhos mensais que variam de R$ 290 até R$ 1 mil. Nesse ritmo, só o "bolsa-família" será classe C.

SEM PRERRROGATIVAS
Tanto quanto o ministro Joaquim Barbosa, o relator Roberto Gurgel goza da admiração dos petistas e governistas de um modo amplo, geral e irrestrito.

Gurgel mesmo acaba de sinalizar para qualquer juiz que esteja disposto a fazer justiça: - Lula já não desfruta das prerrogativas de presidente da República.

Não, até agora, nenhum adorador fanático do divino mestre que não larga o osso ofereceu US$ 100 mil de recompensa por esses verdadeiros caça-profetas e algozes de pretensos semideuses.

O ACORDO
Essa onda do irrevogável Aloízio Mercadante ir parar na Casa Civil logo depois das eleições de outubro, é apenas a crônica anunciada do apoio de Chalita a HaHaHaddad, no caso do poste de Lula chegar ao segundo turno do pleito paulistano. O candidato carismático cobrou de Dilma Vana, a corretora de Lula para negócios de coalizão, o Ministério da Educação. Pelo jeito, no entanto, tudo vai ficar como está e olhe lá.

GOLPE, COMO ASSIM?
Renilda, mulher de Marcos Valério, também já botou a boca no trombone. A matéria está nas mãos da revista que faz estremecer a politicalha a cada fim de semana. A turma que faz blindagem a Lula bate o pé e reclama. Diz que é um golpe que está sendo desfechado contra o Cara. Como assim? Lula é o que mesmo, além de neobilionário e presidente de honra bem remunerado do PT? Como "golpe"?!? Pelo que se sabe, quem preside o Brasil se chama Dilma Vana Rousseff. Ou não?

22 de set de 2012

Nem o PDT gostou da carta em defesa de Lula

A carta de apoio a Lula que o PT e mais uma pandilha de facções acumpliciadas teve que assinar por comando do próprio Lula, já está sendo jogada na lata de lixo de cada esquina por partidos companheiros de primeira e de últimas horas.

Depois da chiadeira do PMDB, agora os senadores do PDT também repudiam a tal carta em defesa de Lula.
 
O textículo de babação de ovo ao ex-presideus que se diz injuriado porque a revista Veja botou seus podres pra fora, irritou até os parlamentares da base aliada. E o bicho tá pegando.
 
Em nota, os senadores Pedro Taques, do Mato Grosso e Cristovam Buarque do Distrito Federal  se disseram surpresos pela carta assinada em nome de seu partido. Eles dizem que gostariam de ter sido consultados antes de o documento ser assinado em nome da sigla. Mostrando sua irritação  com a carta assinada pelos partidos da base, os senadores dizem  que não viram "gesto golpista por trás das falas e matérias".

Taques e Buarque alertam que, além de ser um direito inerente às oposições fazer críticas, em nenhum momento elas se referiram à primeira-presidenta Dilma Vana.

Para os senadores pedetistas, maior ameaça à democracia são as "consequências dos imensos gastos publicitários feitos pelos governos".

Os senadores descontentes disseram que as referências feitas na carta urdida por Lula às pressões sobre os ministros do STF passam uma imagem de desrespeito ao Poder Judiciário, que "vem desempenhando um importante trabalho, reconhecido pela opinião pública como decisivo na luta pela ética na política".

Os indignados pedetistas sugerem também que mais importante seria "mudar o sistema de escolha dos futuros ministros, para que não pesem dúvidas sobre a independência de cada um deles".

Este, na verdade, foi mais um tiro que saiu pela culatra de Lula, aquele que pensa que é dono da nação brasileira. Mais que Lulalelé da Cuca, o Cara tá ficando é meio lewandowski dos miolos; pra lá de Toffoli da cabeça.

Vergonha

Quem tem mais vergonha dos seus aliados: Russomanno, de Edir Macedo; Zé Serra, de Kassab, ou HaHaHaddad de Paulo Maluf?!?  Na verdade, quem deveria ter mais vergonha seria o eleitor... de todos eles.

Republicanagens

COMILANÇA
Igreja da Austrália afirma que padres abusaram de mais de 600 crianças
Os abusos teriam sido cometidos desde a década de 30; ativistas dizem que número de vítimas é bem maior.

Defensores dos acusados revidam e dizem que dentre os militantes há muitos que comem canguru. Já os caçadores de jacaré garantem que em matéria de comilança, os crocodilos são imbatíveis

TROCO
No Dia Mundial sem Carro, São Paulo foi um grande exemplo nacional: teve congestionamento acima da média. Os motoristas resolveram tirar o dia para aprimorar a mira. As ciclofaixas estiveram cheias de alvos o tempo todo. Amanhã, o troco aos ciclistas vai ser um arraso.

CARRO PRA BÊBADO
Para STJ, quem entrega carro a bêbado pode responder por morte. A mais alta corte de justiça do País decidiu que o repasse de chave caracterizaria coautoria; para alguns especialistas a conclusão é um avanço à lei seca. No popular, o que o Supremo quer dizer é que, se de bêbado não tem dono, carro de bêbado tem.

SÉRIE AMERICANA
Mais 19 mortos em protestos contra filme no Paquistão. O Departamento de Defesa dos Estados Unidos está eufórico. Já pensa em pedir orçamento especial a Barack Obama para financiar a produção da série especial para TV, Maomé, o Intocável. Só não pode, pelo amor de todos os santos do mundo, fazer graça com o profeta. Já se sabe que não é politicamente correto.

BLOQUEIO
Sob acusação de desvio, Justiça mandou bloquear os bens de Paulinho da Força. O candidato até agora não quis se manifestar.

