O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

30 de abr de 2016

PT, O DEMOCRATA SOL, OU:
LA DÉMOCRACIE C'EST MOI

Era uma vez um beócio francês, bobalhão e presunçoso e mau como um pica-pau que se chamava Luís e que, por pouco, pouco, muito pouco mesmo não era Luís 13, pois era Luís XIV, assim em algarismos romanos que são mais pomposos.

Ele, bronco e palerma, cheio de si, fez de tudo para ser conhecido como Luís, o Grande. Não satisfeito pelo alcance do epíteto denominou-se O Rei Sol.

Nunca foi de nada, mas reinou por muito tempo. Por mais de 70 anos, o mais longo e duradouro da história da Europa. Mas era metido a usar frases de efeito, fosse lá qual fosse o defeito.

Contadores da historia mundial fizeram-no famoso como dono de uma frase que até hoje todo mundo usa: "L'Etat c'est  moi".

E basta ainda hoje haver uma dúvida qualquer, uma questiúncula qualquer, em qualquer regime monárquico, anárquico, democrático ou esse mesmo que o Brasil padece hoje, para que um paspalho desses cheio de prepotência bata no peito e vitupere: "O Estado sou eu!".

Essas besteiras pegam, contagiam, se espalham como cobra pelo chão.

O que ninguém diz e até poucos sabem por aí é que Luís XIV metido a espirituoso e a ter presença de espírito, tinha uma frase que virou bordão sempre que suas carruagens chegavam exatamente na hora determinada: "Eu quase que esperei".

Parecia uma pequena peça de humor, mas não. Ledo engano. A frase era a revelação do seu caráter absolutista, dominador, tirano, além de mostrar o quanto zelava por si mesmo.

Pois aqui, nos tempos atuais, em plena cabalística Era 13, o Luís de Garanhuns, nascido nu e analfabeto, credita a si mesmo a implantação da democracia no nosso país. E só por isso ele se acha ora Pai dos Pobres, ora Metamorfose Ambulante; atende também quando o chamam de Brahma...

Luís 13 tem também suas frases de efeito para quaisquer defeitos e até para ricas conferências em ditaduras pobres. Ele não diz, mas tem certeza de que a democracia é ele. Ele, a sua criatura e o seu partido.

Quem o viu de perto, treinando o idioma do Rei Sol, já o escutou murmurando com plena convicção: "La démocratie c'est moi et plus la Dilma et le PT".

E vou dizer uma coisinha pra vocês, ele está pulando e andando para o sotaque; o que importa para Luís de Garanhuns, o nosso arcano Luís 13 é o conteúdo: "A democracia sou eu, mais a Dilma e o PT".
PUXANDO A CADEIRA DA DILMA

Dilma sem saída e sem noção, cheia de malfeitos, continua insistindo no golpe de que o impeachment sem crime é golpe. Mas a gente sabe, todo mundo sabe, que crime sem impeachment é golpe.

Dilma teima em dizer que não deixa o governo nem que ela tussa, porque o seu mandato pertence aos seus "54 milhões" de votantes e, agora até já resolveu que ele são mais um pouco, coisa de outros 50 milhões que não votaram nela, mas são eleitores e por isso também donos do seu mandato.

Epa, opa, peralá! Mentira! O mandato de um presidente não pertence a eleitor nenhum. Eleitor vota; eleitor elege, mas o mandato pertence à Constituição. Tanto é que a Constituição é que garante o eleito no cargo. Tanto é que é a Constituição, a mesma Constituição que destitui o mau presidente e o tira do cargo.

E tem mais uma coisinha de nada: um presidente nesse país de mais de 204 milhões de habitantes, não governa só para os eleitores, não governa só para os que votam. Ao dizer que seu mandato é dos eleitores, Dilma exclui pelo menos 100 milhões de brasileiros. E vai governando mal e porcamente para os que sobram em suas contas que, como sempre, não fecham.

Então, se é assim que funciona, eu que tenho o direito constitucional de não votar, protegido pelo número de anos que já gastei nesse e com esse país, posso ignorar o rito do impeachment e dar um jeito de ir até o Palácio e puxar a cadeira da Dilma. E claro que vou fazê-lo, se o fizer, bem na horinha em que ela for se sentar para fingir que ainda governa apenas para os 104 milhões que andam votando por aí afora. Botando voto fora.

Qualquer dia, encontro um jeito de fazer isso. Por enquanto, mal posso esperar pelo dia 11 ou 12, vésperas de um glorioso 13 de maio, quando ela deverá ser afastada dos poderes sobrenaturais que pensa ter, pelos que usam a Constituição como arma contra presidentes luláticos que arrombaram e deixaram arrombar esse país. Mas é só por enquanto.

UMA DEMOCRACIA NÃO
É SÓ O DIREITO DO VOTO

A pandilha que desde de 1985 vem tomando conta dessa democracia de gaveteiros, se acha cheia de razão porque nos esfrega na cara o direito de votar. Eles acham que uma democracia é o voto e pronto, acabou-se o que era doce e quem comeu regalou-se. Cretinice.

Cretinice pura. Democracia é um regime em que todo poder deve emanar do povo e em seu nome deve ser exercido, desde que com o povo seja repartido e... ao povo seja devolvido.

INDA QUE MAL PERGUNTE...
É para isso que eles querem o poder. Só para ter um instituto de palestras idiotas feitas a peso de ouro para idiotas cheios de tesouros nacionais, além de um avião presidencial que não passa pelas alfândegas. Não seria melhor e muito mais barato para o Brasil montar um palanque diante de cada loja 1,99 que importa produtos do Panamá?!?

A FARRA CONTINUA
E o governo continua enchendo as burras das empreiteiras enroladas na Lava Jato. Só neste ano em que Dilma nada fez pelo país, seu governo já pagou R$ 512 bilhões. A farra continua, companheiros!

MODA BRASIL DA SILVA
Aqui no Brasil da Silva os reis não andam nus; andam até elegantes demais. Nunca antes na história desse país se viu tanto colarinho branco. Até as rainhas aderiram à moda.

MOTORISTA ALOPRADA
O governo do PT é um carro desgovernado, fora de controle, sem rumo. Mas Dilma adora dirigir.

RIDÍCULA
Vou de novo: Dilma volta a chamar o processo de impeachment de golpe e diz que acusação contra ela é "ridícula". Pois, até acho que é mesmo. Diante da roubalheira toda, o tempo todo nesses últimos 13 anos - tomara que sejam últimos mesmo - é ridícula sim, ridícula a dar com pau.

Mas de qualquer maneira, Dilma vai pra mais cedo, da forma mais ridícula que um presidente perdeu o cargo na História do Brasil. E que Dilma se dê por satisfeita que vai pra casa e não para as vizinhanças de Zé Dirceu e da turma que a Lava Jato encanou.

DOIS TIPOS DE CRIME
O Brasil é um país do Cone Sul do mundo, povoado por dois tipos de habitantes: pessoas e políticos. Por isso tem dois tipos de crime: o crime comum e o crime privilegiado. O primeiro dá cadeia; o segundo, dá currículo.

VACINA, URGENTE
É impressionante como se espalhou o Mal de Lula pelo Brasil. Todo mundo agora se acha no direito de dizer uma coisa e fazer outra. Descubram logo, senhores cientistas políticos, uma vacina contra o Vírus do Avesso. E por favor, não a comercializem por baixo dos panos.

29 de abr de 2016

ÓPERA BUFA
Resumo que chega nessa ópera de sexta-feira na comissão especial do Senado para no dia 11 ou 12, mais tardar, dizerem para Dilma "toma chocolate, paga lo que deve": dos 81 senadores, 49 senadores já declararam apoio ao impeachment.

