O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

18 de fev de 2015

CARDOZO, MINISTRO PARAGUAIO

Que paíszinho de droga virou esse Brasil nas mãos dessa pandilha de sevandijas!

Bastou Joaquim Barbosa sair do seu retiro voluntário e meter num tuíter que Dilma-2 deveria demitir Zé Eduardo Cardozo do Ministério da Justiça, para provocar faniquitos na turma do gargarejo.

Uma besteira. Uma fagulha de indignação desse supremo ministro inativo, um cara que pediu pra sair antes do tempo da Presidência do Supremo Tribunal Federal, onde estava e onde podia fazer alguma coisa pelo país, nada mais que isso.

Ora bolas, carambolas. Que paíszinho bem chinfrim!

Tirar Zé Eduardo Cardozo do Ministério seria apenas um gesto histriônico. Um chute no traseiro inútil de um vassalo; um pontapé num fundilho irrelevante dado por Dilma-2 só para fazer bonito pra torcida.

De prático, Dilma-2 dar ouvidos ao retirante Joaquim Barbosa não teria absolutamente nada; não traria nenhuma consequência para o bem do povo e felicidade geral da nação.

Ninguém notaria a menor diferença se dentro os 39 ministérios da Dilma Coração Ambivalente tem um que é da Justiça e, muito menos se essa Justiça tem ministro, ou não nesse governo.

No Brasil da Silva, faz tempo, mais de 12 anos que não tem. Zé Eduardo Cardozo, ministro da Justiça é como se fosse o ministro da Marinha, no Paraguai, país amigo que não tem costa marítima.

RODAPÉ - Já que não está fazendo nada, Joaquim Barbosa deveria pedir para Cardozo começar pelo menos a estudar o que o Ministério da Justiça pode e deve fazer pelo sistema penitenciário brasileiro - uma de suas mais abandonadas, esquecidas e desprezadas missões oficiais.