O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

4 de abr de 2016

"SEU LUGAR É NA PRISÃO"

De repente, mas nunca tão de repente que já não seja um hábito, os jornalões não dizem nada que lhes pareça politicamente incorreto. 

O que não disseram dessa vez é que no fim de semana lá no Ceará, Lula foi recebido pela população aos gritos de "ladrão, seu lugar é na prisão". 

O que saiu na imprensa foi apenas a bravata debochada de Lula, dizendo que na quinta-feira vai assumir a Casa Civil da Dilma. Parece até que ele já sabe que o Supremo vai aprovar.

CARDOZO DEFENDE AS PEDALADAS

Hoje, o advogado-geral da União pela permanência de Dilma, Zé Eduardo Cardozo apresenta a defesa do indefensável. 

Ele vai dizer na Câmara que Dilma pedalou, mas foi para pagar o Bolsa-Família. 

Então tá, amanhã ou depois, ela vai pedalar de novo para tocar o Minha Casa Minha Vida e pedalar mais uma vez para pagar  um triplex aqui, um sítio acolá... Ela gosta de pedalar, ué. Tanto gosta que fez do seu governo uma verdadeira ciclovia.

O GOLPE DA SABEDORIA
DOS CROCODILOS

No dia 13 de março, a população indignada saiu às ruas, na maior, mais numeros e mais ordeira manifestação da história do Brasil. 

Não houve um único sinal de violência,; não teve baderna; não teve Black Bloc; não teve quebra-quebra; não teve briga e nem mesmo o cravo brigou com a rosa. 

Agora Dilma e os exércitos pelegos de Lula usam o Palácio do Planalto para pregar a violência, a baderna, o confronto armado, a convulsão social, as invasões de terras e propriedades urbanas e recomendam que os militantes saiam armados das trincheiras de suas milícias. E subvertem a realidade. Eles dão o golpe e dizem que não vai ter golpe.

Lula, vaiado e xingado no aeroporto e pelas de Fortaleza assume o seu lado Brahma e bate o pé e reclama: "O Brasil está  vivendo um clima de ódio nunca visto". Cínico, hipócrita, finge que a indignação e a repulsa não é com ele; finge e espalha que uma guerra entre os pobres e as zelites; entre mortadelas e coxinhas. 

Não é não. A repulsa, o asco, a aversão a ojeriza é por Lula e tudo que Lula representa nessa democracia de gaveteiros que rouba e deixa roubar; nesse governo que deixou o crime organizado tomar o lugar do Estado.

Dilma deu o golpe das pedaladas, deu o golpe na Operação Lava Jato, cometeu o crime de oferecer uma rota de fuga para Lula e agora diz que o impeachment é que é o golpe.

O PT e o governo do PT, precisou de apenas 13 anos para quebrar e deixar quebrar a Petrobras e agora sai para rua "abraçando" simbolicamente a estatal que já foi a casa do petróleo que era nosso.

Lula é investigado pela Polícia Federal, suspeito de falsidade ideológica, tráfico de influência, lavagem de dinheiro e sai dizendo que não há viva alma mais honesta do que ele. De quebra, sempre que pode diz que vai chamar para a rua o exército do Stédile que "é bom de briga".  E eles, Lula, Dilma e o seu governo de energúmenos, destorcem a realidade e dão o golpe de que "não vai ter golpe". 

É a estratégia das ditaduras disfarçadas de democracia. Para eles pouco importa o que valha a pena ser; o que interessa é o quanto vale a pena ter. 

Com essa pandilha como proprietária do Brasil, quem gosta de liberdade não tem a mínima chance de ser feliz: não é que você não possa fazer o que quer; é que eles não deixam nem mesmo você não fazer o que você não quer. 

Esse governo crocodiliano perdeu a moral; perdeu a ética; perdeu o caráter. Hoje, o país inteiro sabe que Lula e Dilma poderiam ser levados a sério se soubessem ser leais como sabem enganar, trair e burlar. 

Quando Lula, Dilma e seus acólitos acusam o golpe de que ninguém engole mais o golpe da democracia de gaveteiros que eles praticam, estão apenas trocando a perniciosa "estratégia da coalizão pela governabilidade" - balcão de almas vivas com os cofres públicos - pela tática da sabedoria dos crocodilos: vertem lágrimas quando querem devorar.