A COISA TÁ FEIA

E então é o seguinte, a coisa está ficando cada vez mais feia não só para os lados de Dilma, como para as bandas do Brahama que bate o pé e reclama e manda os gatos pingados fazerem baderna pelo mapa do Brasil afora.  

Agora, João Santana e Mônica Moura viraram réus na lava Jato por corrupção e lavagem. E lavagem, todo mundo sabe, é comida de porco. 

Também. Também é comida de porco, mas não tão suja quanto a lavagem de dinheiro que essa pandilha de sevandijas faz, uns em nome dos outros e para felicidade geral. Todos eles comem e se lambuzam. 

O juiz Sergio Moro aceitou a denúncia contra o marqueteiro do PT, contra sua mulher e sócia, contra o empreiteiro Marcelo Odebrecht e contra o bom e antigo tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. 

Depois desse impeachment que está rolando no Senado, Dilma Vana logo vai começar a responder também na justiça comum. E quanto ao Brahma, ele já não acha mais nada disso uma boa ideia. 



O GOLPE NA MESMA PRAÇA

 Zé Cardozo e sua verve - Kátia Abreu e Barbosa não contam - não consegue enrolar mais do que cinco senadores da comissão de impechment no Senado. 


Ele insiste - mesmo sendo pago para defender a União e não para salvar o emprego da patroa Dilma - que "impeachment sem crime é golpe". 

Ele sabe que está ali só para empurrar o tempo todo com a barriga e para dar vitrine aos senadores dilmistas ávidos por holofotes e uns outros opositores que fazem o contraponto como se já não estivessem ali passeando na praça enquanto o lobo não vem.

Só isso e mais nada. Não convencerá a ninguém que tenha visto e ouvido ontem o jurista Miguel Reale Jr. provar nesse mesmo banco, nessa mesma praça, nesse mesmo jardim que crime sem impeachment é golpe. 
O DEFENSOR CONVICTO DA PATROA

Com que convicção esse peremptório Zé Cardozo, deixa de ser advogado-geral da União, para defender como um reles chave-de-cadeia o emprego da sua patroa!

Está pregando para as cinco dunas do deserto da comissão especial de impeachment.

Ele insiste na tese burra de que "impeachment sem crime é golpe". Bolas, o que mais Dilma Vana fez o tempo todo foi golpear o impeachment com crime em cima de crime. Dilma é  uma predadora contumaz. Uma Serial Liquidadora.  Dilma Vana Liquidou o Tesouro Nacional, liquidou a Petrobras, liquidou o país como se fosse uma loja 1,99.

E assim pago pelos nossos impostos, Zé Cardozo deixa de ser advogado-geral da União para advogar gratuita e indevidamente para Dilma alegando que, se não é golpe, o impeachment então é uma "vingança" de Eduardo Cunha, vinho da mesma pipa de sua ama e senhora dona do Palácio do Planalto.

Tomara que, quando chegar a hora de Kátia Abreu, ela não se esparrame sobre a comissão inteira. É que vinho é com ela mesma e, às vezes, com Zé Serra.

Quanto a Nelson Barbosa, o que derrubou Joaquim Levy, ele que se previna para o que pode respingar sobre ele.
"APENAS COMEÇANDO"


Enquanto a pitoniza sem pestana,Vanessa Graziotin, premoniza que "a Lava Jato vai acabar", o procurador Deltan Dallagnol avisa: "preocupa-me o fato de que há pessoas quer acreditam que o combate à corrupção já está na metade do caminho. Estamos apenas começando". Em quem você bota mais fé, na pitonisa do Senado, ou no procurador da Lava Jato? 

UM PORRE

Hoje, sexta-feira, é dia de encher pelos ouvidos o estômago de porcarias. Para quem tem bucho forte, é dia de ouvir na comissão do impeachment no Senado Federal, o peremptório Zé Cardozo, o melífluo Nelson Barbosa e a vitivinicultora Kátia Abreu. Eu receito, desde já um Engov antes e outro depois. Esse trio é um porre. 

O CAMINHO DAS PEDRAS

Janaína Paschoal, disse ontem na comissão do impeachment muitas coisas que davam direitinho o caminho da roça e mostrou também, num dado momento, o caminho das pedras: "Não há elementos para a saída de Michel Temer". Para Janaína, assinante e co-autora do processo contra Dilma Vana, o vice-presidente assinou e assina documentos a pedido da presidente. Pronto, agora é só Michel Temer continuar o que já está fazendo: montando o novo ministério da República - que nem isso,com toda a liberdade que teve, Dilma soube fazer.


MINISTROS TROCAM MINISTÉRIOS

POR VOTOS PARA DILMA VANA

Dois ministros deixarão seus cargos para apoiar Dilma no processo de impeachment. O objetivo é assegurar mais dois votos no Senado para defender o emprego da presidente da República do Petrolão. Trata-se dos ínclitos Kátia Abreu e Armando Monteiro. E assim o Brasil que paga imposto terá a comprovação de que Kátia Abreu não faz falta nenhuma no Ministério da Agricultura e que Armando Monteiro, tanto faz como tanto não fez com relação ao Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Os dois são caros demais para os impostos que a gente paga.




DEBOCHE NO DIA DO TRABALHADOR
Dilma Coração Dadivoso vai usar o 1° de Maio para aumentar o Bolsa Família. Tratar de esclarecer as fraudes do programa, o governo não quer e nem pensa. A recompensa pelo descontrole na listagem dos beneficiários vai ser pelo menos de 5% sobre o esculacho atual. Mais um deboche populista: 1° de Maio é o Dia do Trabalhador e ela distribui propina para quem não trabalha.

SENADO EMPATA COM A CÂMARA
Miguel Reale Júnior, ontem na comissão especial do impeachment: "Nunca vi um crime com tanta impressão digital". E antes que o circo pegasse fogo, deixou a meia dúzia de senadores governistas falando sozinhos. O espetáculo deprimente promovido pelos defensores do desgoverno do PT e seus cúmplices, já empatou com o show de horrores da Câmara dos Deputados.

BASTA DEVOLVER
Dilma continua insistindo em se afundar cada vez mais. Ontem disse para a imprensa estrangeira que está sendo acusada por uma "questão de contabilidade". Pois é. Uma questãozinha que deu sumiço em mais de 120 bilhões de reais. Se é só isso, então basta devolver o que os gato comeu. O diabo é que não é só isso.

MODELITO CORRUPTO
Em mais uma coletiva com a imprensa, o procurador Deltan D'allagnol foi explícito e didático uma vez mais: "Odebrecht adotou a corrupção como modelo de negócio". E o "negócio" foi sempre com os cofres públicos do governo do PT com seus cúmplices.

DILMA É INOCENTE?!?
A advogada Janaína Paschoal, signatária do pedido de impeachment que vai mandar Dilma pro chuveiro mais cedo, foi explícita e traduziu o roteiro de descalabros do governo e seus asseclas: "A prova do dolo é que o governo escondeu as pedaladas fiscais porque sabia que eram ilícitas. Foi lesão ao orçamento e ao decoro. E Dilma é inocente?". Fustigada pelo velho sanguessuga Humberto Costa que a acusou de fazer um "discurso de ódio e político", Janaína bateu direto no fígado dos procrastinadores do processo: "Vossas excelências vêm há décadas dividindo o país, eu proponho união. Isso é discurso político? Sim. Mas não é partidário". E por mais de uma hora, Janaína deu de comer às feras indomáveis.

DILMA DÁ NOME AOS
TRANSEXUAIS PÚBLICOS
Agora é lei. Dilma assinou decreto e transexuais usarão nome social no serviço público. Mário será Maria, João será Joana e assim por diante e, até quem sabe Sergio não será Serghei - Não posso fazer nada. Pelo decreto da Dilma o nome será escolhido de acordo com o gênero identificado, independente do que consta no registro de nascimento. O decreto é uma conquista para LGBTs. Mas para o Brasil antigo isso não já não é novidade alguma e nem o Brasil vai sair da crise por causa disso e daquilo. Afinal, Dilma está aí pra isso mesmo.

