O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

31 de jan de 2015

FISIOLOGIA FROUXA, OU
VEM AÍ A BOLSA PAPEL HIGIÊNICO

Poque hoje é sábado na República Fisiológica dos Calamares, o Diário Oficial da União circulou com uma edição extra - como se isso não custasse nada aos cofres públicos - só para publicar a exoneração de cinco ministros escolhidos a dedo e a menos de um mês, para o governo seminovo Dilma-2.
 Puro jogo de cena. Manobra, tramoia, para que possam votar neste domingo no candidato que o governo quer seja o presidente da Câmara pelos próximos dois anos.

Os ministros que se prestam para esse tipo de papel - simulacro ridículo e vil de um desligamento funcional só para que votem como parlamentares e voltem como ministros - são a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), ministra da Agricultura e Agropeculiaridades e os deputados:

Pepe Vargas (PT-RS), ministro da Secretaria de Relações Institucionais; Patrus Ananias (PT-MG), ministro do Desenvolvimento Agrário, Edinho Araújo (PMDB-SP), ministro da Secretaria de Portos; e George Hilton (PRB-MG), ministro do Esporte.

E assim é que para nós, pagadores dos deboches políticos, fica muito claro, uma vez mais, que essa gente só se dá por contente quando consegue realizar suas necessidades fisiológicas.

O que mais se pode esperar de um governo que começa desse jeito e com tantas ideias novas e sujas a respeito de fisiologia? Que pelo menos, num gesto de gratidão, distribua para seus companheiros uma urgente Bolsa Papel Higiênico