Esse bloqueio refere-se a convênios entre a Força e o Ministério do Trabalho. Sem contar os empréstimos para a ONG da mulher do acusado e o escritório de atendimento clandestino do filho dele.

Besteirinha, isso ainda é do tempo em que Carlos Luppi botava banca de amor infinito a Dilma Vana. Luppi que é Luppi saiu do ministério sem levar uma bala perdida sequer... Com Paulinho da Força mesmo é que não vai acontecer nada

Republicanagens

PROPAGANDA ENGANOSA
Na Bahia, a turma do PT mostrou no seu horário político um vídeo antigo do baixinho ACM Neto prometendo dar uma surra em Lula.

A Justiça Eleitoral de Salvador além de proibir a exibição da peça, está pensando seriamente em multar o PT por exibir propaganda enganosa: daquele tamaínho que é, ACM Neto não bate em ninguém.

É, OU NÃO É
O Supremo Tribunal Federal está decidindo ainda se os ministros que votaram pela inocência de mensaleiros podem e devem participar da discussão sobre as penas de cada um dos réus. Cá pra nós, seria um contrasenso. Se o cara julgou inocente antes, não tem como julgar meio culpado agora.

PRA CASA
Os petistas agora estão defendendo a ida do irrevogásvel Aloízio Mercadante para a Casa Civil. Cá pra nós e pro Brasil inteiro, bastaria que ele apenas fosse pra casa.

GUERRA SANTA
A única coisa que pode pegar na campanha de Celso Russomanno na guerra santa elitoral de São Paulo é mesmo a questão religiosa. E nem isso pega. Os evangélicos votam muito mais em massa que os católicos e tão mal quanto uns e outros.

De qualquer maneira, como andam dizendo, o atual líder das intenções de voto na capital dos paulistas já se apresenta como Celso Católico Apostólico Russomanno. De qualquer maneira, todo mundo sabe: Russomanno é Universal; Serra é palmeirense; Chalita é carismático, mas nem tanto e HaHaHaddad é a tal piada de salão.

A FALA DOS MUDOS
Enfim, a revista Veja deste fim de semana veio quase tão calada sobre o Mensalão quanto Lula perdeu a voz rouca das ruas sobre o assunto. a Veja desta vez fala sobre sexo; Lula foi ao México falar 45 minutos sobre si mesmo e ganhar pelo menos US$ 100 mil, uma boa justificativa para entrada de grana no seu PAC/P - Programa de Aceleração de Crescimento Patrimonial.

CAMPANHAS DE ARAQUE
Dilma Vana lançou com toda pompa e circunstância um notável e definitivo programa de conscientização no trânsito. Se alcançar o mesmo sucesso que aquela campanha-relâmpago às vésperas de sua eleição para liquidar com o crack no Brasil, seremos todos atropelados até outubro.

O DRAGÃO VEM AÍ
Tome nota aí: o preço da gasolina pode até cair antes da eleição; depois sobre. E com ele, sobe o custo de vida. Tudo que chega as suas mãos, vem movido a gasolina e óleo diesel. O pão, o arroz, o feijão não têm cheiro de gasolina, mas tem o gosto amargo do custo da vida. O dragão da inflação vem aí; a pé, mas vem.
Reforço palmeirense
 

Pronto, foi só o Ganso assinar com o São Paulo para os palmeirenses ficarem loucos da vida. A diretoria alviverde já pensa em contratar Zé Serra para ver se consegue escapar do rebaixamento. Ninguém chuta um sapato tão longe quanto o tucano.
 
A PAULISTANA
O PT já está de boca aberta à espera de Dilma Vana no palanque de HaHaHaddad. Diante do quadro de derrotas desenhado na maioria das principais cidades brasileiras, a vitória do mais novo poste de Lula na capital paulista passou a ser fundamental para salvar o desempenho do partido até aqui. Taí, Lula já mandou a sua corretora de negociações políticas partir para a captação de votos. Logo Dilma Vana deixará de ser mineira e gaúcha para ser paulistana desde pequenininha.

21 de set de 2012

Republicanagens

DESPRESTÍGIO
Mano Menezes desqualificou de tal maneira o futebol brasileiro, tornou tão pirão sem sal a seleção que hoje em dia ninguém mais sente sequer a falta de Galvão Bueno na transmissão pela TV Globo de um confronto Brasil x Argh!entina.

JÁ VAI
Até que enfim, Paulo Henrique Ganso é jogador do São Paulo. Pronto, Ney Franco vai ser obrigado a pedir demissão. Já não tem mais desculpa para a falta de padrão de jogo do tricolor do Morumbi.

MEDO BOBO
O medo que os jornalões sentem hoje de serem engolidos pela webmedia é o mesmo que as emissoras de rádio sentiram quando surgiu a televisão. Besteira, nunca se teve tanta rádio no mundo como agora. Logo jornais e internet estarão de mãos dadas: patrocinadores unidos, jamais serão vencidos.

ROTA DE FUGA
Já tem gente tirando Zé Dirceu da lista dos prováveis mais procurados pela Interpol, só porque ele disse outro dia que vai ficar por aqui mesmo, duela a quien duela e seja lá quantos anos de cesta básica ele pegue por ser "chefe de quadrilha".

Quem o tira de cartaz bota logo em seu lugar o Zé Roberto Salgado, diretorzão do Banco Rural. Não é por nada, não... Apenas porque sua defesa está nas mãos de Thomaz Bastos, dono de um currículo respeitável no ramo.

Basta lembrar que era bastos, o Rei do Habeas, quem defendia aquele promotor Igor Ferreira que matou a esposa grávida e esteve foragido oito anos; ou recordar com menos esforço a fuga do médico bolinador Roger Abdelmassih que está em lugar incerto e não sabido comendo das boas e das melhores. Um habeas em mãos erradas é uma rota de fuga na certa.