LAVA JATO VAI ACABAR
A senadora, Vanessa Graziotin, comunista de um dos últimos partidos comunistas no mundo, ontem provocando a advogada Janaína Paschoal: "Acho que depois desse golpe, a Operação Lava Jato vai acabar. Aliás, já estão falando muito pouco na Lava Jato".

Ó víbora da cruz! Que cegueira amazônica! Querer não é poder. A lava Jato vai acabar, sim. Um dia vai acabar.

Provavelmente, logo depois que acabem na cadeia os malfeitores que tomaram de assalto as instituições e os cofres desse país.

A VACA
No governo Dilma a vaca não vai pro brejo. Já foi.

CANTINFLAS DE CARA LIMPA
]
CANTINFLAS DE CARA SUJA

28 de abr de 2016

NO PICADEIRO
Uma coisa é o que o Brahma e a Mulher Sapiens dizem para o grande e respeitável público; outra é o picadeiro em que eles entram quando têm que assinar embaixo do que dizem para os investigadores da Lava Jato. Aí o malabarista das palavras de efeito e a equilibrista dos maus costumes despencam do fio de arame e viram palhaços que já foram donos do circo. E como a Vara do domador Sérgio Moro baixa pra valer no palco da ilusão, não vai ter mais marmelada para equilibrista e nem espetáculo para o palhaço que é ladrão até de mulhé.
INDA QUE MAL PERGUNTE...
Esse clube de advogados gratuitos do Lula querem a cabeça da força-tarefa da Lava jato,porque confundem - de bobinhos que são - "dúvida razoável" com o elástico, interminável e viciado "amplo direito de defesa". Vocês aí, me digam, inda que eu mal lhes pergunte: onde está a dúvida de que Lula sabe de tudo e não nos conta nada?!? Cadê a dúvida razoável, cadê?!?
CRIME PREMEDITADO

Dilma Vana, Coração Que Abana, decidiu que não vai fazer transição com o vice Michel Temer. Grande coisa. Vai só repetir o gesto democrático do Figueiredo com Zé Sarney, em 1985. Mas ela vai mais além do que foi o general que gosta mais do cheiro dos cavalos do que das pessoas: Dilma baixou ordem no Planalto para deixar Temer sem informações sobre a administração. Pronto, mais que um boicote raivoso, isso é uma afronta ao país e aos mais de 205 milhões de brasileiros. E apenas mais um crime de improbidade administrativa. Um crime exasperado e tempestuosamente premeditado.

DILMA AMEAÇA FAZER TOUR MUNDIAL
PARA DEFENDER A TESE DO GOLPE

Já com um pé na porta dos fundos do Palácio e o outro no olho da rua, Dilma Vana ameaça fazer um tour pela América Latrina e pelo mundo afora, para "reforçar a tese do golpe".

Uma vez afastada, ela adverte, como quem dá uma ensinadela nos mais de 130 milhões de eleitores, que vai visitar países que têm chefes de Estado alinhados ao PT, tipo assim Uruguai, França, Itália...

É bom saber com que roupa ela vai; é bom saber desde já, de onde ela vai tirar dinheiro para essa volta ao mundo em 180 dias. De doações do Clube das Empreiteiras para palestras é que não vai: não há quem queira patrocinar uma conferência com Dilma. Ainda mais quando o tema a ser tratado - "Impeachment sem crime é golpe" - é a fórmula do contágio internacional do Mal de Lula, o Vírus do Avesso, aquele que diz uma coisa e todo mundo sabe que é outra.

Duvido e faço pouco que o dinheiro saia do bolso da Dilma; vai ser brabo de sair dali a grana suficiente para tanto: ela vai ter seu salário reduzido à metade. Dos canos americanos é que não sai uma miserável moedinha, nem que a Dilma tussa. Só se for do cartão corporativo do governo, mas cartão corporativo para quem está compulsoriamente afastada do governo é um escândalo. O diabo é que é só mais um...

Dilma Vana não pode viajar para lugar nenhum no avião presidencial, porque a aeronave é para presidentes no exercício do cargo e quem vai estar lá, sentadinho na cadeira dela, é o Michel Temer. O avião é dele e ninguém tasca.

Então, é bom ficar de olho nessa temporada turística, para ver quem vai patrocinar a farra dessa jornada mundial da Serenata do Adeus.

TEMER PROMETE O
FIM DA REELEIÇÃO

Michel Temer está prometendo anunciar o fim da reeleição já na cerimônia de sua posse na cadeira da Dilma Vana. Quem está gostando dessa cantilena são os tucanos. Daqui a dois anos eles podem abocanhar o Palácio do Planalto. Eu acho muito isso de acabar com a reeleição. Mas, é só meio bom.... Eu acho bom, mas é pouco.

Vai ser bom por inteiro, se a reeleição acabar em todos os níveis eleitorais e não só no pleito presidencial. Tem que acabar com a reeleição de cabo a rabo. Cinco anos de mandato pra todo mundo, sem direito a repeteco para presidente da República, governador, deputado estadual, federal, prefeito, vereador.

Isso acaba com o empreguismo, com a famigerada "estratégia de coalizão pela governabilidade"... Emprego público, só por concurso - única forma de implantação da verdadeira meritocracia. Fim de terceirizações. Fim de cargos em comissão. Fim do apadrinhamento e fim das quadrilhas que instalam o crime organizado dentro do Estado.

FIM DE FESTA

Polícia Federal detonou hoje, 28 de abril, no Norte e Nordeste, a Operação Cabala. Só para encurtar o caso: roubalheira no Minha casa Minha vida. Acho que a pandilha ficou com inveja do Bolsa Família e meteu a mão com vontade. Não há, nesse governo, um único programa ou serviço que não tenha cambalacho. Ainda bem que isso é farra de fim de festa.
VASCO É VASCO

Tá o meu Vascão meteu 2 x 1 no Remo e continua na Copa do Brasil que vale mais do que os campeonatos estaduais. Se o jogo não tivesse sido tão ruim, poderia ter sido mais ou menos. Mas, nem pra isso deu. Já Corinthians e Galo Mineiro empataram fora de casa pela Libertadores; o Grêmio, da Laura Ramos e do profeta Moisés Pereira, perdeu em casa para o Rosário Central. Agora faz pose de que vai ganhar o jogo de volta, lá na Argh!entina. Mesmo que uma coisa não tenha nada a ver com a outra, flauta é flauta: Vasco é Vasco, o resto é o resto. 

CAPACETE, ARMA E MÁSCARA
DOS MOTOQUEIROS
Foram registradas mais de 20 mil mortes em acidentes de moto, no ano passado, aqui no Brasil. Cerca de 85% de amputados e cadeirantes em consequência de acidentes são motoqueiros. As contas, como de costume, chegam sempre atrasadas. Experimentem, os especialistas do ramo, proibir o uso de capacetes... Os motoqueiros ficarão desarmados, desmascarados, andarão nos limites da velocidade e das leis de trânsito. Quem não se enquadrar já sabe que é forte candidato a engrossar as estatísticas fatais.

FRAUDE NO BOLSA FAMÍLIA
O TCU - Tribunal e Contas da União registrou mais de 163 mil famílias que recebem o Bolsa Família indevidamente. Nada funciona nesse governo que não tenha cambalacho. 

PECADORES
Dilma Vana, em sua guerrilha contra o que chama de golpe, disse ontem que "Cunha é o pecado original do Impeachment". Tá bom, pode até que seja mesmo, quem duvida é louco; mas inda que mal pergunte: ela precisava ser o pecado mortal?!?

