O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

16 de jan de 2015

SAÚDE EM BRASÍLIA
Até ontem, a saúde no Distrito Federal não poderia estar pior. Pois hoje os médicos entraram em greve e ela ficou do jeito que todo mundo pensava que jamais ela poderia ficar.

FAZENDO O QUE É BOM
Hoje, eu acordei com vontade de fazer o que é bom. Bom, pra mim, é o que eu gosto. A segunda coisa boa que eu fiz foi escovar os dentes. Depois, um copo de água gelada; uma salada de frutas. Tudo isso já dentro de uma bermuda larga e uma camiseta mais espaçosa ainda. Aí, então, me botei a escrever um pouco para o Diário da Manhã, para vocês e, claro, para mim mesmo. É bom fazer o que é bom.

QUATRO ANOS E 17 DIAS!
Ó céus! Ó vida! Ó dor!..

Cáspite! Já é quase dia 17 de janeiro de 2015 e a Dilma ainda não começou a trabalhar. Não é pegar no pé, droga!

É que a Dilma de quem a gente está falando é president@ da República. Mais que isso, bi-president@! E da nossa República! Que droga, pô! A República não é dela. Só dela, não.

Então que malandragem é essa? O que é que essa senhora que nos manda e desmanda não tem na cabeça?!?

Essa Dilma, dona Dilma Vana – que respeito é bom e todo mundo gosta - tinha tudo pronto; ia tudo bem; a mandachuva dos últimos quatro anos era ela mesma, então que porcaria é essa de revirar tudo de pernas pro ar?!?

Caramba, em time que tá ganhando não se mexe! Isso até o Lula, quando baixa nele o caboclo treinador do Corinthians, tá careca de saber e rouco de tanto falar.

Se dona Dilma Vana está ocupada remexendo em tudo é porque não gostou de nada. E isso ela jamais confessaria. Ela está sem fazer bulhufas, porque tem outra coisa em mente.

Então, o que é que Dilma, dona Dilma mandona e poderosa está esperando?

Vai ver que ela não quer fazer nada, só para não deixar a casa arrumada e com tudo bem encaminhado para o outro que tá com o pé que é um leque para entrar no seu lugar, em caso de um providencial impeachment.

Eureka!.. Só pode ser isso. Não há outra explicação, nem outra qualquer alternativa... É isso, sim... O fantasma do golpe da base aliada anda rondando. Desta feita, o mordomo de filme de vampiro, pode ser mesmo o culpado.

E tem sentido, pois, vocês podem procurar que não vão achar nem que a vaca tussa: não há e nunca houve, na História das ditaduras e brandas do Brasil quem tenha passado quatro anos e 17 dias assim, sem fazer nada. Ó céus! Ó vida! Ó dor!... Só pode ser isso.

Aleluia! Osana! Ave! Salve, salve! Tomara que seja.