O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

7 de dez de 2015

DES/CONFIANÇA

Dilma Vana, de olhar rígido e semblante fechado disse na sexta-feira, num palanque de "combate" ao mosquito da dengue que agora provoca microcefalia tambérm, que "eu conto com a confiança do vice-presidente". Michel Temer, neste domingo em São Paulo, entre amigos disse com um esgar engomado que "Dilma nunca confiou em mim". Agora você decide: 1) ele disse que está com pena vai perdoar e ajudar Dilma; 2) ele disse que não vai lhe dar essas confianças; 3) ele vai dizer que não disse e continuar na dele, sem dar a mínima para a dor de cabeça da patroa.

CAUBÓI AMERICANO
Barack Obama, depois de mais um tiroteio, volta a ser o velho caubói americano: "Vamos destruir o Estado Islâmico". Acho até que ele vai dar um pulinho lá no campo de batalha e dar uns tirinhos nuns que outros terroristas, só para dar o exemplo. Esses chefes de Estado são valentes, né não?

DESASTRE DA NATUREZA
Agora virou moda: temporal rompeu barragem em Mato Grosso do Sul. A Defesa Civil Já está prontinha para chegar depois de tudo e mostrar que vai começar a resolver o problema. Para o governo Dilma esse "desastre da natureza" é só mais do mesmo.

DEU OPOSIÇÃO NA VENEZUELA
A Oposição obteve maioria nas eleições para o Parlamento venezuelano. Nicolás Maduro reconheceu a derrota. Mas a luta continua,companheiros. Maduro vai continuar mandando até a última gota de petróleo. Afinal, hoje, com o preço de uma lata de leite condensado marca Moça, qualquer venezuelano enche o tanque de um caminhão de transporte de valores.

ARMAÇÃO
Os partidos políticos têm até às duas horas desta tarde para indicar a comissão do impeachment. Ah, isso não vai dar certo: será  que ninguém sabe que hoje é segunda-feira, dia de Congresso absolutamente vazio? Os caras estão nos seus currais eleitorais e ainda nem fizeram as malas para o retorno a Brasília. Terça é que é dia de expediente. Isso aí só pode ser mais uma armação do Eduardo Cunha.

PADILHA VAI PRA CASA
Eliseu Padilha, fiel escudeiro de Michel Temer, já protocolou o aviso de sua saída do ministério da Dilma. Mas ela não quer acreditar. Por essaas e outras é que Padilha vai se reunir amanhã com Jaques Wagner para comunicar que não quer mais brincar de ministro da Dilma. Isso já nem é mais um pedido de demissão; é um aviso desaforado de quem provou e não gostou. Ainda restam mais sete ministros do PMDB no governo. Afora, Kátia Abreu, do Ministério da Agricultura e Agropeculiaridades, os outros seis estão sob forte monitoramento dos arapongas do governo, até que o nhenhenhem do impeachment tenha solução.

CELEBRAÇÃO CORINTIANA

A imprensa esportiva escrita, falada, televisada e enredada virtual celebra agora o fato de que o Corinthians, além de ser campeão, bateu o recorde de pontos ganhos na história do Brasileirão. O time paulista obteve 80 pontos. Jogou 38 partidas para chegar a tanto. Bolas, 38 rodadas a 3 pontos por vitória, dá um total de 114 pontos. Para mim, vascaíno picado de cobra, eles deveriam chorar por terem perdido ao correr dessa baba de campeonato nada menos do que 34 pontos. O Vasco pelo menos celebra  o tri-rebaixamento para a Série-B onde, decerto, conquistará mais um vice-campeonato para a sua brilhante trajetória na Segundona.

MARTA A MUSA DO PMDB
Sabe quem vai ser atração no programa eleitoral gratuito do PMDB na TV? Ela, Marta Suplicy, a antiga musa que agora encanta os temeristas. Os dirigentes petistas desdenham: "o uso das palavras deixa a boca torta".

POLÍTICA FEIA
Sinceridade, sinceridade mesmo? A maior decepção desse tempo todo de governo é que nunca mais Michel Temer compareceu a qualquer evento e nem apareceu sob os holofotes da mídia na companhia de sua esposa. Anda feia a coisa na política brasileira.