MUJICA, O INCHERIDO
Zé Mujica, o humilde ex-presidente uruguaio incherido e boquirroto: "Deputados prejudicaram a imagem do Brasil". Para ele, "seria mais saudável se não houvesse explicação dos votos". Tá, então tá. Eu, cá de cima do meu galho, já acho que melhor seria que essa pandilha que aí está deveria mais era ficar em casa ao invés de entulhar o Congresso Nacional. Quanto a Mujica, o mais saudável para o Uruguai é que ele plantasse maconha na sua fazendola e não dissesse nada para ninguém, para não dar mau exemplo. O Uruguai tá uma fumaça.

TEMER QUER O FIM
DA REELEIÇÃO
Contam Marias e Clarices que a primeira medida do cada vez mais eventual governo Michel Temer será... Acabar com a reeleição. Essa é boa e pura, né  não? Boa, sim, pero no mucho purita. Duvido que a proposta venha, sem a sugestão de estender o mandato presidencial para cinco anos, aos invés dos quatro de hoje. Em assim sendo, Temer estenderia em mais um ano esse mandato tampão que está por acontecer a qualquer momento. Nesse ninho de mafagafes ninguém prega prego sem estopa.

SEM VERGONHA ALGUMA
Que vergonha! Quer dizer que sem-vergonhice... Lula foi beijar a mão de Renan Calheiros e pedir que ele use uma das piores moléstias do Mal de Lula que contaminou esse país, a perniciosa "estratégia da coalizão pela  governabilidade". Prestou-se à cretinice de pedir que Renan convença  tantos senadores quantos puder convencer a votarem contra o impeachment. Você tem ideia de quanto custaria a mudança de cada voto desses? E nem é uma questão de preço; é um desmoronamento moral e ético. Para quem tem moral e ética, evidentemente.

MEXEU COM A LAVA JATO,
MEXEU COM O POVO DE FATO

Lula, à beira do precipício, entrou em guerra direta com a força-tarefa da Lava Jato, operação que ele vem tentando melar há muito tempo e sem êxito. Agora ele quer punir o procurador que tem a audácia de investigá-lo. 

Seu clube de advogados gratuitos está pedindo a cabeça do procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, ao Conselho Nacional do Ministério Público. O clube de Lula quer que Santos Lima seja afastado das investigações que incriminam o presidente de honra do PT. 

A bronca toda é que uma linha da investigação aponta Lula como o chefe da quadrilha que roubou e deixou roubar a Petrobras. 

O clube dos dadivosos advogados alegam que Santos Lima tem dado "declarações de pré-julgamento" revelando "juízos de valor" sobre Lula na imprensa. Ó coitado! Por que não o processam logo por injúria, calúnia ou difamação?!? Esses bondosos causídicos não se tocam que agora no Brasil "mexeu com a Lava Jato, mexeu com o povo de fato".

27 de abr de 2016

BATE PÉ QUE NINGUÉM TE QUÉ

No palanque fechado da 12ª Conferência Nacional de Direitos Humanos, nesta quarta-feira, Dilma Vana disse que irá "lutar até o fim para garantir que a democracia seja respeitada". Então tá, vá que a gente acredite nela, mas inda que mal pergunte: de que lado ela está?!?
Ela também continuou insistindo na cantilena de que o processo contra ela é "eleição indireta, falsificada de impeachment". 
Dilma, continua fora da casinha. Ela desconsidera a Constituição, o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal federal e os milhões de brasileiros que sabem do que se trata. Dilma é o próprio outono de seu mandato.
À beira do precipício deu mais um passo à frente: Dilma disse que a retirada de um presidente do cargo "sem crime de responsabilidade fere os direitos de todos os brasileiros que foram às urnas nas eleições de 2014". 
Bolas, é disso que a gente está falando. Sem crime de responsabilidade, fere mesmo. O  diabo é que ela está saindo antes do tempo, justamente por causa de crime de responsabilidade. E cometeu muitos outros bem piores que ainda não estão sendo julgados nesse processo, digamos, enxuto. O delator ainda senador Delcídio Amaral, ex-líder do seu governo, é um dos que já passou a coleção para a força-tarefa da Lava Jato.
E Dilma não teve papas na língua, nem vergonha de dizer o que disse: "Nós não vamos deixar que encurtem o caminho ao poder, através de uma eleição indireta, falsificada de impeachment. O que está em questão não é apenas 54 milhões de votos. São todos aqueles que compareceram às eleições, que são 110 milhões de brasileiros. Eles também serão roubados". 
Epa, opa! "Nós" quem, cara pálida e cabeça oca? Como assim, "não vamos deixar"?... De que jeito, "não vamos deixar", minha velha guerrilheira de prazo vencido: no soco, na baderna, no bala com bala?!? Diga lá, como vai ser e onde é que o pato come.
E, por favor não se atreva a me meter nesses 110 milhões de brasileiros - eu sou apenas um daqueles outros 110 milhões que não mexeram e não mexeriam uma palha para votar numa criatura que traiu o criador, mesmo sabendo que não tinha os mínimos, nem os  mais comezinhos requisitos para se enfiar dentro de um palácio de governo. 
Afinal, o Brasil não é um lojão 1,99 que possa ser quebrado, que possa falir nas mãos de quem não tem tino nem tirocínio para dirigir esse carro de boi que um dia se foi barranco abaixo. Faz o seguinte Madama Fora do Baralho, pegue o Boné do MST e se manda que tão pegando. Bate pé que ninguém te qué. 
A MARCHA

A próxima mobilização dos exércitos de Stédile deve ser a Marcha da Cusparada. Liderados pelo asseado Jean Wyllys, eles vão invadir a Esplanada  dos Ministérios cuspindo mortadela em quem for a favor do impeachment da Dilma Vana e contra a candidatura de Lula já. 

LAMBE-BOTAS

Renan Calheiros teve um encontro, nesta terça-feira, com Lula e com Dilma. Lula saiu do GFolde Tulip, sede institucional da Presidência da República; Dilma deixou o palácio, sede temporária do seu governo. Ambos foram lamber as botas do caubói das Alagoas na residência oficial do poder estabelecido. Lula se meteu de pato a ganso grasnando por eleições-já! Dilma foi, uma vez mais, a Dama Fora do baralho. Baramba, beus abigos, eu disse "baralho!".

NÃO VENHAM CHORAR

A comissão especial do impeachment vai ouvir os ministros Nelson Barbosa e Kátia Abreu. Tá, podem ouvir, mas depois não venham chorar o vinho derramado!

A DEBANDADA

Marcelo Castro deixará o Ministério da Saúde. A seu desembarque do governo Dilma será publicado na edição de quinta-feira no Diário Oficial da União. Antes de Castro, já deixaram Dilma chupando o dedo os ministros peemedebistas Henrique Eduardo Alves, do Turismo, Helder Barbalho, dos Portos, Mauro Lopes, da Aviação Civil, Eduardo Braga, das Minas e Energia e Pansera, da Ciência, Tecnologia e Inovação. Apenas Kátia Abreu, da Agricultura e Agropeculiaridades, ainda segue no cargo. E a razão é simples: o dia em que Kátia sair do Ministério da Agricultura, os exércitos do MST não terão mais nenhuma desculpa para invadir terra nenhuma nesse país de Dilma Coração Ruralista.
O BATMAN DA DILMA

Só com a capinha, sem a máscara, o  intimorato Batman da Dilma mostra a cara. Já não se faz super-heróis como antes.  
AGORA SIM
A Família Sarney articula aval ao processo de impeachment da Dilma Coração Abandonado. Opa, agora sim, a Dilma pode botar a boca no trombone e dizer que tem cheiro de golpe.

