O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

14 de nov de 2014

CORRUPÇÃO

CUNHADA DE VACCARI
É ALVO DA PF

Manchetinha da revista Veja virtual:  "Cunhada do tesoureiro do PT é alvo de operação da Polícia Federal". Marice de Lima, cunhada de João Vaccari Neto, teria recebido R$ 110 mil do esquema de corrupção e propina operado pelo doleiro da República, Alberto Youssef.

Grande coisa! O próprioVaccari Neto já foi alvo da PF e o tiro acertou perto do pé dele. Ele disse que não é corrupto nem escamoteador e pronto.

Vai ver que a Polícia Federal tem preconceito contra as mulheres. Agora, como diria o mestre dos mestres do petismo ambulante: "É nóis contra eles, a favor delas".

FORAGIDOS

A Polícia Federal já acionou a Interpol para localizar foragidos da Lava Jato. Adarico Negromonte Filho, irmão de Mário Negromonte, ex-ministro das cidades de Dilma e o "operador" Fernando Baiano, tomaram chá de sumiço.

Até agora só dezoito dedurados foram presos em cinco Estado e no Distrito Federal. O que eu gosto é que, com a PF não tem curécuré, nem nhéconhéco, ela prende e depois continua perguntando o que tem que perguntar.

É o jeito policialesco, do prende e arrebenta, que Dilma Vana gosta de dizer que comanda. É, digamos assim, uma forma eficaz de provocar o exercício do elástico e cúmplice "amplo direito de defesa".

R$ 90 MILHÕES DE PROPINA
PARA ALBERTO YOUSSEF

Beto Youssef recebeu R$ 90 milhões em propina das empreiteiras. E daí?!? Daí, nada. O que é que Lula e Dilma têm a ver com isso?

Bolas, Lula era só presidente do Brasil quando a farra começou na Petrozona e Dilma era só presidente do Conselho de Administração da mesma estatal. Depois, Lula desceu a rampa e Dilma subiu, enquanto a gandaia prosseguia calma e serena.

O que é mesmo então que eles têm a ver com a doação dos empreiteiros para Youssef?!?

A única coisinha que não bate bem nessa novela mexicana dublada em português é que as obras das empreiteiras eram pagas pela Petrobrás.

O pagamento dos empreiteiros - e eles são bons pagadores, melhores até do que empreiteiros - eram feitos às empresas de Beto Youssef sob a justificativa de quitação de serviços terceirizados de "consultoria" financeira.