O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

26 de jul de 2016

DILMA ACHOU A DESCULPA
PARA NÃO SER VAIADA
Custou, mas Dilma até que enfim atinou com uma desculpa para escapar das vaias no Jogos Olímpicos do Rio. Disse que não vai "aparecer em segundo plano" na Olimpíada. Isso já nem é medo; é orgulho ferido. Vaidade de quem não tem do que se orgulhar. Dilma hoje é a Dilma de sempre. Bom que os brasileiros não perderão tempo nem energia gastando apupos com ela durante os Jogos.

QUE PERSPECTIVA!

Que coisa mais sem futuro e sem perspectiva virou esse país. Assim que acabe a Olimpíada - e tomara que acabe bem - vem o impeachment da Dilma que leva com ela a carcaça de Lula, o que não larga o osso. 

Michel Miguel, então, se consolida como tampão de uma pátria em decadência que, em plena depressão, vai tomar pelas costas uma punhalada de impostos bem ao estilo de Henrique Meirelles - aquele que não tira a CPMF da cabeça.

E assim a fila anda até 2018, quando seremos embutidos nas indevassáveis urnas eletrônicas, escolhendo entre o próprio Meirelles, e o velho Lula das candongas, se não estiver usando pulseiras eletrônicas. 

Em descartando ambos, estaremos no centro do dilema de optar pelo mesmo Aécio das Minas de Tancredo seu eterno avô, que vai ter que se livrar outra vez de Zé Serra que passará por cima de Alckmin. 

Feito esse carreto, sobra-nos a perspectiva de escolher Marina Morena, desde que ela não leve um empurrão do Ciro Gomes que, se for preciso, é capaz de cuspir no Bolsonaro.

E este é o Brasil do futuro que nos aguarda. Vai ser este futuro sim, se as reformas política, partidária e econômica forem feitas por essa pandilha que arrombou e deixou arrombar o nosso país. 

Esta é  sim, a perspectiva para o Brasil, pátria de Lula, Dilma, Cunha, Renan e seus tesoureiros, operadores, receptadores e da Corte de Lewandowski. 

E nada de bom terá esse país se antes de todas as mudanças que nos ameaçam, o povo não der um jeito de promover a única reforma que só ele pode fazer para começar a salvar esse Brasil fora de controle: a reforma moral.