ANTI-PROs

Michel Temer acabou de descartar o criminalista Antônio Cláudio Mariz, amigo do peito, para o seu Ministério da Justiça. Crítico feroz da Lava Jato, o advogado criminalista chegou a estar cotado para assumir a pasta quando Temer chegar à Presidência, por interina que seja. É que a Lava Jato não admite chicanas. Criminalista que se preze, além das prostitutas dos autos, adora procrastinações.

SÓ ELE E BASTA

Michel Temer definiu Henrique Meirelles para o Ministério da Fazenda. O vice que vai ser presidente logo ali, admitiu a escolha, mas já disse que não divulgará outros nomes. Nem precisa, só esse Meirelles já é uma tremenda ameaça.

ELA TAMBÉM FALA
A primeira-dama do ministro do Turismo foi proibida de falar. Milena Teixeira também desativou sua conta no Facebook. Pois é, ela também fala... Será que a democracia dos gaveteiros vai proibir também que ela mostre?


DESDOBRA E SENTA...

Lula saiu do Golden Tulip e foi visitar Renan Calheiros. Diz que foi lá porque está preocupado com "desdobramentos políticos". Ah, vai te catar! Desdobra e senta... pra descansar. Lula foi lá para tratar do golpe de uma nova eleição. E não se fala mais nisso.  




SÓ E MAL ACOMPANHADA
Essa Dilma Vana anda mesmo mal das pernas. Até o Itamaraty vira a cara pra ladainha do golpe. As embaixadas brasileiras não deram e continuam não dando nem um pio sobre a principal arma de defesa daquela que não soube nunca ser sua ama e senhora nesses desastrados quase cinco anos de governo. Os 54 milhões de itamaratecas - segundo levantamento dos organizadores do silêncio dos diplomatas - a deixaram só e mal acompanhada.

O MESMO DELITO

Quando Dilma Vana entrar de cara na temporada de 180 dias de retiro espiritual, vai ter que tirar do seu fundo de reserva particular o dinheiro para pagar os seus advogados de defesa. Ou arranjar um clube de 25 advogados gratuitos como os defensores de Lula, por que já não poderá ser defendida pelo advogado-geral da União. A Constituição não permite.

A propósito, o Zé Cardozo não deveria defendê-la nem mesmo como a defendeu até aqui, por absoluto "desvio de finalidade". Mas quem, como Dilma Vana, não teve medo de se arriscar planejando a Casa Civil da Presidência da República como rota de fuga para o Lula escapar da Vara de Sérgio Moro, não se abala por cometer o mesmo delito com o seu vassalo-geral para defender a própria pele.

PACIÊNCIA
Tenham um pouquinho mais de paciência. Esperem até o dia 11 ou 12, quando Dilma Vana será afastada do cargo por 180 dias, para que il capo de tutti capi entre na Vara de Moro. É só isso que está faltando.
BURRICE FATAL

Um dos mais graves pecados cometidos por Dilma em sua defesa contra o impeachment foi utilizar-se do advogado-geral  da União como seu causídico-defensor.

Zé Eduardo Cardozo é um tremendo Rolando Lero. O advogado-geral da União que virou defensor de Dilma é um veemente equivocado tribuno que defende com unhas e dentes a tese falida de que o "impeachment é golpe, porque Dilma é honesta e não há crime". Burrice fatal.

Dilma vai ser defenestrada do cargo de presidente justamente, porque há crime; dois crimes até: o de improbidade administrativa e o de responsabilidade. Dilma vai tomar o impeachment pela cabeça, justamente porque se há crime não é golpe.

E DAÍ?!?
Dilma, nesta terça-feira, em mais um palanque do Minha Casa Minha Vida, vituperando contra Eduardo Cunha: "Essa pessoa que preside a Câmara é uma pessoa que todo mundo sabe tem contas na Suíça".  E daí, dona Dilma, o que isso tem a ver com a linguiça? Por que ele é implicante, vingativo e cheio de maldade, a senhora também precisa ser?!?

DILMA SE JUNTOU AOS MAUS

Dilma cada vez se enterra mais. Ela ontem estava impossível: "As pedaladas são praticadas no Brasil desde 1994". Bolas, isso ao invés de inocentá-la, apenas confirma que ela juntou-se aos maus, ao que há de pior numa administração pública.

Isso revela, uma vez mais, o baixo nível de moralidade dos governantes que se apropriaram desse país. Não é porque o seu vizinho é ladrão que você também vai roubar.

Dilma Vana, se é mesmo essa mulher de alma tão ou mais honesta que a do Lula, perdeu uma ótima oportunidade de botar seus antecessores na cadeia.

Mais que isso, perdeu a chance de passar o Brasil a limpo, estabelecendo um poder que emanasse do povo, em nome do povo fosse exercido e ao povo esse poder estivesse sendo devolvido em forma de serviços essenciais e qualidade de vida.

26 de abr de 2016

ODEBRECHT, O GOLPEADO
O Supremo mantém na prisão o empresário cerebral do Clube das Empereiteiras, Marcelo Odebrecht. Ficou em cana porque os ministros concluíram que ele "perturba investigação da lava Jato". Tá, mas ele - assim como a Dilma, o Lula e seus companheiros de pensamentos, palavras e obras - tem todo o direito de pensar que é vitima de um golpe. 

VAI TER BADERNA
O MST faz marchas em seis estados contra o impeachment. Os exércitos de Stédile já se dedicam a bloquear rodovias e invadir terras. Se isso não é guerrilha, a avó da Dilma é bicicleta. Quando se trata dessas legiões de pelegos que não têm terra mas tem grana para transporte, armamento propositadamente tosco e mortadela, o governo não se importa que possa ter baderna. O patético é que eles estão nessa penúria porque, há 13 anos e meio no poder, os governos do PT não ficeram nem reforma urbana e muito menos a reforma agrária.

SÓ CAMBALACHO
Os movimentos populares, agora chamados de sociais pela turma da dupla dinâmica Lula/Dilma estão pedindo agora vagas no governo da Mulher Sapiens. Entre as reivindicações das belezuras está o cambalacho do reajuste do Bolsa Família. Os aposentados do Brasil continuam com o pé na cova.

O GOLPE DA DILMA
Dilma chama Eduardo Cunha de corrupto. Ela voltou a dizer que impeachment contra ela equivale a golpe. Do Lula ela não diz nada. Nem de si mesma. Golpe, golpe... É a planfa que a lamblanfa. Golpe foi o que ela deu e deixou dar na Petrobras e nos mais de 200 milhões de brasileiros. 

RAZÕES ALHEIAS ÀS FUNÇÕES
A Advocacia Geral da União pela Dilma, recorreu à Câmara para anular a votação do impeachment. O aparelho que era para advogar para a União, mas só se dedica a defender a patroa, alega que os deputados citaram razões alheias ao processo. Ora, todo mundo pode dizer que a Advocacia Geral da União e o seu advogado-geral vem só realizando tarefas alheias às funções constitucionais do organismo estatal, como defensor exclusivo da Dilma, sua chefe, ama e senhora.

VATICÍNIO
Impeachment no Senado: Anastasia foi eleito relator. A indicação do tucano gerou polêmica na comissão especial do processo. Os petistas, comunistas, dilmistas, governistas - todos os cinco - estão provando agora da democracia de gabinete que eles mesmo inventaram para se locupletarem durante esses últimos 13 anos e meio. A Comissão seguiu apenas a vontade da maioria. E isso quer dizer agora que o vaticínio de Lula já começou a se concretizar: "Se o processo cair no Senado é o fim". 

