O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

1 de dez de 2015

SEM MEDO DE SER FELIZ
Devendo a repentina mixaria de R$ 120 bilhões o governo Dilma anuncia um "contingenciamento" de R$ 12,5 bilhões. Ao invés de anunciar o corte drástico nos gastos e desperdícios da máquina pública mais onerosa e perdulária do mundo, a turma do Planejamento corta fundo nos serviços essenciais que deve aos brasileiros. Essa gente perdeu o medo de ter vergonha do povo.

TODA PRESSÃO EM CIMA DE CUNHA
Toda a pressão agora é em cima de Eduardo Cunha. Muito bem, o cara merece. Mas não "toda pressão". Cunha tem mesmo que ser pressionado, mas não só ele. Tão merecedores de aperto quanto Cunha, são Renan Calheiros, presidente do Senado e - jamais esqueçam - Dilma Vana, a criatura do criador que arrombou e deixou arrombar esse país. A Procuradoria-Geral da República, deu mostras ontem de que está de olho vivo e pé ligeiro nessa balbúrdia que se chama Brasil da Silva. Pediu ontem ao Supremo Tribunal Federal a abertura de inquéritos para investigar a suspeita ligação justamente entre Renan Calheiros, Delcídio Amaral e o indefectível Jader Barbalho, de quem Lula já beijou a mão em palanque, com o esquema de corrupção na Petrobras. A PGR está àespera da decisão da Corte de Lewandowski.

BUMLAI NA CAPI DO BNDES
Zé Bumlai, o amigão de Lula que ainda nãoi lhe deu o ar da graça nesses dias de cárcere, depõe hoje na CPI do BNDES. Tudo pode acontecer. Inclusive, nada. Não há absolutamente coisa alguma que seja conduzida superficialmente numa CPI que já não tivesse que ser tratada como caso de polícia.

MUITO PERPLEXA
Fiquei muito "estarrecido" aqui no Brasil, quando a Dilma lá em Paris se "muito perplexa" com a prisão de Delcídio do Amaral, por acaso líder do seu governo no Senado. Como sofre essa senhora.

SABE DE NADA, INOCENTE...

É tanta denúncia, tanto cambalacho, tanto escândalo, tanta roubalheira que as coisas vão ficando para trás e acabam mortas e sepultadas. Não faz muitos dias Ricardo Pessoa, dono da empreiteira UTC, declarou às autoridades - com o selo de garantia dos delatores premiados - que doou dinheiro roubado da Petrobras à campanha de reeleição de Lula, em 2006.

Tá, então tá. Tudo que Ricardo Pessoa disse foi levado em consideração e esmiuçado até à última gota. Mas até agora Lula não foi chamado no apito. Que jogo é esse?!?

Deixem que eu lhes diga: eu acredito na Operação Lava Jato e acho que as forças aliadas de Sérgio Moro só botarão a mão no lombo de Lula quando ele não puder dizer que não sabe de nada, não viu nada, não fez nada, inocente...

TERRA ARRASADA
Nesta terça-feira gloriosa o Conselho de Étitica avalia as denúncias contra Eduardo Cunha. Por sua vez, Cunha aguarda que bicho vai dar para resolver até sexta-feira o destino dos seis pedidos de impeachment da Dilma. É a velha lei da compensação, num cenário político de terra arrasada. O Brasil é um deserto de probidade política.