O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

23 de abr de 2016

CHAMA O SÍNDICOSó o Eduardo Paes, prefeito do Rio não sabia: a construtora da ciclovia Tim Maia é da família do secretário de Turismo da Prefeitura. Chama o síndico!

SLOGAN PILANTRA
Dilma Vana está cada vez mais desbibolada. Só abre a boca quando tem certeza. Agora criou outro chavão pilantra: "mandato sem voto é golpe". É como se todos os 54 milhões de votos contados por Dias Toffoli na última eleição fossem apenas do PT. Para Dilma, a Constituição deu carona para o vice-presidente. 

QUE MEDO
A cada dia que passa, menos importância tem para Dilma no Senado a parceria com Renan Calheiros. E vice-versa. Dilma já não tem como procrastinar o andamento da coleção de processos contra Renan. Dilma sem noção quer aliança agora com o Merdosul e a Unasul, cabide de emprego de ex-presidentes bolivarianos. Ai que medo que dá.

MÁ COMPANHIA
A sexta-feira foi de amargar para Dilma Vandalizada. Dois vice-líderes do governo deram no pé e deixaram Dilma falando sozinha na ONU e onde quer que ela se meta. Os senadores Hélio José e Wellington Fagundes declararam-se favoráveis ao processo de impeachment. Dilma está cada vez mais só e mal acompanhada.

A DELIRANTE
A Dilminha Paz e Amor acabou assim que ela deixou o púlpito da ONU e foi dar entrevista aos jornalistas estrangeiros. Voltou a ser aquela Dilma que não resta a menor dúvida. Dilma foi peripatética e daninha: "Está em curso no Brasil um golpe". Pronto, cumpriu a ameaça de fazer queixa em Nova Iorque. E foi mais longe, sugere que vai ter baderna, pois anunciou que vai fazer uma aliança com o Merdosul e a União de Nações Sul-Americanas, a Unasul, para adotarem sanções contra o Brasil. Duvido que haja no Cone Sul do mundo uma alma viva mais guerrilheira e beligerante que a Dilma Coração Valente. Ela já nem é mais beligerante; é bedelirante. Está em pleno delírio. Como essa coisa de companheirismo é contagiosa, não duvido nada que a proximidade com o Brahma não esteja lhe provocando delirium tremens.

INDA QUE MAL PERGUNTE...
Será que Dilma acha pouco o que ela e Lula fizeram com o Brasil nesses últimos 13 anos e ainda quer promover baderna, ou será que ela está apenas fora da sua casinha sua vida?

ESCAMOTEOU O VERBO
Dilma Vana para os jornalistas estrangeiros, com pena de si mesma: "Sou uma vítima. Sou umapessoa injustiçada. Sou vitima de um processo absolutamente infundado". E continua mentirosa: escamoteou o verbo, não é infundada... É afundada!

SOBERANIA
Dilma vai dar com a burra n'água na sua proposta de sublevação com o Merdosul. Sem pretensão, sendo apenas realista: é o clube do Cone Sul do mundo que precisa do Brasil e não o Brasil que precisa dele. O Brasil tem tudo que a vizinhança gostaria de ter em extensão territorial, localização geográfica, fauna e flora. O que o Merdosul não quiser nos dar, não vai fazer falta nenhuma. Soberania não se compra nem se vende em gôndolas do armazém da esquina.

INSENSIBILIDADE BRASILEIRA


Na quinta-feira dois banhistas afogados não perturbaram o bate-bola amigo da turma de peladeiros que desfrutava o feriado. A violência chegou a tal ponto nesse país que a morte é a coisa mais banal da vida. Afogamento não é nada para quem bala perdida é uma coisa que entra por um ouvido e sai pelo outro.