CHANTAGEM
  • Gim Argello quer fazer delação premiada. Agora sim, o que já estava ruim vai ficar bem pior. Quem faz chantagem, acaba invariavelmente refém do chantageado e vice-versa.
ABUNDÂNCIA TOUR


Tá, tá pra lá de bom. Tá boom boom. A ex-Miss Bumbum EUA é mulher do modelito tipo assim Vladimir Putin, o economista Alessandro Golombiewski Teixeira, novo ministro do Turismo. Pelo que já deu pra ver, o combate ao turismo sexual no país está meio a perigo, digamos, dando bandeira a meio mastro. Em todo caso, o mais instigante nessa nomeação da Dilma Vana é o critério adotado por Dilma para a escolha desse arrojado membro da democracia. Sei lá, tenho ímpetos de pensar que no fundo, no fundo pode ser o desejo de revisar de perto a ditadura. 
DILMA, FORA DA CASINHA

Dilma Vana, em mais um palanque do Minha Casa Minha Vida: "É muito confortável sentar na minha cadeira sem voto". Esse Minha Casa Minha Vida é só o que restou para Dilma fingir que está governando. Quanto ao resto, é puro equívoco; proposital equívoco por sinal. Vamos por partes:

1) "É muito confortável" - pode até ser, mas esta seria a única verdade da pequena frase;

2) "Sentar na minha cadeira"... Minha cadeira, um ova! A cadeira não é dela é da Presidência da República;

3) "Sem voto"... Escamoteação! Os ditos e mal contados 54 milhões de votos foram depositados  na chapa concorrente à Presidência: Dilma Vana, para presidente e Michel Temer, para vice.

O PT não chegaria nunca onde chegou se não estive mal acompanhado, como esteve, pelo PMDB. Por acaso, ela era a candidata do PT, porque tinha com parceiro o PMDB presidido por Temer. Sem essa cumplicidade, ela jamais teria votos - que já perdeu - para chegar aonde chegou.

Dilma Vana foi contagiada, inoculada irreversivelmente pelo Mal de Lula, também conhecido como o Vírus do Vice-Versa, a Síndrome do Avesso: enxerga, diz e faz tudo pelo contrário. Não adianta, daqui pra frente, inaugurar um conglomerado por dia do Minha Casa Minha Vida, Dilma Vana está fora da casinha há muito tempo.

JÁ RETUMBA NO PALÁCIO
A SERENATA DO ADEUS

Nos corredores do Palácio já retumba o som da Serenata do Adeus. Dilma Coração Complacente já admite novas eleições. Não, ela não está resignada; ela está procrastinadora.

Se vingar a ideia das tais "eleições gerais", ela ganha, com respaldo constitucional compulsório, mais um ano de ocupação do Palácio do Planalto.

A propósito, para Dilma não trocar definitivamente de domicílio e residência, ela vai precisar ter na última instância do Senado - o plenário - 27 votos coalizados, seja lá por que preço for esse casamento; custe o que custar essa, digamos, aliança.

Se, no entanto, ela tomar uma goleada de de 2/3 dos votos da Câmara dos Lordes, ela será destituída definitivamente do cargo e impossibilitada de exercer cargos públicos por oito anos.

E então, sem foro privilegiado, pode pagar logo ali pelos outros crimes narrados por Delcídio do Amaral e outros vários delatores premiados pela Lava Jato.

E o Brasil saberá assim que não precisa mais colocar a desonestidade dentro da lei. Quando esse dia chegar, fiquem certos, essa pandilha de predadores que roubaram e deixaram roubar o país, será acometida de um surto incontrolável de probidade, retidão e decência. E logo, logo, todos eles estarão nos governando uma vez mais.

RODAPÉ - Tá bom, eu também não gostaria de ter um presidente tipo assim Michel Temer, mas "eleições gerais" agora é golpe do Lula. Temer lá é tempo que a gente ganha para escolher um bom candidato modelito Turma da Lava Jato. E que não seja o Sérgio Moro. Ele precisa ficar onde está para o Brasil se livrar do Mal de Lula, a contagiante Síndrome do Vice-Versa, aquela que diz uma coisa à meridiana luz do sol e faz outra na calada da noite.
O GOLPE DE LULA

Há pesquisas de tudo que é jeito pelo ar. Uma delas diz que 62% da população quer novas eleições. Pode botar aí a margem de erro para cima e para baixo, mas a margem de lucro deve ser computada mesmo é para o  Lula.

Ele já vem engendrando isso há muito tempo e de tal forma que lá, daquela suíte presidencial, no Golden Tulip, às margens do Paranoá, conseguiu encaminhar bem direitinho o impeachment da criatura Dilma que não se criou.

Lula sabe que uma eleição agora é a sua última chance. Em 2018, na melhor das hipóteses, ele poderá estar inelegível. Em uma outra alternativa, poderá estar usando adereços tipo tornozeleiras eletrônicas, marca registrada da sua turma. Eleições-já é o golpe de Lula.

RODAPÉ - Vingando a tramoia das novas eleições, Dilma se garante um pouco mais no cargo. É que, pela regra do jogo constitucional, esse tipo de eleição só pode ser concretizado um ano antes de sua realização. Então, ser a favor de "eleições gerais" é jogar a favor de Lula e de tudo isso que aí está rolando sob a capa de governo do PT. O PT é assim mesmo: vive dos votos dos outros.

DIA DE SÃO NUNCA
Pode ser que eu me engane, mas sabe quando o Lula vai ser ministro da Casa Civil ou do diabo a quatro que a Dilma quer fazer para continuar morando no Palácio do Planalto? No bom e velho Dia de São Nunca. Deodóduvido que o STF cometa uma jericada dessas. Até por que, Lula se acha bom demais para ser ministro da sua criatura. O que ele quer é ser dono do Palácio e não habitante.

COM A PORTA NA CARA
Não será só para afagar os desejos íntimos de Lula que, no fundo, no fundo, não quer ser subalterno de Dilma em ministério algum que o STF vai acatar a decisão de Gilmar Mendes, relator da matéria e o pedido de Rodrigo Janot que já se manifestou a favor de barrar a nomeação para a Minha Casa Civil Minha Vida... O Supremo vai bater a porta da Casa na cara de Lula porque está convencido de que houve "desvio de finalidade" e flagrante tentativa de barrar o trabalho da justiça.

FEIRÃO
Esta terça-feira gorda deixa a marca da largada à avaliação da denúncia de impeachment contra Dilma Coração Abandonado. Dos 21 senadores da comissão especial do Senado, apenas 5 são contra o impeachment. Depois o julgamento final vai para o plenário. É nesse mercado de 81 votos que os governistas apostam todas as fichas. E já começou o feirão da coalizão.

CORPUS DE GIM
Por cumprir com notável eficácia e muito pouca perspicácia a missão de "arrecadador das empreiteiras", o ex-senador Gim Argello está preso. E ainda vai ocupar esse status por um bom tempo. Gim, o "Alcoólatra" do Clube do Bilhão ficou de silenciosa ressaca no depoimento que prestou na Polícia Federal. Acaba de ter habeas corpus negado pelo STF.

MARTA APARECE NA
LISTA DE MINISTROS
Eis que de repente, não mais que de repente e senão quando, o nome de Marta Suplicy aparece como provável ocupante de um ministério de Michel Temer. Pode ser que sim,pode ser que não e até muito pelo contrário. No fim pode valer a velha esperteza da raposa politicamente correta, Tancredo Neves: "Diga ao povo que a convidei e que você não aceitou".

25 de abr de 2016

BEM FEITO PELO DOMINGÃO DO FAUSTÃO

E o Faustão entrevistou o asqueroso colega cuspidor, Zé das Quantas. Fingiu que era uma entrevista "de surpresa". Os dois se merecem.

Do Zé de Abreu, Zé das Quantas, das Candongas, ou seja lá o Zé que for, não se diga nada.

Quem cospe nos outros porque não consegue engolir a si mesmo, não tem nada a perder nem passa vergonha nenhum, em lugar nenhum. Não tem reserva moral para passar vergonha.

