O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

7 de abr de 2016

SERIAL KILLER
Aqui, no Distrito Federal, Brasília,o seu Entorno e suas circunstâncias nada menos de 85,9% reprovam Dilma e o jeito de governar que Lula lhe ensinou. A população não vê o impeachment como golpe. Isso quer dizer que, por aqui, pegou pra valer a frase de efeito "sem crime não há impeachment". Pois vai ter impeachment exatamente por que houve crime. E tanto crime houve e foram tantos e tão continuados que, se todos eles forem computados e revelados durante o processo de impeachment, Dilma vai acabar deixando o governo como uma legítima serial killer. 

O PÃO QUE MORO AMASSOU
Sergio Moro desmascarou a farsa da troca de telefone do Instituto Lula para o escritório de advocacia que tenta livrara a cara e a pele do ex-presidente que se acha portador de 54 milhões de votos. Essa pandilha de defensores constituída por um compadre amigo do peito e mais 25 advogados que trabalham de graça para Lula, por fazer o diabo para desqualificar a Lava Jato, vai comer o pão que o diabo amassou com a Vara de Sérgio Moro. O castigo será pelo tradicional crime de tentativa de assassinato de reputação.

INDA QUE MAL PERGUNTE...
Você que não votou no Lula para ex-presidente da República, sabe de alguém que tenha votado nele para esse operoso cargo de presidente aposentado?

NÃO ACABOU
Não o governo Dilma não acabou. Não é possível acabar-se uma coisa que nunca chegou a começar.

O CARGO DE LULA
Lula fala e se movimenta como se tivesse sido eleito ex-presidente desse país com os 54 milhões de votos mal-contados da última eleição. Qualquer síndico de edifício tem mais legitimidade do que ele para representar uma comunidade. Lula, na realidade, hoje é portador apenas do triste e pesado encargo de ser presidente de honra do PT, coisa que ee sã consciência, ninguém deve desejar nem mesmo para o pior inimigo.

SUJEIRA TERCEIRIZADA
A nojeira é tanta que nem o estômago de avestruz da Dilma Vana aguenta. Ela já terceirizou aos governadores que ainda tem na mão, o serviço sujo da tal estratégia de coalizão pela governabilidade, aquele balcão de compra e venda de aliados. A moeda corrente é a tradicional troca de cargos por votos. 

RIQUEZA INÚTIL
Lula pode espanejar seus tentáculos do jeito que quiser, mas uma coisa é certa: ele foge hoje de um telefone como o diabo foge da cruz. Sabe que continua grampeado. Essa é mais uma das modernidades que sua riqueza meteórica tornou inútil. Lula já não consegue desfrutar de um bom triplex no Guarujá; já não usa o barquinho de pesca, nem os pedalinhos do lago lá do sítio dos amigos em Atibaia; nem sequer tem sorvido os vinhos dos mais diversos idiomas que açambarcou ao longo de sua notável carreira presidencial... Lula já nem pratica mais o seu esporte favorito mais rentável: as tais palestras milionárias internacionais. Não há mais plateias interessadas e nem sequer patrocinadores de plantão. Quer dizer, quando era pobre Lula tinha muito menos medo de ser feliz. Isso me remete aos meus velhos e breves tempos de meia dúzia de semestres na Faculdade de Direito, quando fui apresentado ao talento e teorias de Adam Smith que dizia que "a riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes". Uma academia sempre deixa algo de verdade na cabeça ou no coração da gente. Lula deveria largar esse cargo sui generis de ex-presidente da República dos Calamares e estudar um pouco nesse outono da sua vida pública.

GOLPE É ISSO
Com um olho no padre e outro na missa, os funcionários públicos da União já estão querendo antecipação do 13º salário. É que crescem cada vez mais os fuxicos de que o governo federal, de pés quebrados pela sua política econômica, não vai ter como pagar a folha de pessoal a partir de outubro. Isso já vem acontecendo em diversos estados, a exemplo do que se dá também no Distrito Federal. Já tem servidores aí dando o contragolpe: torcem para que a bikewoman caia da bicicleta e quebre todos os lindos dentes que tem - os dois da frente.

VACAS MAGRAS
Kátia Abreu, antes de ser amiga de capa e espada da guerrilheira do Palácio, chegou ao Ministério da Agricultura pelo poder de mobilização que exercia como dirigente da Confederação Nacional da Agricultura. Essa era, na realidade, a sua fortaleza. Hoje, a sua fortaleza virou fraqueza. Seus dias de grande amiga daquela que sabe o que é bom pra tosse dos republicanos estão entrando na safra das vacas magras.

IN/FIDELIDADE
Quando se apaixonou de verdade teve que se divorciar.

IMPEACHMENT EM SÉRIE
Grande slogan "sem crime, impeachment é golpe!". Há muito tempo o PT não criava uma palavra de ordem assim tão verdadeira. Hoje se sabe que é impeachment justamente porque Dilma deu golpe e cometeu crimes como se fosse uma serial killer.