Já do Faustão, diga-se apenas que é isso aí mesmo. Não passa de um apresentador comediante sem graça que conta uma piada com a mesma cara de enterro de quem narra uma tragédia. Não sei com não se refestelaram um cuspindo na cara do outro. Zé de Abreu e Faustão cuspiram na cara do público. Bem feito, quem manda sintonizar o Domingão do Faustão.

COMISSÃO DO ADEUS

Daqui a pouco o Senado dá a escalação definitiva da comissão especial que vai mandar Dilma Vana pro chuveiro antes do tempo. O PT faz docinho e diz que não aceita o Anastasia como relator do "golpe do impeachment". Besteira.

É uma coisinha assim, só para procrastinar. Se o relator não for o Anastasia, os defensores de Dilma vão tomar por cima o Ronaldo Caiado. E aí sim, eles vão ver nessa Comissão do Adeus, porque é que a vaca tosse.

Os amigos da Dilma até debaixo d'água são apenas cinco nessa comissão modelito ideal para a democracia de gabinete que começou a ser implantada nesse país quando, em 1985, Tancredo morreu e Zé Sarney virou presidente daquela que logo passou a ser a extraordinária República do Lulalão.


CUIDADO... OLHA A CUSPIDA!


Inda que mal pergunte - edição só para mulheres:
- Você beijaria esse galã na boca?
E não, você não garotão, não diga nada. Ele pode acreditar na sua resposta.
COMPANHEIROS LULÁTICOS
Os parceiros, amigos e seguidores de Lula são divididos por ele - Lula adora dividir tudo, mas não reparte nada - em duas classes de companheiros: os bobos e os que fazem os outros de bobo.
VAI COMEÇAR O DESCANSO
Nesta segunda-feira será constituída a comissão especial do Senado que vai defenestrar Dilma Vana. E aí sim, o Brasil vai virar um festival de fundilhos de fora e de cuspidas para cima. Dilma vai descansar por 180 dias, ganhando metade do salário que recebe hoje, sem fazer bulhufas para merecê-lo. Fica nos devendo a Ferrovia Norte-Sul, o Trem Bala, a transposição do São Francisco... Prometer é fácil; cumprir agora, nem que a Dilma tussa e a vaca cuspa.

OUTRO TEMPO
No meu tempo, a gente não cuspia na cara; cuspia no chão e desafiava: - Apaga, se tu é homem!
HAI-KAI
Fugir da Vara / De Moro tem novidade: / cuspe na cara!
HAI-KAI ABUNDANTE
Cuspe abunda / para defender Dilma /a furibunda.
 A CUSPIDA DE BOLSONARO

Definitivamente, esse Bolsonaro não representa quem defende o impeachment. Que coisas mais desastrada, mais fora de propósito e de hora aquela defesa que ele fez, mais que do torturador, da tortura, no dia da votação do impedimento de Dilma na Câmara.

Só embaralhou o jogo da dama que já é carta fora do baralho. Deu chance à mortadelada.

E lá vão os mortadeleiros, sempre aos milhões de gatos pingados fazer baderna e expectorar na casa e na cara dos outros.

São sempre milhões, porque o PT vive num país que ainda não tem um bilhão de petistas.

Esse tipo de bravata de um cara cheio de votos e de simpatizantes como Bolsonaro é como uma cuspida na cara da democracia que não deixará de ser essa democracia de gabinete, cheia de gaveteiros, só por causa de mais uma repugnante cusparada.

O DONO DA CUSPIDA
Pronto! O PT pegou para ele o direito de cuspir na cara dos outros.

ISSO NÃO VAI ACABAR BEM

Pressinto que essa coisa de cuspir na cara dos outros não vai acabar bem. O Brasil tem pena de morte, sim senhor. O código penal brasileiro abriga o instituto da legítima defesa. E cusparada na cara é uma agressão torpe e canalha à honra de qualquer cidadão.

A reação de quem foi ofendido pela cusparada de um cafajeste é imprevisível. E coberta de razão. Um tiro, uma facada, uma pedrada, um golpe de arte marcial, podem caracterizar a qualquer momento uma clara e razoável legítima defesa da honra.

Essa coisa de cuspir na cara dos outros não vai acabar bem. O Brasil tem pena de morte, sim senhor. Talvez a única forma admissível de pena de morte nesse mundo.

RODAPÉ - Eu peço para que jamais seja alvo de um desses biltres cuspidores porque tive a ousadia de andar pela rua e, distraído, me ver diante de uma dessas milícias de camisas vermelhas. Não sei o que faria numa hora dessas. Só sei que reagiria. Ainda lembro quando, eu ainda era menino, meu velho pai me ensinava a enfrentar a vida: "Não bate, filho... Rebate. E não traz desaforo pra casa".




24 de abr de 2016

ABUNDÂNCIA

Que abundância. Como abunda petista feio nesse país. Olha só a cara deles!
MAIS UMA DO GARANHÃO

Em atenção a insistentes pedidos de quem morre de saudade do Garanhão de Pelotas, entrei em contato com ele pelos celulares que já jogamos fora, assim que terminamos o papo deste domingo. Pedi-lhe uma de suas histórias publicáveis aqui neste espaço de ampla liberdade de expressão. Ele me mandou esta que edito, só porque é domingo - dia de descanso do Criador de todas as coisas. Aí vai mais uma do Garanhão de Pelotas, que amanhã deixa Nova Iorque e se manda para lugar incerto e não sabido.

MEUS ÓCULOS PRADA
Por: O Garanhão de Pelotas

Há certos dias de Garanhão de Pelotas que nem eu mesmo aguento. A jornada foi exaustiva. Mal tomei banho matinal, fiz um quebra-jejum às pressas e encarei com ferocidade inaudita o computador. Abri o arquivo de um dos três livros que escrevo a um só tempo, já com atraso quanto ao prazo de entrega dos originais à editora.

Comecei o sugestivo capítulo 24 do "Crime na Ponte" um romance policial baseado em acontecimentos fictícios cometidos de verdade por quem tinha amplo domínio dos fatos. Quando me dei conta estava faminto. O relógio de carrilhões de ouro maciço 24 quilates, assinalava aconhegado à parede dos fundos do meu escritório doméstico nada menos do que 23h47.

Acho que aquela pequena sensação de dormência na região glútea já se projetara há bom tempo para o estômago. Fui à cozinha, assaltei a geladeira e montei às carreiras o meu sanduba preferido, o croque montier.

Usei sem cerimônia quatro fatias de brioche, dois ovos, um copo de creme de leite fresco, queijo ralado tipo gruyère, juntei duas fatias de presunto cozido e temperei com sal e pimenta-do-reino. Saboreei o meu croque montier deglutindo aquilo que em Pelotas - a pátria pequena que deixei lá no Sul - se chama de frapê de banana. Morta a fome que estava me matando, desliguei tudo e me desliguei de tudo.

Cansado, ignorei - como todo mundo ignora a banheira de hidromassagem - e fui direto à ducha do fim de mais um dia de intensa labuta intelectual. Estava caindo pelas tabelas. Fui para mais uma jornada de alcova. Entrei às escuras no quarto, para não acordar nenhuma das três secretárias que estavam a dormitar sobre minha cama tipo king round bed, long, very noble.

Tateando, sem enxergar um palmo diante do nariz, deitei-me sem ruído e sem querer incomodar nenhuma delas. Aí, senti falta dos óculos. Caramba, o Garanhão de Pelotas também pode ter deficiências visuais. Eu tenho.

Levantei-me fui ao water closed, escovei os dentes e voltei para o doce aconchego com a ruiva, a loura e a morena. Hiii, esqueci dos óculos! Refiz a caminhada até à patente, como se denomina a casa de banho e de outras necessidades, na minha doce terra natal.

Procurei os óculos na bancada de mármore de Carrara, daqueles que foram usados pelos romanos para constuir o Panteão. Não os encontrei. Voltei uma vez mais para os aposentos onde, normalmente e de forma até anormal, pratico a minha modalidade esportiva preferida, o jogo de lençóis.

Intrigado, me irritei com o cetim charmouse dos meus travesseiros e decidi que, de uma vez por todas, encontraria os meus óculos Prada que tanta falta me fazem, até quando durmo no ponto de quando em vez.

Eis-me no banheiro uma vez mais. Deparo com minha cara estafada e amuada no espelho art-déco modelo Burberry e... Lá estavam eles, os meus óculos, meus indispensáveis óculos. Bem onde eu jamais poderia esperar que estivessem: diante dos meus olhos, na minha cara, em cima do meu nariz!

Apaguei as luzes. Voltei pé ante pé para a minha confortável king round bed. Mal me deitei, as meninas lépidas e faceiras que a tudo assistiam silentes, como caladas da noite, explodiram em uma estrondosa e debochada risada geral. Riam da minha cara, na minha cara! Não pude ficar brabo com elas. Tinha sido mesmo um fiasco. Entrei com tudo no seu deboche.

Elas não me deixaram dormir. Estou velho e coisa e tal, mas nessas horas mais que usado, sou abusado e vejo tudo com muita clareza. Agora, com licença, vou para a hidromassagem que já é outro dia. Preciso terminar logo os originais desse livro. A editora está em cima de mim.

Ei, gurias! Ei, gurias medonhas, cadê os meus óculos?!?

MORAL DA HISTÓRIA - Nem sempre a falta de atenção nos faz deixar cair ao chão o ouro e as pérolas que estão ao nosso alcance. O desatento sempre pode, num dado momento, notar as preciosidades que estão a sua volta. Aí, então, é só tomá-las para si.
A CADEIA DA DILMA

Os gaúchos estão horrorizados. Souberam por fontes chegadas elucubrações que, assim que Dilma Vana saia pela porta dos fundos do Palácio do Planalto, ela vai fazer as malas e se tocar para Porto Alegre, capital do seu estado "de coração".

Não, eles não tem nada contra Dilma voltar para o Rio Grande do Sul. O medo é que ela resolva abrir, com financiamento do BNDES, uma nova cadeia de lojas 1,99.


DIZ-ME COM QUEM
Tá, então agora faz de conta que governadores, deputados estaduais, prefeitos, vereadores e dirigentes dos diretórios do PT estão de mal com a Dilma e não têm nada a ver com o arrombamento do país nesses últimos 13 anos. Uma coisa é certa, se essa gente não conseguir se reeleger, ninguém vai notar sua ausência. Sim, sim, antes que não se fale mais nisso: um em cada cinco prefeitos estão pedindo para sair do PT. Isso me leva às beiradas de um velho refrão popular: Diz-me com quem paraste de andar e eu te direi "o que é isso, companheiro?".

DE OLHO NA ESPLANADA
Para o Zé Serra, o PSDB deve participar do governo Temer. Que carinha bem olho grosso, esse. Está sempre à espera de uma boquinha. Ele não descansa enquanto não voltar a ser o ministro da Saúde. Se, não der, ele aceita qualquer outro ministério. Pode ser até a Casa Civil que ele não se importa. Já o Ministério da Agricultura, aquele da Mulher Pamonha, ele não quer nem pintado de vinho. Acho que o Serra quando for moço vai querer ser candidato dos governos vigentes.

OS 300 PICARETAS
O Supremo Aparelho Federal determinou a abertura de investigação das planilhas de doações da Odebrecht. O material apreendido na casa do executivo da empresa envolve nada menos de 300 políticos. Quer dizer, o Lula quando descobriu que não sabia ser deputado, ao dizer que na Câmara havia "300 picaretas" mostrou-se muito melhor como profeta do que foi presidente  do país, é presidente de honra do PT e agora ex-presidente no exercício do desmandato da Dilma. Foi lá naquele tempo que começaram os primeiros sintomas do Mal de Lula, a Síndrome do Vice-Versa, ou do Avesso, ou do Contrário. Lula ao implantar a "estratégia da coalizão pela governabilidade" contaminou o país e resgatou o legado de seu breve período parlamentar. A quem interessar possa estão aí, na barra da Procuradoria Geral da República, os "300 picaretas".







ESTRANHO GOLPE

Dilma Coração Partido voltou ao Brasil, depois de um passeio por Nova Iorque em pleno olho da crise econômica, política e moral que abala o país que ela deveria estar governando. Que golpe estranho esse...

A presidente resolve ir aos Estados Unidos fazer queixa de que é vítima de um golpe, passa o governo para o golpista; vai até a sede da ONU e, acometida pelo Mal de Lula - a Síndrome do Avesso, desmente a si mesma; dois dias depois retorna ao país que abandonou no meio do golpe e recebe o governo de volta das mãos do próprio golpista.

RECUSA HONROSA
Parece mentira, mas o que tem de incherido dizendo por aí que recusou convite que não recebeu para ser ministro de Michel Temer, é uma loucura. Dizem até que ele está passando para os pretendentes mais insistentes a receita de Tancredo Neves: - Diga para os jornais e para seus eleitores que eu o convidei e que você não aceitou.

PÉ DE GUERRA
Dilma Coração Vingativo está mesmo disposta a fazer queixa que está sofrendo um golpe ao Merdosul e Unasul - boquinhas ricas de governantes falidos do Cone Sul do mundo. É a guerrilheira voltando à luta. Ela pretende que o Brasil de Temer seja alijado das duas organizações. Está em pé de guerra contra o próprio país.

DUELA A QUIEN DUELA
Nunca antes na história desse país um advogado-geral da União foi tão descuidado com os afazeres de sua pasta nem tão servil a uma patroa, como Zé Eduardo Cardozo tem sido submisso a Dilma Vana. Eita, cara bom, esse! Só falta levantar nas patinhas dianteiras e, na maior estima, lamber as botas da Dama Fora do Baralho e dizer: "Tô contigo e não abro duela e quien duela". É como dizia Sigmundo, aquele que já não Freud nem sai de cima: "Nós poderíamos ser muito melhores se não quiséssemos ser tão bons".

HAI-KAI
A matéria / Que enriqueceu Lula: / A miséria.

MARQUETEIRICE
Só não vê quem não quer: as pessoas verdadeiramente cultas e preparadas sabem fazer. Lula e Dilma fazem saber.

DESIGUALDADE
Com o salário que têm, os políticos vivem a vida; as pessoas, com o salário que ganham, sobrevivem.

A DIETA
Tá consegui emagrecer 23 quilos... A única coisa que descobri é que agora estou gastando muito mais com a dieta do que gastava com a comida.

A DIFERENÇA
A diferença entre o mentiroso e o verdadeiro é que o primeiro é político e o outro é pessoa.

"VENDIDO"
O dinheiro não tem pátria. Tá bom, mas precisavam liquidar a Petrobras?!? O Brasil ficou 'vendido' nessa... Ficou com uma mão atrás e outra na frente.

SEM DIPLOMA
Uma coisa é certa: o cara que inventou a primeira universidade no mundo, não tinha curso superior.

NOSSO DIREITO
Pela democracia de gabinete que vigora no Brasil o direito de cada um de nós termina quando, em caso de aperto, o PT chama o Lula para resolver.

NENHUM MOTIVO
Eu só teria um motivo para ser rico nessa vida: ser desagradável com os políticos quando me desse na telha. Como já pratico esse esporte há muito tempo, vou continuar pagando as contas e me dando por satisfeito.

PELO SOCIAL
Esse país chegou a tal ponto de desigualdade social que pobre quando vê muita esmola já nem desconfia.

DIREITA E ESQUERDA
Direita é ser um bom discípulo e aprender tudo que vivem lhe ensinando; Esquerda é ser mestre em tudo, o tempo todo.